Usando as pessoas como escala, veja como o Candelabro de Paracas é imenso