Tribos do mundo: pinturas, adornos e manifestações culturais

Você certamente conhece alguém que adora se produzir e está sempre antenado nas novas tendências, seja de roupas, penteados, cortes de cabelo ou maquiagem. E por que nos preocupamos tanto em seguir a moda ou a um estilo particular? Se você respondeu “futilidade“, a resposta está errada.

Nos produzimos para nos diferenciarmos ou aproximarmos de determinado grupo, para realçarmos a nossa beleza natural ou ocultarmos aquilo que não nos agrada, ou até mesmo para nos caracterizarmos de acordo com a temática de algum evento (carnaval, festa junina, halloween, etc). Percebemos também que quanto mais solene a ocasião, maior a complexidade da pintura. E isso acontece não é de hoje, apenas as técnicas e os materiais utilizados foram mudando com o passar do tempo. Podemos dizer, então, que o modo como nos produzimos está intrinsecamente ligado ao meio no qual estamos inseridos e, portanto, nada mais é que uma forma de expressão da nossa cultura e identidade.

É o que podemos constatar através dos registros feitos pelo fotógrafo francês Eric Lafforgue, que viajou por mais de uma década fotografando pinturas corporais em diversas tribos e anotando os seus significados, que vão desde a adoração de algum deus, demonstrar autoridade sobre o grupo, realçar a beleza, afastar maus espíritos ou simplesmente proteção contra insetos e queimaduras ocasionadas pela exposição ao sol. Veja algumas dessas imagens:

Mulher com pintura tribal para um rito em Mount Hagen, na Papua-Nova Guiné

Mulher com pintura tribal para um rito em Mount Hagen, na Papua-Nova Guiné. Créditos: Eric Lafforgue

Mulher vestida de caveira para o Sing Sing, cerimônia tradicional no Mount Hagen, Western Highlands, na Papua-Nova Guiné

Mulher vestida de caveira para o Sing Sing, cerimônia tradicional no Mount Hagen, Western Highlands, na Papua-Nova Guiné. Créditos: Eric Lafforgue

Um dançarino de Kathakali com vestes e pinturas tradicionais. Kochi, Índia

Um dançarino de Kathakali com vestes e pinturas tradicionais. Kochi, Índia. Créditos: Eric Lafforgue

Mulher da tribo Mursi com o rosto pintado e um cocar de conchas. No Vale de Omo, Etiópia

Mulher da tribo Mursi com o rosto pintado e um cocar de conchas. No Vale de Omo, Etiópia. Créditos: Eric Lafforgue

Homem pintado para o ritual Theyyam, em Thalassery, na Índia

Homem pintado para o ritual Theyyam, em Thalassery, na Índia. Créditos: Eric Lafforgue

Mulher da tribo Kikuyu, no Quênia

Mulher da tribo Kikuyu, no Quênia. Créditos: Eric Lafforgue

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

Pessoas com pintura tribal para o Sing Sing, cerimônia tradicional no Mount Hagen, Western Highlands, na Papua-Nova Guiné

Pessoas com pintura tribal para o Sing Sing, cerimônia tradicional no Mount Hagen, Western Highlands, na Papua-Nova Guiné. Créditos: Eric Lafforgue

Produção mais elaborada para um festival na Ilha de Penang, Malásia

Produção mais elaborada para um festival na Ilha de Penang, Malásia. Créditos: Eric Lafforgue

Homem usando um arranjo feito com plantas e o rosto pintado para o Festival de Tapati, na Ilha de Páscoa

Homem usando um arranjo feito com plantas e o rosto pintado para o Festival de Tapati, na Ilha de Páscoa. Créditos: Eric Lafforgue

Menino protegido pela pintura no Vale do Omo, Etiópia

Menino protegido pela pintura no Vale do Omo, Etiópia. Créditos: Eric Lafforgue

As pinturas também são usadas para proteção contra os raios solares, como neste caso no Vale do Omo, Etiópia

As pinturas também são usadas para proteção contra os raios solares, como neste caso no Vale do Omo, Etiópia. Créditos: Eric Lafforgue

Meninos vestidos com roupas tradicionais durante o Festival de Borobudur, ilha de Java, na Indonésia

Meninos vestidos com roupas tradicionais durante o Festival de Borobudur, ilha de Java, na Indonésia. Créditos: Eric Lafforgue

Eric disse ao jornal Daily Mail que “as pessoas estão sempre dispostas a explicar aos estrangeiros os significados de cada elemento de sua cultura, mesmo que às vezes seja muito complicado entendê-los“.

Muito bacana, né? Você ainda acha que roupas, maquiagens e adereços são futilidades?

Créditos da imagem de capa: Eric Lafforgue

De malas prontas para Etiópia, Malásia e Índia?

É altamente recomendável contratar um seguro viagem para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Ou então aprenda aqui a contratar um seguro viagem.

Com base em cotações atualizadas do Yahoo Finance a cada duas horas, a proporção entre o Birr etíope e o Real é de 1 ETB para 0,1401 BRL, já a proporção entre a Rupia indiana e o Real é de 1 INR para 0,0496 BRL e a proporção entre o Ringuite malaio e o Real é de 1 MYR para 0,7334 BRL. Você pode simular o valor que deseja converter com os preços das casas de câmbio clicando aqui.

Sobre Gisele Rocha

Formada em Comunicação Social pela UFJF. Andou meio mundo tentando descobrir o que queria fazer, até descobrir que queria mesmo era andar pelo mundo.