Visitando as Florida Keys em um final de semana

As Florida Keys são um arquipélago composto por mais de 1500 ilhas que se estendem para o oceano a partir de Miami. Você já se imaginou dirigindo por longas pontes oceano adentro? Pois é, difícil imaginar! Quando se está passando por elas a sensação é de perplexidade tamanha a beleza do lugar.

Essas estradas são apenas parte de tudo o que as Florida Keys têm a oferecer. Parques estaduais, trilhas, praias paradisíacas, passeios de barco, snorkeling, recifes de corais e várias outras atrações naturais e produzidas pelo homem compõem a gama de amplas opções para que você passe dias maravilhosos por lá.

Durante sua road trip pelos Estados Unidos, o Viajei Bonito separou apenas um final de semana para tentar conhecer o máximo que fosse possível. Julgamos ter sido pouco tempo, era o que tínhamos, mas de qualquer forma aproveitamos cada segundo e trazemos a você nos próximos parágrafos como aproveitar as Florida Keys em um curto espaço de tempo.

Vamos supor que você tem apenas um sábado e um domingo para conhece-las: este é o artigo certo para você!

Como chegar às Florida Keys

Supondo que você esteja vindo do norte, passando por Tampa, basta se manter na Interstate 75 o tempo todo, até os arredores de Miami. A partir daí você pegará a U.S. Route 1 – estrada que atravessa toda a costa leste dos Estados Unidos. Nós optamos por fazer um caminho alternativo, saindo da I-75, pegando a 41 próximo à Naples, pois queríamos fugir um pouco da autoestrada para ter mais contato com o caminho, mas no fim todas convergem para a rota um.

Sugestão de roteiro pelas Florida Keys

Vamos descrever nosso roteiro de um final de semana, sugerindo algumas pequenas modificações para que você tenha pelo menos uma noção de quanto tempo vai precisar para conhecer as Florida Keys. De qualquer forma, consulte e faça muita pesquisa, pois há vários pontos turísticos espalhados e que são pouco divulgados. É certo que passamos despercebidos por vários deles.

Para começar recomendamos que você faça sua reserva para Key West – a última das ilhas habitadas. Assim você pode montar um roteiro passando por várias atrações ao longo das ilhas chegando ao final do dia onde você passará a noite.

Independentemente de você estar saindo de Tampa ou Miami, saia cedo! Você vai ter muita coisa para explorar no caminho, mas não se preocupe em chegar à Key West somente à noite. Lembre-se: a própria estrada é uma das atrações turísticas do arquipélago.

Você já deve estar ansioso para começar a viagem, não é? Mas antes que você saia do continente e pegue a primeira estrada rumo às Keys, aqui vai a dica de ouro caso você esteja com orçamento reduzido em sua viagem: abasteça o máximo que puder antes da primeira ilha. Chega a ser curioso como o preço do combustível vai aumentando gradualmente a cada ilha até Key West. Quando fomos, entre cada uma das ilhas havia algo em torno de quatro centavos por galão a mais do que a ilha anterior.

John Pennekamp Coral Reef State Park

O parque estadual de preservação de corais em Key Largo – primeira das ilhas – é uma ótima parada para descanso. A partir dali, 100 milhas (ou 161 km) serão ainda necessárias até Key West. Sem pressa!

A vida marinha e os belos recifes de corais são suas principais atrações. Caso você tenha óculos para snorkeling, sinta-se livre para mergulhar na prainha que fica logo após a recepção ou então fique atento aos horários em que grupos são levados para observação, guiados por funcionários do parque. Esses tours são pagos e estão disponíveis no site oficial do parque.

Nosso primeiro contato foi com uma enorme iguana que atravessou nadando em meio aos banhistas como se fosse a dona do lugar. No momento achamos que se tratava de um jacaré e nos afastamos, até perceber que o bichinho era inofensivo. Minutos depois enquanto lavávamos os pés para voltar para o carro, um guaxinim deu as caras atrás do chuveiro comendo algumas sobras de comida que turistas mal educados haviam deixado por ali.

Guaxinim que apareceu no John Pennekamp Coral Reef State Park enquanto lavávamos os pés, em Florida Keys, Estados Unidos

Guaxinim que apareceu no John Pennekamp Coral Reef State Park enquanto lavávamos os pés, em Florida Keys, Estados Unidos. Créditos: Gisele Rocha

Se você passar uma ou duas horinhas no John Pennekamp Coral Reef State Park, você provavelmente estará com fome e a hora do almoço estará se aproximando. Será comum cair na tentação de sentar no primeiro restaurante do caminho mas saiba que poderá custar caro. Abrimos mão de comer os tradicionais frutos do mar para experimentar a legítima comida cubana.

Sunshine Food

Seguindo viagem mar adentro, a 18 milhas (29 km) do parque encontramos um restaurante de comida cubana que nos deixou mais do que satisfeitos. O lugar era tomado pela simplicidade e bom atendimento. Pedimos um bife de frango à milanesa, que na verdade era à parmegiana. Detalhe: pedimos apenas um, dividimos e ainda comemos mais do que precisávamos, para não desperdiçar.

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

Aquele rango que você come depois de passar uma manhã quente nadando chega a funcionar como sonífero, por isso o motorista deve moderar nessa hora: coisa que não fizemos. Por volta das 13:00 o sono tomava conta, mas nada que um café de posto de gasolina não tenha resolvido.

Restaurante de comida cubana, nas Florida Keys, Estados Unidos

Restaurante de comida cubana, nas Florida Keys, Estados Unidos. Créditos: Adriano Castro

Bahia Honda State Park

Assim com o John Pennekamp Coral Reef State Park, o Bahia Honda State Park também possui diversas atividades relacionadas à vida marinha. Suas praias, entretanto, são um pouco diferentes. Sabemos que marés mudam o tempo todo então é complicado descrever uma praia a partir da areia para o oceano, mas quando fomos ao parque, era possível andar por vários e vários metros mar adentro sem molhar a barriga, de tão raso que era o lugar. A partir de um certo momento havia tanta planta no fundo que chegava a dar nervoso pisar sem ver o pé.

Bahia Honda State Park, em Florida Keys, Estados Unidos

Bahia Honda State Park, em Florida Keys, Estados Unidos. Créditos: Gisele Rocha

Para fazer snorkeling por ali tivemos dificuldade justamente porque é raso demais, então você mal tem espaço para mexer as pernas. A água, por sua vez, era muito quente, ótima para quem curte sentar e relaxar, uma vez que não havia ondas.

Uma das atrações do parque é visitar as antigas partes da estrada, que hoje está desativada para veículos automotores. A grande construção é um verdadeiro museu a céu aberto e uma paisagem ótima para fotografar.

Trecho da antiga estrada das Florida Keys, em Bahia Honda State Park

Trecho da antiga estrada das Florida Keys, em Bahia Honda State Park. Créditos: Adriano Castro

Pôr do sol em Hog Key

Se você passou o resto da tarde em Bahia Honda State Park e está com disposição para dirigir por 10 minutos na direção oposta, poderá parar em Hog Key para assistir a um pôr do sol fantástico em uma das pontes desativadas que faziam parte da antiga estrada. É praticamente um camarote.

Pôr do sol em Hog Key, nas Florida Keys, Estados Unidos

Pôr do sol em Hog Key, nas Florida Keys, Estados Unidos. Créditos: Viajei Bonito

Quando o espetáculo terminar, é hora de rumar para Key West por mais uma hora dirigindo.

Existem hostels em Key West, como o Seashell International Hostel And Motel (mais detalhes do local são apresentados no final do artigo). Juntamente com as áreas de camping, eles são as opções mais em conta, uma vez que Airbnb não é água do mar, mas pode ser um pouquinho salgado.

Vida noturna em Key West

Então você acabou de chegar e ainda quer aproveitar a cidade antes de dormir?

Key West pode parecer uma cidade pacata praiana, mas uma de suas ruas tem bastante opção para quem está em busca da vida noturna. A Duval Street possui vários barzinhos, restaurantes e pubs com música ao vivo. A quantidade de turistas e de luzes traz um clima agradável para terminar o dia.

A noite na Duval Street, Key West, Florida Keys, Estados Unidos

A noite na Duval Street, Key West, Florida Keys, Estados Unidos. Créditos: Stig Nygaard / Fonte: Flickr

Mas como você provavelmente passou o dia inteiro dirigindo, no sol ou nadando, provavelmente estará pregando os olhos a essa hora. Não se preocupe se a ideia de dormir possa parecer desperdício de tempo, porque há muita coisa para fazer no segundo dia.

O que fazer em Key West

Lá se foi um sábado intenso, com muita estrada e paisagens paradisíacas. E o nosso domingo começa inspirado!

A pequena cidade de Key West possui vários pontos turísticos interessantes. Faróis desativados, parques naturais e praias repletas de beleza são várias das opções.

Você pode começar o dia em Southernmost Point Buoy, que é um monumento de concreto representando o ponto mais ao sul dos Estados Unidos. Dizem que é possível ver Cuba dali, em um dia ensolarado, mas não foi o nosso caso. Noventa milhas separam os dois países, algo em torno de 145 km.

Southernmost Point Buoy, em Key West, Florida Keys, Estados Unidos

Southernmost Point Buoy, em Key West, Florida Keys, Estados Unidos. Créditos: Gisele Rocha

Próximo ao monumento há o Lighthouse Tower and Keeper’s Quarters, farol que serve como museu e permite que os visitantes tenham belas vistas da cidade.

Mas é bem provável que você não queira passar o domingo ensolarado em meio a construções, ruas pavimentadas e casas. As praias de Key West merecem ser exploradas. Escolhemos a Fort Zachary Taylor para passar a manhã de domingo e nela pudemos usar nossos óculos de snorkeling para observar a vida marinha e os corais, que são riquíssimos por lá.

Sua areia machuca um pouco por conta das conchas e pedrinhas e no final já estávamos com os pés irritados. Vimos muitas pessoas usando crocs para nadar, uma vez que se você nada de chinelo terá problemas e a parte que machuca é justamente no momento de sair da água. Fica aqui a dica!

As demais praias também merecem sua atenção: South Beach, Dog Beach, Higg’s Beach, Rest Beach e Smathers Beach. Mas se você já estará partindo no domingo, assim como fizemos, escolha uma ou duas para aproveitá-las melhor.

Ficamos até o fim do dia e deixamos para dirigir o caminho de volta à noite. Uma coisa é certa: os pequenos engarrafamentos que pegamos ao longo das Keys no sábado são menores ou até nulos durante a noite, por isso a viagem de volta poderá ser um pouco mais rápida.

Dicas rápidas sobre as Florida Keys

  • O vento por lá é intenso e a região pode receber temporadas de atenção com relação a furacões. Por isso é interessante acompanhar sites informativos como o Welcome to the Florida Keys and Key West Official Tourist Development Website;
  • Muito protetor solar! Nós fritávamos até enquanto caminhávamos por ruas com sombra!
  • Por mais que você veja alguns turistas com bebidas alcoólicas nas ruas, lembre-se: é proibido;

Onde se hospedar em Key West

Seashell Motel and International Hostel

718 South Street

Descrição obtida de Booking

Este motel está localizado em Key West, na Flórida, apenas a 7 minutos a pé do ponto mais a sul dos Estados Unidos. Dispõe de quartos com acesso Wi-Fi gratuito.

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Em menos de 48 horas conseguimos visitar um dos pontos turísticos de maior destaque na Flórida e temos total convicção de que você também é capaz se estiver disposto a passar grande parte do tempo dirigindo, sem pressa para chegar ou voltar. Como sempre gostamos de reforçar, uma boa viagem é aquela cujo caminho também faz parte, não somente o destino, e nas Keys você entende perfeitamente do que estamos falando.

Se você tem algum roteiro pelas famosas ilhas estadunidenses e gostaria de sugerir passeios e pontos turísticos, não deixe de falar conosco através dos comentários abaixo ou então em nossas redes sociais.

Boa viagem, e até um próximo destino fantástico.

De malas prontas para Estados Unidos?

É altamente recomendável contratar um seguro viagem para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Ou então aprenda aqui a contratar um seguro viagem.

Com base em cotações atualizadas do Yahoo Finance a cada duas horas, a proporção entre o Dólar dos Estados Unidos e o Real é de 1 USD para 3,1716 BRL. Você pode simular o valor que deseja converter com os preços das casas de câmbio clicando aqui.

Sobre Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!