Museus de Juiz de Fora que nem os juiz-foranos conhecem

Juiz de Fora é a terceira maior cidade de Minas Gerais, com mais de 500 mil habitantes, e é conhecida também como a Princesinha de Minas! Homenageada em músicas, poemas e obras de artes, a cidade é berço de artistas e famosos renomados como o jogador de vôlei Giovane Gávio, a jornalista Leda Nagle, o humorista Pedro Bismarck, a dançarina Sheila Carvalho, dentre outros.

Conhecida por seu povo como a cidade das 4 estações em um só dia, a nossa Juiz de Fora respira cultura! Vamos a nossa pergunta: você conhecesse todos os museus de Juiz de Fora?

Hoje lhe apresentaremos oito lugares que talvez você não conheça. Se você mora aqui e não fazia ideia da existência de tantos museus na cidade, confira este artigo do Viajei Bonito e programe-se para visitá-los. Você nunca mais vai dizer que “não tem nada para fazer em Juiz de Fora”.

Quando se fala em museus de Juiz de Fora os conterrâneos logo pensam no Museu Mariano Procópio, primeiro museu de Minas Gerais, onde se encontra um dos principais acervos da período imperial brasileiro. Infelizmente, o espaço passa por uma longa reforma e não está aberto ao público.

Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora, o primeiro museu de Minas Gerais

Museu Mariano Procópio, em Juiz de Fora, o primeiro museu de Minas Gerais. Créditos: Gil Velloso / Arquivo PJF

Segundo a assessoria do museu, as reformas não têm data prevista para acabar, porém o jardim Museu Mariano Procópio é aberto à visitação gratuitamente. O jardim de inspiração inglesa foi idealizado pelo fundador do museu de Juiz de Fora, o comendador Mariano Procópio Ferreira Lage.

Atualmente o local é escolhido para realizações de piqueniques e programas infantis de férias. Com lagos, patinhos nadando e uma variedade incrível de árvores, o jardim é um lugar agradável para se visitar. À noite o ambiente fica todo iluminado com luzes de diversas cores, realçando ainda mais o belo lago que possui.

Conheça a história do Museu Mariano Procópio no site oficial da instituição.

Horário de funcionamento
De terça a domingo, de 8 às 18 horas. Entrada gratuita.

Endereço
Dom Pedro II, 350 – Mariano Procópio

Telefone
(32) 3690-2200

1 Museu de Arte Murilo Mendes

Museu de Arte Murilo Mendes, em Juiz de Fora, Minas Gerais

Museu de Arte Murilo Mendes, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Créditos: Gil Velloso

Primeiramente, quem foi Murilo Mendes? Murilo Mendes foi um escritor surrealista e poeta renomado que nasceu na cidade de Juiz de Fora em 13 de maio de 1901. Após o seu falecimento em 13 de agosto de 1975 na cidade de Lisboa, Portugal, sua esposa doou a biblioteca do poeta para a Universidade Federal de Juiz de Fora, com os livros do escritor!

Em 1996 outras obras do autor vindas da Europa ajudam a compor a biblioteca que foi transferida nesse mesmo ano para o prédio antigo da faculdade de Filosofia e Letras da UFJF sob o nome de Centro de Estudos Murilo Mendes.

Por fim, em 2005, o que hoje chamamos de Museu Murilo Mendes foi inaugurado! Conhecido também como MAMM, o museu de Juiz de Fora abriga livros, documentos e obras de arte legítimas pertencentes ao autor. Destacam-se entre elas as criações de Picasso, Miró, Hans Richter, Guignard e Portinari. Se você pedir, um guia pode lhe acompanhar e passar informações preciosas.

As mostras não são fixas, mas o local sempre exibe releituras do acervo das obras de Murilo Mendes. Dentre os grandes nomes que lá expuseram estão Maurício de Souza, Mário Azevedo Mauricio Bentes, Beatriz Milhazes, dentre outros.

Periodicamente o local apresenta exibições de obras de arte de outros artistas que vale a pena serem visitadas, além de exibição de filmes, cursos, oficinas e palestras.

Horário de Funcionamento
Segunda-feira, das 12 às 18 horas e de terça a sexta-feira, das 9 às 18 horas. Entrada gratuita.

Endereço
Rua Benjamin Constant, 790 – Centro

Telefone
(32) 3229-9070

2 Memorial da República

Memorial da República Presidente Itamar Franco, inaugurado em 2015 em Juiz de Fora, Minas Ferais

Memorial da República Presidente Itamar Franco, inaugurado em 2015 em Juiz de Fora, Minas Ferais. Créditos: Divulgação UFJF

Localizado bem ao lado do Museu de Arte Murilo Mendes, o Memorial da República foi inaugurado em 2015 como forma de expor o acervo acumulado ao longo da trajetória política de Itamar Franco e preservar a sua memória.

O acervo conta com documentos, fotos, cartas, medalhas e até o icônico Fusca do Itamar, nome carinhoso dado ao modelo que voltou a ser fabricado no Brasil em 1993 por sugestão do próprio governante, para que os menos endinheirados tivessem acesso aos carros populares.

Há ainda uma biblioteca com milhares de livros doados pela família do homenageado que podem servir como fonte de consulta para pesquisadores. Alguns vídeos sobre a vida pública do político mineiro são exibidos ininterruptamente para os visitantes.

Parte importante da história política de Minas está documentada no Memorial da República, enfatizando a trajetória de Itamar, que foi prefeito da cidade, governador do estado, senador e presidente da república após o impeachment de Fernando Collor.

Horário de Funcionamento
Às segundas, das 12h às 18h; e de terças a sextas, das 9h às 18h. Entrada gratuita.

Endereço
Rua Benjamin Constant, 790 – Centro

Telefone
(32) 3212-2078

3 Museu Ferroviário de Juiz de Fora

Museu Ferroviário de Juiz de Fora, Minas Gerai

Museu Ferroviário de Juiz de Fora, Minas Gerais. Créditos: Carlos Mendonça / Arquivo PJF

Para os apaixonados por trens, taí um museu incrível!

Inaugurado como museu no ano de 2003, o ambiente conta a história das ferrovias e trens da cidade de Juiz de Fora. O local tem 5 salas temáticas com relógios, peças locomotivas, louça, etc. Ao todo são 311 peças que ajudam a recontar a história da antiga estação ferroviária Leopoldina.

O acervo se encontra no prédio da antiga estação que hoje é patrimônio histórico. Na entrada do local encontramos uma mini locomotiva a vapor. Já foi lá?

Horário de Funcionamento
De segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas. Entrada gratuita.

 Endereço
Av. Brasil, 2001 – Centro

Telefone
(32) 3690-7055

Siga nossa página no Facebook

4 Museu de Cultura Popular

Fachada do Fórum da Cultura, que abriga o Museu de Cultura Popular e o Grupo Divulgação

Fachada do Fórum da Cultura, que abriga o Museu de Cultura Popular e o Grupo Divulgação. Créditos: Grupo Divulgação / Fonte: Facebook

Mais conhecido como Fórum da Cultura, o Museu de Cultura Popular foi baseado nas obras do professor, escritor, advogado, sociólogo e dentista Dr. Wilson de Lima Bastos quem foi que criou o Centro de Estudos Sociológicos em 1962. Antes de ocupar o local que ocupa hoje, o museu, que na época era esse centro de estudos, inaugurou em 1963 o Departamento de Folclore que dois anos depois se transformou em Museu do Folclore e teve como patrono o folclorista Lindolfo Gomes.

No ano de 1975 todo o acervo do Museu do Folclore foi transferido para o Fórum da Cultura e em 1873 foi doado para Universidade Federal de Juiz de Fora. Dez anos depois o professor José Luiz Ribeiro assumiu a administração do museu e está na direção até hoje. O professor e artista agregaram ao museu de Juiz de Fora novas atividades, dentre elas o Grupo Divulgação de teatro, que completou 50 anos em 2016. As peças são escritas e dirigidas por José Luiz Ribeiro.

O prédio do Fórum da Cultura é tombado como patrimônio histórico. Já na entrada podemos ver as janelas de vidro enfeitadas com rosas pintadas, sem contar na bela escadaria de madeira e os lustres finos que o permeiam. O Fórum da Cultura é o prédio que abriga o Museu da Cultura popular, o teatro Divulgação, a Galeria de Arte, o Coral Universitário e o Centro de Estudos Teatrais.

As visitas ao acervo do Museu de Cultura popular são gratuitas. O local oferece mostras temáticas mensais com o objetivo de resgatar e valorizar o trabalho do fundador. O folclore é representado por peças do acervo que chegam a mais de três mil, entre elas presépios, imagens religiosas, piões, cerâmicas de várias partes do país etc. Fique por dentro da programação.

Horário de Funcionamento
De segunda a sexta, das 14 às 18 horas. Entrada gratuita.

Endereço
Rua Santo Antônio, 1.112 – Centro

Telefone
(32) 3215-3850

5 Museu do Crédito Real

O Museu do Crédito Real habita um belíssimo prédio construído pela Pantaleone Arcuri na década de 1930. Fica no Centro de Juiz de Fora

O Museu do Crédito Real habita um belíssimo prédio construído pela Pantaleone Arcuri na década de 1930. Fica no Centro de Juiz de Fora. Créditos: Gisele Rocha

Você já ouviu falar do Museu do Crédito Real? Sabe aquele prédio lindo e antigo na esquina da Getúlio com o Calçadão? É lá que se encontra um dos Museus de Juiz de Fora mais ricos em história. O prédio foi construído no fim da década de 20 e é patrimônio histórico tombado pelo IEPHA, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

O Museu foi inaugurado em 1964 com o objetivo de preservar e homenagear o Banco do Crédito Real, banco mais antigo de Minas Gerais e que foi criado por Dom Pedro II. O local reconta a trajetória do banco durante os anos com documentos, mobílias, cédulas e moedas antigas de vários países e épocas.

Se você estiver pensando em ir ao museu em grupo, com alguma escola ou instituição, é necessário um agendamento prévio para uma visita guiada. Atualmente o museu é parte da Superintendência de Museus e Artes Visuais de Minas Gerais.

Horário de Funcionamento
De segunda a sexta, de 9 às 18 horas. Entrada gratuita.

Endereço
Avenida Getúlio Vargas, 455, Centro

Telefone
(32) 3212-0973

6 Espaço Cultural dos Correios

O Espaço Cultural Correios (ECC) localiza-se na agência da Rua Marechal Deodoro da Fonseca, no centro de Juiz de Fora

O Espaço Cultural Correios (ECC) localiza-se na agência da Rua Marechal Deodoro da Fonseca, no centro de Juiz de Fora. Créditos: fly_jf20 / Fonte: photobucket

Se você vai frequentemente aos correios da Marechal só para mandar cartas, você precisa saber que ali funciona também o Espaço Cultural dos Correios! O prédio de 1935 onde funcionam os correios é patrimônio histórico tombado e a parte térrea do local reconta um pouco do passado artístico da princesinha de Minas.

Também chamado de ECC, o Espaço Cultural dos Correios foi inaugurado em 2007 e abriga monumentos artísticos que falam de várias instituições culturais da cidade, inclusive do Museu Mariano Procópio e do Museu de Artes Murilo Mendes. As exposições mudam de 45 em 45 dias, ou seja, novos objetos e novas obras são expostas nesse intervalo de tempo. Além disso, o espaço oferece aos artistas municipais a oportunidade de exporem suas obras para que elas sejam conhecidas.

Horário de funcionamento
De segunda a sexta, das 10 às 18 horas e aos sábados de 10 às 14 horas. Entrada gratuita.

Endereço
Rua Marechal Deodoro, 470, térreo, Centro

Telefone
(32) 3690-5715 / 3211-9660

7 Museu de Etnologia Indígena e História Natural

Museu de Etnologia Indígena e História Natural de Juiz de Fora, Minas Gerais

Museu de Etnologia Indígena e História Natural de Juiz de Fora, Minas Gerais. Créditos: Assessoria Colégio Academia

Como o próprio nome sugere, o Museu de Etnologia Indígena e História Natural retrata a história dos índios brasileiros e sua natureza. O local ocupa dois salões grandes dentro do Colégio Cristo Redentor (mais conhecido como “Academia”) onde ao total são expostas 1.300 peças como ossos, minerais, fósseis, animais secos etc.

Uma curiosidade bacana é que em 2014 o museu recebeu uma cópia perfeita do crânio de um mastodonte (mamute) para exposição. Além da história das tribos indígenas, o museu possui um núcleo de pesquisa interna a fim de levantar mais descobertas para a população. Apesar do tema indígena, o museu está aberto o ano todo para exposições temporárias sobre outros temas.

Horário de funcionamento
De segunda a sexta-feira, das 12h às 18h. Entrada gratuita.

Endereço
Rua Halfeld, 1179, Centro.

Telefone
(32) 2102-7761

8 Museu de Arqueologia e Etnologia Americana

Se você é do tipo apaixonado por pesquisa, não pode deixar de ir a esse museu! Foi criado em 1987 a partir da doação de um acervo arqueológico do ex-professor da UFJF, Franz Joseph Hochleitner.

Fugindo um pouco dos padrões convencionais dos outros museus, o Museu de Arqueologia e Etnologia Americana funciona com um núcleo de pesquisa com o objetivo de desenvolver projetos na área de Arqueologia, Antropologia e afins. O museu possui sítios arqueológicos em várias cidades de Minas e é parte de um ideal de institucionalização do Setor de Arqueoastronomia e Etnologia Americana, que atualmente se encontra na biblioteca da UFJF, mas brevemente estará em um novo prédio em construção na universidade.

Horário de Funcionamento
De segunda à sexta-feira, das 8 às 18 horas. Entrada gratuita.

Endereço
Rua José Lourenço Kelmer, S/n – Martelos, 205 do departamento de Transportes da Faculdade de Engenharia, no Campus da UFJF.

Telefone
(32) 3229-3765

Agora que você já conhece os museus de Juiz de Fora, que tal visitá-los? O melhor de tudo é que todos eles possuem entrada gratuita! Gostou? Então compartilhe com seus amigos!

Prepare-se para sua viagem

Ritz Plaza Hotel

Av. Rio Branco, 2000

Descrição obtida de Booking

O Ritz Plaza beneficia de uma localização central, de frente para o Centro Comercial Mister.

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Em Juiz de Fora, nossa sugestão de hospedagem é o Ritz Plaza Hotel. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostel World.

Vai alugar um carro? O preço do aluguel de veículos na categoria Economico em Juiz de Fora é de aproximadamente R$115,00 por diária pela Localiza (confira mais preços aqui). Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF. Veja como é simples fazer sua cotação e reservar um carro pela internet.

Mesmo sem a obrigatoriedade de contratar um seguro viagem ao viajar pelo Brasil, é altamente recomendável para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiro.

Em Juiz de Fora, o almoço simples sai por volta de R$16,00, já o fast-food sairá por mais ou menos R$25,00. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$5,67. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$2,00, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$4,00 e o pint de cerveja R$7,00.

Descubra quanto custa viajar para Juiz de Fora.

Do Brasil, o voo mais barato para Juiz de Fora sai de Brasília no dia 13/03/18 com volta em 16/03/18 e custa R$503,51 (ver as datas). Confira todas as opções de voo para Juiz de Fora.

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando! Créditos da imagem de capa: Carlos Mendonça