Nosso casamento budista na Tailândia

Nosso casamento na Tailândia foi muito significativo porque contou com a benção de um monge budista. Na ocasião estávamos em Krabi, litoral do país, de onde partem os barcos para Ko Phi Phi, aquela famosa ilha do filme A Praia.

Casamento budista na Tailândia organizado por conta própria, sem cerimonialistas ou empresas especializadas. Casamento gratuito em Krabi, na Tailândia, seguindo as tradições locais. Créditos: Viajei Bonito

Clique na imagem acima para adicionar este artigo em seu Pinterest e veja também nossos painéis. Foto por: Viajei Bonito

Diferente dos dois casamentos anteriores, não conseguimos fotógrafos para esse. Infelizmente os que estavam disponíveis cobravam uma fortuna e carregamos sempre o princípio de fazer algo que não seja supervalorizado. Casamento não combina com riqueza financeira, mas sim com riqueza de espírito, e com essa ideia cuidamos de tudo, desde as roupas, até a cerimônia com a sessão de fotos.

Optamos por ir de branco, assim como em um casamento na praia, afinal de contas estava muito quente no dia e o próprio clima litorâneo de Krabi abraçava nossa decisão. Ao caminhar pelas ruas, assim como no casamento de Ho Chi Minh nos sentíamos acolhidos.

Chegamos ao templo pouco antes das 11:00 e fomos até um pequeno palco com algumas discretas cadeiras de plástico onde um monge budista tocava a cerimônia para duas pessoas e mais dois jovens monges. Um deles veio até nós para saber o que queríamos e tentamos explicar o que fazíamos ali de trajes brancos e tripé.

Como ele não falava uma palavra em inglês, usamos um tradutor online que já traduzia direto do português para o tailandês. Imaginamos que a tradução tenha ficado ruim porque ele arregalava e pressionava os olhos como quem não estivesse entendendo nada. Até que de repente ele se espantou (provavelmente nessa hora tudo fez sentido) e então ele pediu que esperássemos.

Por entender que o monge não estava ali por nossa conta mas por conta de seus compromissos religiosos, optamos por não ligar a câmera nessa hora. Tudo pareceria muito turístico se fosse assim, quando queríamos justamente ter uma benção verdadeira, algo que ficasse registrado apenas para nós dois. Dessa forma encostamos a câmera em uma das cadeiras e aguardamos até que o jovem monge nos chamasse.

Sentamos de frente para o monge, já de muita idade, fechamos os olhos como ele sugeriu e então começou a cantar. Sentíamos em alguns momentos uma água espirrando bem de leve – uma espécie de água benta do cristianismo. É difícil explicar o que se passava pelas nossas cabeças naquele momento, afinal de contas tudo aquilo era muito real. Para falar a verdade, assim como prega o budismo, esperamos que aquele momento tenha sido de um completo vazio em nossas cabeças.

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

Tudo aconteceu em pouco menos de 10 minutos e já estávamos novamente de olhos abertos, com o monge se levantando em uma expressão que transmitia muita paz. Enquanto ele se arrumava para deixar o local, oferecemos uma doação e ele não fez questão de saber quanto era. Simplesmente nos deu um envelope para que colocássemos o dinheiro em uma urna.

Após a cerimônia, utilizando nosso próprio equipamento, fizemos a sessão de fotos com base no que aprendemos nos primeiros casamentos. Não é um trabalho de fotógrafo profissional, mas há muita sinceridade nas fotos.

Foi nesse dia que conseguimos registrar um momento único em nossas vidas e que, para nós, é uma das fotos mais importantes que temos.

Templo onde recebemos a benção de um monge budista em renovação de votos. Krabi, Tailândia

Templo onde recebemos a benção de um monge budista em renovação de votos. Krabi, Tailândia. Créditos: Viajei Bonito

Assim como no primeiro casamento, começou a chover logo em seguida, mas dessa vez uma chuva tão forte, mas tão forte, que precisamos nos esconder até que ela fosse embora, alagando completamente as ruas de Krabi. Se nossa primeira cerimonialista disse que a chuva é um bom sinal, essa então nem se fala.

Concluímos então três casamentos em nossas vidas e a empolgação para os próximos continua vibrante. Sabemos que o quarto não será na Ásia e já temos uma ideia de onde será. Quando acontecer, contaremos por aqui.

Até o próximo!

Prepare-se para sua viagem

Lada Krabi Residence

90/71-72 Maharad Rd, Paknam, Muang, Krabi

Descrição obtida de Booking

O Lada Krabi Residence fica a uma caminhada de 1 minuto do mercado nocturno. Disponibiliza quartos modernos com ar condicionado e acesso Wi-Fi gratuito.

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Em Krabi, nossa sugestão de hospedagem é o Lada Krabi Residence. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostel World.

Vai alugar um carro? Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF.

Comidas exóticas, fenômenos climáticos e furtos: veja alguns dos motivos pelos quais recomendamos o seguro viagem para os países da Ásia. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiro.

Em Krabi, o almoço simples sai por volta de R$8,56. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$4,76. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$0,67, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$3,90 e o pint de cerveja R$14,27.

Descubra quanto custa viajar para Krabi.

Com base em cotações atualizadas do Yahoo Finance a cada duas horas, a proporção entre o Baht tailandês e o Real é de 1 THB para 0,0948 BRL. Você pode simular o valor que deseja converter com os preços das casas de câmbio clicando aqui.

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando! Créditos da imagem de capa: Viajei Bonito