Foto de Catarina, a Grande, imperatriz déspota russa de origem alemã que enxergou o potencial econômico da vodka