10 atrações inacreditavelmente gratuitas em Amsterdã

Amsterdã é conhecida por ser a cidade mais descolada da Europa, reduto de jovens em busca de liberdade e novas experiências. A cidade é realmente singular, repleta de atrações não somente para os mais novos, mas para todas as idades.

A capital holandesa, embora seja a maior cidade do país, é bem pequena e pode ser explorada de bicicleta, ferry ou até mesmo a pé, caminhando entre parques e pontes. Quer um bom motivo para conhecê-la? Eu te dou vários. Todos eles de graça!

1 Visitar uma cervejaria (e tomar uma cerveja ainda melhor que a Heineken)

Que tal visitar uma fábrica de cervejas e provar algumas de graça em Amsterdã

Que tal visitar uma fábrica de cervejas e provar algumas de graça em Amsterdã? Créditos: brouwerijhetij.nl

Visitar a Fábrica da Heineken é um dos programas mais conhecidos de Amsterdã e um dos mais caros também. Mas o Viajei Bonito veio ao mundo com o objetivo de apresentar programas alternativos e baratos, mostrando que podem ser melhores do que os mais manjados.

Quer conhecer o processo de fabricação de cervejas (de graça) e de quebra tomar uma das melhores da Holanda? Então aproveite os passeios guiados da Brewery ‘t IJ, que acontecem toda sexta-feira, sábado e domingo, às 15h30. A apresentação é em inglês e no final é possível degustar alguns exemplares fabricados ali, enquanto aprecia a maior coleção de garrafas de cerveja da Europa.

Funenkade 7

2 Conhecer uma destilaria de jenever (com direito a degustação)

Sala de degustação de jenever, na Wynand Fockink, Amsterdã

Sala de degustação de jenever, na Wynand Fockink, Amsterdã. Créditos: Suburban Tourist / Fonte: Flickr

Jenever é uma bebida holandesa semelhante ao gin produzida a partir da destilação do malte. Existem dois tipos: o jong (jovem) e o oud (velho), que você pode degustar na destilaria Wynand Fockink. O jong tem um gostinho parecido com o da vodka, enquanto o oud se assemelha mais ao whisky.

Além dos tradicionais jenevers, na Wynand Fockink você pode experimentar vários outros tipos de gins, licores e cervejas. Tem um cara vestido com trajes do século XVII e ele ensina a tomar da forma tradicional. É um barato! Quer dizer, é de graça!

Se gostar, tem uma lojinha ao lado onde você consegue comprar as garrafas. O horário de funcionameno é das 15h às 21h, todos os dias, mas a degustação gratuita é apenas aos sábados, das 14h às 15h.

Pijlsteeg 31

3 Ver de perto as casas com as fachadas mais estreitas do mundo

Antigamente, as casas em Amsterdã eram tributadas de acordo com o espaço ocupado por suas fachadas. Sendo assim, quanto mais estreira, menor o valor a ser pago. Por isso se vê tantas construções fininhas na cidade.

A casa com a fachada mais estreita fica no número 7 da rua Singel, medindo 1 mísero metro. No entanto, não se engane pensando que ela é tão estreita. Essa é apenas a parte traseira, a frontal é mais ampla.

A menor casa de Amsterdã, por sua vez, fica no número 22 da Oude Hoogstraat. Ela mede apenas 2 metros de largura por 6 metros de altura. O espaço já foi utilizado com diversas finalidades, desde residência familiar, boutique, floricultura e atualmente abriga uma charmosa loja de chá.

Durante muitos anos, a construção da rua Singel carregou o título de mais estreita do mundo. Contudo, a Casa Keret, localizada em Varsóvia, Polônia, tomou o recorde em 2012, quando foi concluída. A parte mais larga mede apenas 1,52m. Sendo assim, a casa de Amsterdã só manteve o título da fachada mais fina do mundo, enquanto a de Varsóvia é a mais estreita no geral.

Singel, 7
Oude Hoogstraat, 22

4 Cruzar os canais de Amsterdã de balsa

As balsas podem transportá-lo gratuitamente para qualquer lugar enquanto você observa a paisagem

As balsas podem transportá-lo gratuitamente para qualquer lugar enquanto você observa a paisagem. Créditos: Ed Webster / Fonte: Flickr

Não gaste dinheiro com passeios de barco pelo canal em Amsterdã. Você pode utilizar o serviço gratuito de ferry, que sai de trás da Central Station. São três opções que cruzam o rio IJ: “Buiksloterweg” (percurso mais curto), “Ijplein” (também não vai muito longe) e “NDSM Werf” (vai para o norte e dá uma boa visão da cidade).

Pegando a balsa para Amsterdam Noord, aproveite para conhecer o NDSM Werf, um antigo estaleiro abandonado que deu lugar a um centro de artes de vanguarda. Ali você pode admirar a arte urbana, os grafites, exposições, festivais, apresentações musicais esporádicas, skatistas fazendo manobras radicais e depois, se sentir fome, poderá se fartar com comidas de rua e até comprar algum artigo de segunda mão nos bazares organizados pelo pessoal.

Stationsplein

5 Ter um vista panorâmica da cidade no NEMO

O Centro de Ciências NEMO oferece uma vista espetacular da cidade mesmo para quem não entra no museu

O Centro de Ciências NEMO oferece uma vista espetacular da cidade mesmo para quem não entra no museu. Créditos: Caribb / Fonte: Flickr

O Centro de Ciências NEMO, aquela construção em forma de barco, oferece uma vista espetacular da baía e da cidade de Amsterdã e por isso não poderia ficar de fora da lista de atrações inacreditavelmente gratuitas em Amsterdã. No verão, eles preenchem o espaço com cadeiras de praias e você pode ficar lá, tostando, sem pagar nenhum centavo de euro para isso. Mesmo quem não visita o museu (que é pago), pode ter acesso a essa área. É muito relaxante.

Funciona todos os dias, das 10h até as 17h.

Oosterdok 2

6 Aprender sobre cinema no EYE Film Instituut Nederland

O Insituto EYE Film tem uma exposição gratuita para os amantes da Sétima Arte

O Insituto EYE Film tem uma exposição gratuita para os amantes da Sétima Arte. Créditos: Daniel Neri / Fonte: Flickr

Amantes da sétima arte vão querer morar no Instituto EYE Film, o museu de cinema de Amsterdã. Para chegar lá é só pegar as balsas gratuitas que saem de trás da Central Station para cruzar o canal.

O EYE Film tem um vasto acervo que contempla não só o cinema holandês, mas mundial, com milhares de películas, imagens, jornais, livros e registros de produções cinematográficas.

Assim como o NEMO, o EYE Film abre seu terraço gratuitamente durante o verão para que as pessoas possam ficar lá renovando o estoque de vitamina D. A exposição permanente no porão do museu também é de graça, para as demais é preciso pagar ingresso. Você pode conferir os preços e a programação no site oficial.

Tanto o terraço quanto a exposição gratuita ficam abertos todos os dias, das 10h às 21h.

IJpromenade 1

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

7 Assistir a concertos de jazz e outras apresentações musicais gratuitas

Todas as terças tem show de improviso no Bimhuis, em Amsterdã, e a entrada é gratuita

Todas as terças tem show de improviso no Bimhuis, em Amsterdã, e a entrada é gratuita. Créditos: Franklin Heijnen / Fonte: Flickr

Todas as terças-feiras às 20h ocorrem apresentações gratuitas de jazz no Bimhuis, espaço já consagrado no cenário europeu. Se você gosta do ritmo ou só procura um lugar para sacudir o esqueleto, essa é uma ótima pedida, principalmente porque é de graça.

O mais bacana é que músicos de qualquer lugar do mundo podem se apresentar ali às terças sem sequer ter que se aplicar ou passar por um processo de seleção. Basta comparecer ao local antes das 20h e esperar acontecer. O show de improviso é conduzido por Arnold Dooyeweerd, músico, baixista e professor.

Todas as terças-feiras às 20h (exceto nos meses de julho e agosto).

Piet Heinkade 3

8 Visitar sete países em uma rua

As casas de sete países diferentes, em Amsterdã, Holanda

As casas de sete países diferentes, em Amsterdã, Holanda. Créditos: adamnamsterdam

Caminhando pela Roemer Visscherstraat você vai se deparar com um complexo de sete casas, cada uma representa estilos arquitetônicos de diferentes paíeses europeus: Alemanha (nº20), França (nº22), Espanha (nº24), Itália (nº26), Rússia (nº20), Holanda (nº30) e Inglaterra (nº30A).

O projeto intitulado Seven Countries-Houses foi criado em em 1894 pelo arquiteto holandês Tjeerd Kuipers.

Roemer Visscherstraat, 20, 22, 24, 26, 28, 30, 30A

9 Adquirir conhecimento na Faculdade da Cannabis

Você não paga para adquirir conhecimentos na Faculdade da Cannabis

Você não paga para adquirir conhecimentos na Faculdade da Cannabis. Créditos: Vlock / Fonte: Wikimedia Commons

Um ótimo lugar para se informar sobre a maconha e destruir de uma vez por todas qualquer preconceito é a Faculdade da Cannabis, que fica na Red Light District.

Engana-se quem pensa que o lugar é frequentado apenas por maconheiros doidões que não querem nada com a vida. A instituição fica aos cuidados de voluntários e é frequentada por pesquisadores, médicos, psiquiatras e por todos aqueles que se interessam por estudos sérios feitos sobre as propriedades medicinais da planta.

Todos os visitantes podem fazer uso do material de acervo, entre documentos, livros e revistas. Além disso, documentários são exibidos com legendas em inglês.

Aberto todos os dias, das 11h às 19h.

Oudezijds Achterburgwal 124

10 Participar da Parada Gay mais animada da Europa

A Parada do Orgulho Gay em Amsterdã é tão animada quanto o nosso Carnaval

A Parada do Orgulho Gay em Amsterdã é tão animada quanto o nosso Carnaval. Créditos: Alex Proimos / Fonte: Flickr

A Parada do Orgulho Gay de Amsterdã é animadíssima. O clima é de igualdade e todo mundo se mistura: gays, lésbicas, transgêneros, simpatizantes e quem mais aparecer.

Tem desfile, shows, premiação, drags montadérrimas, simpatizantes fantasiados e, claro, muito glitter e laquê. São 80 barcos temáticos navegando pelo rio IJ, enchendo os olhos do público. Aqui o desrespeito e a intolerância passam longe.

Os eventos acontecem entre o final de julho e o começo de agosto, todas as atrações são gratuitas. Confira agora a programação deste ano.

Homomonument

Homomonument, um símbolo de orgulho para gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Fica em Amsterda, na Holanda

Homomonument, um símbolo de orgulho para gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Fica em Amsterda, na Holanda. Créditos: iamsterdam.com

Aproveite sua passagem por Amsterdã para ver o Homomonument, um triângulo de mármore construído em 1987 para homenagear todos aqueles que foram perseguidos e assassinados enquanto lutavam por respeito e direitos iguais.

O triângulo rosa era o símbolo utilizado nos campos de concentração para indicar os homossexuais, assim como as estrelas de David eram usadas para sinalizar os judeus. Entretanto, desde os anos 70 o triângulo passou a ser um símbolo de orgulho na luta contra a opressão de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros.

Westermarkt, 1016

BÔNUS: Tirar uma foto com o letreiro “I amsterdam”

O letreiro mais famoso do mundo "I amsterdam"

O letreiro mais famoso do mundo “I amsterdam”. Créditos: Matt Rubens / Fonte: Flickr

Essa é tão conhecida que seria trapaça se ela entrasse para a contagem de atrações inacreditavelmente gratuitas em Amsterdã. Mesmo sendo clichê, não pode faltar no roteiro. Se não quiser encontrar o letreiro lotado de gente, é melhor ir bem cedo para fazer a sua foto.

Museumplein / Museumstraat, 1

Veja o mapa de atrações inacreditavelmente gratuitas em Amsterdã

Economize em hospedagem

Existem vários hotéis e albergues econômicos na capital holandesa. O ClinkNOORD é o que eu recomendo.

ClinkNOORD Hostel

Badhuiskade 3, 1031 KV Amsterdam

Descrição obtida de Booking

O ClinkNOORD Hostel situa-se na área de Amsterdam-Noord, na vibrante zona cultural de Overhoeks. A Estação Central de Amesterdão está a 900 metros. O ClinkNOORD Hostel disponibiliza acesso Wi-Fi gratuito em todas as áreas e um multibanco.

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Prepare-se para sua viagem

Em Amsterdã, nossa sugestão de hospedagem é o ClinkNOORD Hostel. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostel World.

Vai alugar um carro? O preço do aluguel de veículos na categoria Mini em Amsterdã é de aproximadamente R$180,00 por diária pela Hertz (confira mais preços aqui). Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF.

Os países europeus exigem que os viajantes tenham contratado seguro viagem, geralmente com valores mínimos estabelecidos para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiro.

Em Amsterdã, o almoço simples sai por volta de R$56,17, já o fast-food sairá por mais ou menos R$29,96. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$10,31. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$7,57, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$9,09 e o pint de cerveja R$17,98.

Descubra quanto custa viajar para Amsterdã.

Do Brasil, o voo mais barato para Amsterdã sai de Salvador no dia 03/03/18 com volta em 16/03/18 e custa R$2.569,06 (ver as datas). Confira todas as opções de voo para Amsterdã.

Com base em cotações atualizadas do Yahoo Finance a cada duas horas, a proporção entre o Euro e o Real é de 1 EUR para 3,7402 BRL. Você pode simular o valor que deseja converter com os preços das casas de câmbio clicando aqui.

Gisele Rocha

Formada em Comunicação Social pela UFJF. Andou meio mundo tentando descobrir o que queria fazer, até descobrir que queria mesmo era andar pelo mundo. Créditos da imagem de capa: Ed Webster / Fonte: Flickr