De Bike Pela Estrada Real – Dia #5: Tudo que sobe, desce

Dia 05 – Capela Do Saco (MG) – Carrancas (MG)

Total: 31 km

Amanheceu frio e nublado. Sinto-me cansado e com preguiça, mas logo me lembro do destino de hoje e me animo. Tomo café da manhã bem reforçado e parto para mais um dia de pedal.

Pedalando pela Serra de Carrancas, Estrada Real

Pedalando pela Serra de Carrancas, Estrada Real. Créditos: Rafael Barletta

O dono da pousada me alertou sobre os dois caminhos para se chegar a Carrancas. Um pelo asfalto e o outro pela temida Serra de Carrancas.

Claro que optei pela serra. Não faria sentido ir pelo asfalto e deixar a “majestosa” de lado. Então, rumo à Serra!

A estrada de Capela do Saco é muito boa. Larga e com muitas descidas. O problema é que no final das descidas sempre tem mata-burros na vertical! Freia-se tudo, passa empurrando e depois volta ao pedal…

Mata-burro na Estrada Real

Mata-burro na Estrada Real. Créditos: Rafael Barletta

Quando você chega na “entrada da serra”, uma placa já te recebe com os seguintes dizeres: “Só sobe carro 4X4” Yeah!!!

Até o momento eu agradeço pelo tempo nublado. A subida é tensa! Praticamente toda subida é empurrando a bike. A vantagem de empurrar é que você repara melhor a sua volta. Sozinho. Ninguém. Só você.

Durante a subida encontro com cachoeiras ao lado da estrada. Largo a bike e vou observar aquelas águas límpidas e geladas! Faço um descanso e depois continuo a procissão rumo ao topo.

Foram quase duas horas só de subida. Na maioria das vezes, empurrando. Como a paisagem é sensacional, vale a pena passar pela serra. O visual é surreal!

Já na parte de cima, e alguns minutinhos de pedal, você já começa enxergar Carrancas. Um alívio, rs. Comecei a ficar ansioso e a pedalar mais rápido, mas logo me contive. “Pra quê essa pressa rapaz?! Aprecie a paisagem e deixa a bike fazer o resto”. Coloco um reggaezim pra tocar. Vooooa…

Tudo que sobe, desce.

E lá vou eu sentido Carrancas! Descida tranquila que te leva bem na entrada da cidade. Aproveitei que tinha um posto de gasolina e já mandei um jato de água na relação da velha e boa mongoose. Pronto. Ela já está de banho tomado. Agora só falta eu.

Mapa da Estrada Real

Mapa da Estrada Real. Créditos: Rafael Barletta

Já está próximo de meio dia e será ótimo encontrar os amigos que estão em algum lugar de Carrancas.

Como eu disse no post anterior, é feriado de Corpus Christi e a cidade está em festa. Aliás, peguei bastantes comemorações nas outras cidades que passei.

Chego à pousada e não tem ninguém. Arrumo minhas coisas, tomo banho, lavo praticamente todas as roupas e saio sozinho para almoçar… Não espero cinco minutos e chega todo mundo. Surpresos, maravilhados com a cidade, ansiosos pelas histórias, secos em uma cerveja! Faço minha refeição (macarrão, claro!) e vamos a um boteco com televisão para assistir algum jogo da copa. Ah! Tá tendo Copa!

Tirei o sábado para descansar. Aproveitamos para tomar banho de cachoeira, passear e no domingo cedo sigo viagem. Eu aqui e eles lá, no sentido contrário.

Trilha pra cachoeira

Trilha pra cachoeira. Créditos: Rafael Barletta

Não vejo nenhum problema em viajar sozinho, mas os dias passados em boas companhias me alimentaram a alma e de certa forma me fizeram lembrar quem eu sou e o que estou fazendo ali. Viajando de bike, sem pressa, conhecendo lugares e pessoas (você nunca está sozinho, lembre-se disso!). A partir de Carrancas eu tive certeza. Falta muito, mas meu destino final é Paraty!

Domingo a programação vai ser Carrancas – Traituba – Cruzília, aproximadamente 70 km.

Sempre em paz.


De Bike Pela Estrada Real – Dia #5: Tudo que sobe, desce

Prepare-se para viajar

Ícone seguro viagem

Use o cupom CRIANCA para adquirir o seguro viagem com até 20% de desconto, pagando via PIX ou boleto bancário. Além da cobertura médico-hospitalar, você também estará protegido em casos de cancelamento de viagem, extravio ou danos à bagagem.

Ícone hotel

Reserve hospedagem com antecedência através do Booking e Hostelworld para garantir preços promocionais. Parcelamento sem juros no cartão de crédito e possibilidade de cancelamento reembolsável.

Garanta internet em mais de 210 países utilizando o chip da Easysim4u, que nós já testamos na Europa e do norte ao extremo sul das Américas. Use o cupom SPRING e garanta 50% de desconto.

Compre passagens aéreas com até 35% de desconto usando o comparador de preços ou utilize a ferramenta quando viajar, um calendário que mostra as tarifas mais baixas para o destino que você escolher.

Tenha liberdade para ir aonde quiser alugando um carro através da Rentcars, que atua em parceria com locadoras renomadas do mundo todo. Parcele sem IOF em até 12x ou cancele sem custos.

Pague menos comprando suas passagens de ônibus com a ClickBus, a empresa líder em vendas online de passagens rodoviárias, trabalhando em parceria com mais de 140 empresas em mais de 4 mil destinos!

Faça passeios guiados em qualquer lugar do mundo e fure a fila comprando ingressos com antecedência através da GetYourGuide. Cancele sua reserva até 24 horas antes do início de sua atividade e obtenha reembolso integral.

Rafael Barletta

Possui bacharel e licenciatura em Geografia. Leciona para os ensinos médio e fundamental de escolas públicas e particulares. Gasta todo seu salário no mundo duas rodas e em viagens. Não dispensa um feriado.

2 pensou em “De Bike Pela Estrada Real – Dia #5: Tudo que sobe, desce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo