5 destinos fantásticos para esquiar ao lado do Brasil

Para nós que moramos no Brasil é muito raro ver alguma pessoa dizendo que pratica esqui com frequência. Até mesmo porque nosso país não é propício à prática desse esporte. Por conta disso, sua popularidade é baixa e poucos planejam suas viagens levando em consideração se o destino tem ou não tem estações de esqui. Mas saiba isso está mudando.

Com o crescimento do turismo internacional, o número de brasileiros no exterior tem aumentado. As viagens pela América do Sul estão começando a ficar mais frequentes e, para a alegria dos aspirantes a esquiadores, muitos dos países de nosso continente têm ótimas estações de esqui. Você conhecerá, a partir de agora, cinco estações que merecem sua atenção para as próximas férias de inverno. Argentina e Chile se intercalam nas dicas incríveis que daremos agora, então pode ir preparando sua viagem já pensando com qual desses dois países você mais simpatiza.

Chile flag
1. Valle Nevado, no Chile

Esquiando no Valle Nevado, Chile

Esquiando no Valle Nevado, Chile. Créditos: Alex Grechman / Fonte: Flickr

O Valle Nevado é um dos destinos para esquiadores mais procurados na América do Sul. Sua proximidade com Santiago (aproximadamente 60km) é um diferencial que destaca essa estação das demais. Atente-se apenas para o fato de que a maioria de suas pistas é voltada para esquiadores de nível médio pra avançado. Então, se é a sua primeira vez no esporte, talvez seja melhor deixá-lo para uma próxima ocasião.

Mas nem só de esqui vive o Valle Nevado! Resorts e hotéis de luxo são excelentes pedidas pra um feriado com bastante neve e paisagens de tirar o fôlego. A opção mais barata e ideal para mochileiros é a de se hospedar em albergues em Santiago e de lá procurar por excursões, como por exemplo o Hostel Bella 269. Indo para esquiar, ou só passear, este destino é uma ótima escolha.

Argentina flag
2. Bariloche, na Argentina

Bariloche, Argentina, abaixo de neve

Bariloche, Argentina, abaixo de neve. Créditos: Fabíola Medeiros / Fonte: Flickr

Bariloche está entre os maiores complexos de esqui da América do Sul e, se me permite a piada, já é quase uma província brasileira, dado o número de brasileiros que vão pra lá todo ano. São muitas pistas, lojas de equipamentos e até mesmo escolas de esqui e snowboard. Não há dúvidas de que esta opção é completa!

Chegar em Bariloche pode ser um pouco mais trabalhoso que no Valle Nevado pois está muito distante da capital Buenos Aires. Mas essa distância é recompensada pelas vistas para os Andes e o Lago Nahuel Huapi, que são dois pontos fortes deste destino. Se você preferir ir direto de avião, também é possível. A isso tudo, soma-se o fato de que a variedade de hotéis e albergues consegue abranger desde quem quer gastar pouco até quem pode gastar muito. Tá aí uma opção tentadora, hein?!

Chile flag
3. Portillo, no Chile

Vista da janela de um dos hoteis em Portillo, Chile

Vista da janela de um dos hoteis em Portillo, Chile. Créditos: Rui Bittencourt / Fonte: Flickr

Portillo possui poucas pistas – algo em torno de 19 – mas não deixa de ser um destino recomendado. Pela proximidade do Aeroporto de Santiago (aproximadamente 160km) e da estonteante estrada que passa pelas mais belas vinícolas argentinas, a própria viagem por terra já pode ser considerada como parte fundamental do passeio e um diferencial para colocar esta estação em seus planos.

Um dos pontos fortes de Portillo é o serviço de heliski que o coloca em pistas de difícil acesso com maravilhosas vistas dos Andes. Seu hotel ski-in/ski-out permite que você pratique o esporte e volte, ocasionalmente, para fazer um lanche ou tomar uma bebida quente. A comodidade é levada sério por lá!

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

Argentina flag
4. Las Leñas, na Argentina

Estação de esqui de Las Leñas, na Argentina

Estação de esqui de Las Leñas, na Argentina. Créditos: mike / Fonte: Flickr

Las Leñas está no coração dos Andes, mais precisamente na província de Mendonza, na Argentina, mas seu acesso é feito pelo aeroporto de Santiago, no Chile. Ela pode ser considerada não somente uma estação de esqui, mas um verdadeiro complexo de esportes de inverno. Suas pistas são variadas para todos os níveis, desde iniciantes até os avançados, se destacando por três delas que compõem uma descida de 7km.

Chile flag
5. El Colorado, no Chile

Estação de esqui El Colorado, Chile

Estação de esqui El Colorado, Chile. Créditos: Hector Garcia / Fonte: Flickr

El Colorado é uma estação de neve que foi levantada por esportistas chilenos e amantes da natureza que, aos poucos, construíram nesta região suas casas de fim de semana. A estação, assim como Portillo, pode ser considerada ski-in/ski-out, com teleféricos que levam os esquiadores da base até o topo das descidas.

É uma ótima opção para quem nunca esquiou na vida. Há instrutores que podem ser contratados particularmente ou em um esquema de turmas para instruí-los a ficar de pé no esqui ou na prancha e a fazer as primeiras manobras de descida.

Com estas dicas acho até que você já está planejando esquiar no próximo inverno, não é? Bom, a semente está plantada. Caso você tenha gostado do post e dessa ideia, não deixe de comentar e compartilhar estas cinco dicas maravilhosas. Nós passamos grande parte do ano derretendo no calor brasileiro… nada mais justo do que equilibrar isso com neve!

Até a próxima.

Créditos da imagem de capa: Fabíola Medeiros / Fonte: Flickr

De malas prontas para Santiago e Bariloche?

Em Santiago, nossa sugestão de hospedagem é o Hostal and Suites Bella 269. Já em Bariloche, recomendamos o Hostel Inn Bariloche.

Veja o motivo pelo qual recomendamos o seguro viagem para quem viaja pela América do Sul. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Ou então aprenda aqui a contratar um seguro viagem.

Do Brasil, o voo mais barato para Santiago sai de São Paulo no dia 25/03/17 e custa R$615,58 (clique aqui para ver todas as datas disponíveis). Confira também outras opções de voo para Santiago.

Com base em cotações atualizadas do Yahoo Finance a cada duas horas, a proporção entre o peso argentino e o real é de 1 ARS para 0,1990 BRL, já a proporção entre o peso chileno e o real é de 1 CLP para 0,0047 BRL. Você pode simular o valor que deseja converter com os preços das casas de câmbio clicando aqui.

Sobre Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!