Tradições e comportamentos tailandeses que você deve entender antes de viajar

Turistas dos quatro cantos do planeta são atraídos à Tailândia ano após ano. Muitos deles estão em busca das praias paradisíacas de das festas intermináveis que veem nos filmes, na televisão e nas redes sociais. Embora haja muita farra, isso não quer dizer que o país seja uma terra sem lei e que tudo é tolerável em prol do dinheiro que os viajantes gastam ali. Pessoas com comportamentos inadequados são severamente punidas.

É imprescindível conhecer um pouco da cultura local antes de embarcar, a fim de que suas atitudes não ofendam ninguém ou, na pior das hipóteses, para que suas férias não sejam dentro da prisão. Boa parte destas recomendações constam no fôlder que recebemos no aeroporto. Outras a gente aprendeu nos dias que passamos na Tailândia, convivendo e observando os comportamentos dos tailandeses.

Leia a seguir a lista do que não fazer – de jeito nenhum – durante a sua estadia por lá:

Não compre esculturas com partes do corpo de Buda

Se você está pensando em voltar da Tailândia com uma bela peça de metal com o busto do Buda pra enfeitar a sua casa, vai levar um balde de água fria ao descobrir que isso é estritamente proibido e você pode acabar preso se for pego carregando um exemplar, independentemente do material do qual ele seja feito.

Se você for adepto ao Budismo e quiser levar uma réplica do Buda, poderá fazê-lo sem desrespeitar a religião a as tradições tailandesas se a escultura for de corpo inteiro, seja ele sentado ou deitado.

bangkok-tailandia-tradicoes-e-comportamentos-tailandeses-

É proibido comprar cabeças do Buda. Créditos: Gisele Rocha

Não suba nos altares e nem faça pose com Buda

Segue o mesmo raciocínio da recomendação anterior. Brincar com imagens do Buda é uma tremenda falta de respeito e você poderá responder criminalmente por isso. Guarde as suas energias para zoar na Khao San Road , lá é o melhor lugar para isso.

Não use trajes chamativos e provocantes

Vista-se de maneira discreta enquanto estiver na Tailândia, em qualquer cidade. Escolha uma roupa que lhe seja confortável, mas nem pense em usar roupas curtas, com decotes, justas o que estampem frases ofensivas, já que muitos deles entendem inglês.

Prefira as roupas largas e que cubram o seu corpo ao máximo. Estivemos na Tailândia durante o verão e a nossa dica é que você leve roupas feitas em tecidos leves. Se não tiver, poderá comprar lá mesmo a preços realmente baixos, como explicamos no artigo a respeito do que comprar na Tailândia.

Vista-se adequadamente ao visitar um templo na Tailândia.

Vista-se adequadamente ao visitar um templo na Tailândia. Créditos: Gisele Rocha

Cubra-se quando for aos templos

Não importa se você é budista ou se está visitando os templos apenas para tirar foto, respeite o ambiente e cubra-se. Homens, não usem bermudas e regatas. Mulheres, não exponham suas pernas, tampouco os ombros.

Ande sempre com um lenço para cobrir o corpo nas dependências dos templos, desde o momento em que pisar pela porta de entrada. Vimos muitos turistas que por falta de informação ou simplesmente por descaso foram impedidos de entrar em determinados ambientes e ainda levaram bronca dos guardas.

Não é necessário ir de sapato fechado. Aliás, o ideal é ir de chinelo mesmo, já que você vai precisar tirar os calçados sempre que entrar em um templo, ou até mesmo na casa das pessoas, no hotel e em algumas lojas. Esse gesto também demonstra respeito.

Calçados na entrada dos templos em Wat Pho, em Bangkok, Tailândia

Calçados na entrada dos templos em Wat Pho, em Bangkok, Tailândia. Créditos: Adriano Castro

Não desconcentre os monges tailandeses

Durante uma celebração dentro de um templo, vimos alguns turistas tropeçando nas pessoas que estavam em posição de oração só para conseguir chegar perto dos monges e fazer a melhor foto possível. Lembre-se sempre que aquele é um momento sagrado e merece respeito. Portanto, nada de máquinas com obturadores barulhentos e nada de desconcentrar as pessoas que estão ali fortalecendo a própria fé.

A guarda que estava ali não dava conta de chamar a atenção de todos os turistas com comportamentos inadequados. Estava difícil manter a concentração em meio àquela movimentação.

Se você quer mesmo tirar uma foto (nós também tiramos), faça isso do seu lugar, com uma câmera silenciosa, ainda antes de começar a cerimônia. Assim ninguém vai se sentir incomodado.

De maneira alguma peça para tirar uma foto com um monge. Só dirija a palavra a eles se for uma questão de vida ou morte.

Não seja inconveniente ao tirar fotos.

Não seja inconveniente ao tirar fotos. Créditos: Gisele Rocha

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

Não desrespeite o Rei ou a Família Real

O povo tailandês é extremamente respeitoso, sobretudo com a Família Real. É comum ver fotografias espalhadas pelas ruas, nas fachadas de palácios, dentro das casas e até nos táxis.

Apontar, criticar, debochar ou danificar imagens do Rei e da Família Real são atos criminosos na Tailândia e não é porque a pessoa é estrangeira que vai conseguir se safar das acusações sob a lei draconiana de lesa-majestade. Melhor evitar qualquer tipo de comentários se você não quiser conhecer o sistema carcerário tailandês ou ser linchado por populares no meio da rua.

Imagens do Rei e da Família Real estão por todas as partes. Respeite-as.

Imagens do Rei e da Família Real estão por todas as partes. Respeite-as. Créditos: Gisele Rocha

Comporte-se durante o Hino Nacional

Em algumas cidades, é tradição que o Hino Nacional seja tocado diariamente nos alto-falantes espalhados nas ruas. Você vai notar que os tailandeses param o que estão fazendo e se levantam, em sinal de obediência.

É claro que os estrangeiros não são obrigados a fazê-lo, mas isso demonstra respeito pela cultura local e facilita a interação com o povo. Se não puder ficar parado, ao menos mantenha-se em silêncio.

Não toque na cabeça das pessoas

Se para nós ocidentais tocar na cabeça de outras pessoas e mexer nos cabelos são gestos comuns, na Tailândia esse é um costume intolerável. Para eles, a cabeça é uma parte sagrada do corpo humano e encostar nela é visto como uma grande ofensa.

Não aponte com os pés

Quando estamos com as mãos ocupadas, é quase automático tentar apontar para alguém ou algum lugar com os pés, mas os tailandeses não têm esse costume e para eles isso é algo extremamente ofensivo. Isso porque, ao contrário da cabeça, os pés são impuros.

Sabendo disso, nunca pare diante da figura de Buda com os pés apontados para eles, tampouco para alguma foto do Rei ou da Família Real. Quando for tirar fotos dentro dos templos agache-se para ficar abaixo das imagens, em sinal de respeito. Se a imagem já estiver mais alta que você, basta virar o seu corpo para que os pés apontem em outra direção, que não a do Buda.

Quando estiver rezando dentro do templo, coloque os seus pés por baixo do corpo, pois por serem as partes menos sagradas do corpo, não devem ficar à mostra.

Seja gentil com os idosos, gestantes e deficientes

Tente acomodar a sua bagagem no chão, no cantinho e libere o assento para outras pessoas. Se ainda assim não houver lugar para o grupo preferencial se acomodar, ofereça o seu lugar.

Para mostrar respeito para com os tailandeses, faça sempre o gesto tradicional de agradecimento, chamado “wai”, que consiste em colocar as mãos juntas, na frente de seu peito e curvando ligeiramente a cabeça no sentido das mãos.

O Ronald McDonald respeita as tradições tailandesas.

O Ronald McDonald respeita as tradições tailandesas. Créditos: Gisele Rocha

Não fale alto

Nesse quesito, nós do Viajei Bonito estivemos que estar sempre atentos, pois é da nossa natureza rir e falar mais alto quando estamos eufóricos.

Os orientais são mais comedidos nesse aspecto, eles falam baixo e devagar, sempre extremamente gentis. Se aconteceu algo que lhe desagradou, tente resolver sem se alterar. Ficar exaltado(a), além de ser desrespeitoso, só mostra que você não tem autocontrole.

Evite demonstrações calorosas de afeto em público

Para nós é bastante natural abraçar e beijar em público, mas na Tailândia isso é visto com maus olhos, principalmente pelos mais velhos.

Vale sentar lado a lado, sorrir e olhar nos olhos, mas todo o resto é melhor guardar para ambientes mais reservados, do contrário, acabará deixando as pessoas ao seu redor muito incomodadas.

Não faça topless nas praias

A prática de topless é muito comum nos balneários europeus, mas altamente recriminável na Tailândia. Nesse país abençoado pela Mãe Natureza, tirar a parte de cima do biquíni é crime de atentado ao pudor e nem adianta argumentar que você não sabia porque não é de lá.

Todo mundo quer desfrutar do mar cristalino da Tailândia, inclusive famílias muçulmanas, com meninas e mulheres cobertas dos pés à cabeça. Enquanto alguns acham que a religião delas é rígida demais, algumas delas acham que a nossa é pecaminosa. Então vamos nos respeitar mantendo o bom senso.

Pessoas de diversas nacionalidades e diferentes culturas frequentam as praias tailandesas.

Pessoas de diversas nacionalidades e diferentes culturas frequentam as praias tailandesas. Créditos: ~W~ / Fonte: Flickr

Não compactue com a exploração animal

Se você ama mesmo os animais, não colabore com esse tipo de atração, que dopa e mutila os bichinhos para que eles fiquem mansos a ponto de deixarem você tirar uma foto praticamente em cima deles sem que reajam a isso, como manda o instinto de sobrevivência.

Circulam na internet vários materiais explicativos sobre os abusos sofridos por tigres, cobras e elefantes na Tailândia em nome do turismo. O pessoal do 360 meridianos fez um excelente artigo sobre o assunto em português. Vale a pena ler e se informar.

Não compre coisas de crianças na rua

Pessoas de bom coração sempre se apiedam quando veem crianças vendendo coisas na rua. No entanto, ao comprar coisas dos pequenos, você estará contribuindo com o trabalho infantil e, por consequência, para que eles não tenham a oportunidade de frequentar a escola. Em muitos casos, com a orientação de adultos, essas crianças se tornam batedores de carteira e se aproveitam da aparente fragilidade para lhe furtar.

Crianças tailandesas.

Crianças tailandesas. Créditos: Pseudopam / Fonte: Flickr

Não use e não transporte drogas

A Tailândia tem leis muito rigorosas referentes ao transporte, compra e consumo de substâncias ilícitas. Se você for pego portando ou usando drogas, estará sujeito à severas punições, como anos de prisão ou até a pena de morte, como aconteceu com os brasileiros pegos na Indonésia.

Estas são as nossas dicas fundamentais para você ter uma boa convivência com os tailandeses. Se tivermos nos esquecido de algo importante, por favor, escreva no espaço abaixo.

Até a próxima!

Ler mais sobre o nosso Mochilão Asiático

Se você gostou deste artigo e gostaria de ler outros sobre o nosso mochilão pela Ásia, veja abaixo por onde passamos e boa leitura.

United-States flag
Estados Unidos

Thailand flag
Tailândia

Outras notícias sobre a Tailândia

Vietnam flag
Vietnã

Malaysia flag
Malásia

Em breve

Singapore flag
Singapura

De malas prontas para Bangkok?

Buddy Boutique Inn

62 Chakrapong Road, Taladyod, Pranakorn

Com quartos modernos a preços acessíveis, o Buddy Boutique Inn está rodeado pelas opções de animação nocturna de Khaosan e fica ao lado de um famoso restaurante tailandês. O acesso Wi-Fi está disponível de forma gratuita.

Verificar disponibilidade

Descrição obtida de Booking

Com quartos modernos a preços acessíveis, o Buddy Boutique Inn está rodeado pelas opções de animação nocturna de Khaosan e fica ao lado de um famoso restaurante tailandês. O acesso Wi-Fi está disponível de forma gratuita.

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Em Bangkok, nossa sugestão de hospedagem é o Buddy Boutique Inn.

É altamente recomendável contratar um seguro viagem para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Ou então aprenda aqui a contratar um seguro viagem.

Do Brasil, o voo mais barato para Bangkok sai de Rio de Janeiro no dia 11/05/17 e custa R$1.746,76 (clique aqui para ver todas as datas disponíveis). Confira também outras opções de voo para Bangkok.

Com base em cotações atualizadas do Yahoo Finance a cada duas horas, a proporção entre o baht tailandês e o real é de 1 THB para 0,0899 BRL. Você pode simular o valor que deseja converter com os preços das casas de câmbio clicando aqui.

Sobre Gisele Rocha

Formada em Comunicação Social pela UFJF. Andou meio mundo tentando descobrir o que queria fazer, até descobrir que queria mesmo era andar pelo mundo.
  • Fernando Tardy

    Tiger Knee