Como comparar seguros de viagem

Em um artigo anterior, expliquei a você como contratar o seguro viagem, passo a passo. Mas um serviço tão essencial para sua viagem não pode ser adquirido sem uma comparação entre as opções disponíveis. Até porque existem coberturas que você dificilmente utilizará e outras que podem ser extremamente essenciais de acordo com o destino de sua viagem.

O preço também é um fator muito importante, principalmente se você também está em busca de uma viagem que caiba no orçamento.

Se você se depara com dois ou mais seguros cujos preços são muito parecidos, ou até mesmo idênticos, qual deles você escolhe? Se você não tem preferência por uma determinada empresa, então acredito que seja aquele que atende melhor às características de sua viagem, certo?

O passo a passo abaixo mostra como é possível comparar dois ou mais planos de seguro viagem.

1/2 Passos básicos e contato

O primeiro artigo sobre como fazer o seguro viagem explica melhor o propósito do passo inicial. Mas como estamos interessados na comparação, apenas direi para você preencher os campos da página de cotação. Clique aqui para ser redirecionado à página de cotação de seguros.

Vale ressaltar que quanto mais detalhes você der sobre sua viagem, principalmente, com relação às datas, mais preciso será o orçamento e os planos que você poderá comparar nos próximos passos. Se o preço for um fator importante na sua decisão, saber exatamente o quanto você gastará com seguro viagem só será possível com as datas inicial e final da viagem bem definidas.

3 Escolha os planos a serem comparados

Preenchidos os campos de viagem e de contato, a página seguinte exibe uma lista de planos disponíveis de acordo com sua viagem. Você pode ordenar a lista por preço ou filtrá-la por seguradoras, como achar mais conveniente.

Em cada um dos planos, há uma opção chamada “Comparar com outro”. Clique nas respectivas opções de cada plano de forma a prepara-los para comparação. No rodapé da página você acompanha quais planos estão selecionados.

Feito isso, clique em Comparação detalhada.

Selecionar os planos a serem comparados

Passo#3 – Selecionar os planos a serem comparados. Créditos: Viajei Bonito / Segurospromo

4 Analise a comparação

Por fim uma grade comparativa é exibida com todas as coberturas de cada plano associado a valores e disponibilidades.

Passo#4 - Comparar os planos

Passo#4 – Comparar os planos. Créditos: Viajei Bonito / Segurospromo

Nesse exemplo, o primeiro plano paga até 35 mil euros em despesas médicas hospitalares, enquanto o segundo paga até 55 mil euros, enquanto o terceiro até 100 mil dólares. Na quarta linha, é possível ver que os dois primeiros planos cobrem assistência médica para gestantes, enquanto o terceiro plano não.

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

Cabe a você analisar o que representa maior importância em sua apólice e verificar se os planos possuem boas coberturas. Em alguns casos vale mais a pena pagar um valor maior para se assegurar de que você não ficará na mão nem terá surpresas se precisar acionar a seguradora durante sua viagem. Quer mais? Leia nosso artigo sobre como entender sua apólice de seguros e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiro!

5 Lembre-se sempre do cupom de desconto

Assim como explicado no artigo sobre como contratar o seguro viagem, o Viajei Bonito disponibiliza um cupom de desconto a todas as contratações feitas na página de nosso parceiro.

VIAJEIBONITO5

A página do Seguros Promo utilizada no exemplo é parceira do Viajei Bonito e nós ganhamos uma comissão sempre que você contrata um plano por nossa indicação. O melhor de tudo é que você não paga nada a mais por isso, recebe um desconto ao utilizar nosso cupom e ainda ajuda nosso blog a continuar trabalhando em prol de sua viagem.

Se você está gostando dessa série de artigos sobre seguro viagem, não deixe de comentar logo abaixo. E caso tenha qualquer dúvida, não hesite em entrar em contato!

Até o próximo artigo!

Adriano Castro

Formado em Ciência da Computação pela UFJF, trabalhou durante 10 anos como analista de sistemas até chutar o balde e tocar a vida como freelancer, carregando seus projetos para onde quer que vá. Créditos da imagem de capa: Unsplash / Fonte: Pixabay