Primeiro ponto antes de começar a planejar uma viagem para Morro de São Paulo, é saber que o distrito está em uma ilha sem acesso via estradas, o que por si só já encarece o preço do transporte e dos insumos – que percorrem um longo caminho para chegar até lá, nas gôndolas dos mercadinhos. O destino também é um dos mais procurados pelos brasileiros, e também pelos argentinos, durante o verão. Isso já onera mais um pouco o custo de hospedagem durante a alta temporada. Dito isso, organizamos tim tim por tim tim nossos gastos durante sete diárias em janeiro para lhe dar uma noção de valores. Já vai ser um bom ponto de partida na hora de organizar sua trip. Preparado? Então, quanto custa viajar para Morro de São Paulo?

Traslado de catamarã dura cerca de 2h30

Traslado de catamarã dura cerca de 2h30. Créditos: Rafael Barletta

Para ler em seguida

Passagem e traslados

Viajamos em janeiro e compramos a passagem de Belo Horizonte a Salvador meio em cima da hora, ao custo de R$ 600, já com as taxas. Do aeroporto, dividimos o táxi até o Mercado Modelo ao custo de R$ 25 por pessoa. Já no cais, o catamarã até Morro de São Paulo custou R$ 97.

Na volta, optamos pelo modal semi-terrestre, que envolve duas embarcações e duas vans. O valor, com desembarque já direto no aeroporto, foi de R$ 115 (importante comprar direto nas agências, pois os vendedores liberais cobram a mais para lucrarem a diferença)

Total gasto com transporte: R$ 837

Hospedagem

Optamos por nos hospedar na segunda praia, a mais balada das cinco praias de Morro de São Paulo, pois tivemos receio de ficar muito isolados. Por ser alta temporada e no meio do agito, até que encontramos uma pousada em conta. A diária casal na Pousada Girassol* custou R$ 200, em quarto simples mas honesto, com ar condicionado, TV e uma mini cozinha! Como tínhamos acesso exclusivo a um fogão e uma geladeira, minimizamos o gasto com comida e cerveja. A pousada não serve café da manhã, mas compramos tudo no supermercado do lado.

Total gasto com sete diárias: R$ 1400 / 2 = R$ 700

* Atualização: em 15 de outubro de 2018 identificamos que a Pousada Girassol não estava mais disponível no Booking. Você pode ver outras opções de hospedagem em Morro de São Paulo aqui.

Continua após a publicidade

Alimentação

Como a pousada não servia café da manhã, fizemos uma boa compra de R$80 com produtos para tomar um café reforçado por seis manhãs e alguns outros itens para comer no fim de tarde e levar para a praia. Como ficávamos o dia todo entre o mar e a areia, os petiscos seguraram a onda até a hora do almoço/jantar. Não deixamos de beber (algo caro na ilha) e não abrimos mão da sobremesa, mas procuramos lugares mais em conta. Em média, cada uma gastou cerca de R$ 50 por dia apenas no jantar.

Total gasto com alimentação: R$ 390

Passeios

Opções não faltam. Se quiser ocupar todos os seus dias na ilha com passeios turísticos, é possível. Porém, o custo nem sempre compensa e você pode acabar deixando de curtir a própria Morro de São Paulo. Fizemos apenas a volta à ilha para conhecer Moreré e Boipeba (e ficar com gostinho de quero mais). Em sua grande maioria, os demais tours são possíveis de fazer por conta própria, como contamos aqui.

Total gasto com passeios: R$ 75

Pôr do sol no cais de Morro de São Paulo

Pôr do sol no cais de Morro de São Paulo. Créditos: Adriano Prado / Fonte: Flickr

Dá para gastar menos?

Dá sim! No total, gastamos R$ 2.002 mas era possível gastar menos ainda. Demoramos a encontrar os restaurantes mais em conta e a descobrir algumas formas de gastar menos com passeios, mas as dicas para economizar em Morro de São Paulo estão todas aqui.

Sem conhecimento suficiente com relação aos melhores locais da ilha para se hospedar, acabamos optando também pelo lugar comum, a segunda praia, que é mais balada e, consequentemente, mais disputada. Mas na ilha é tudo tão perto, que se hospedar na vila garantirá tranquilidade e reais a mais na carteira.

Prepare-se para sua viagem

Em Morro de São Paulo, nossa sugestão de hospedagem é a Pousada Bahia Brasil (88, diárias a partir de R$360,00). Aprenda a reservar um hotel pela internet aqui. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, casas e quartos no Airbnb ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostelworld.

Quer economizar em sua viagem? Conheça então os cupons de desconto oferecidos pelo Viajei Bonito.

Mesmo sem a obrigatoriedade de contratar um seguro viagem ao viajar pelo Brasil, é altamente recomendável para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiroE se liga que tá rolando promoção! Até o dia 21/11/19 você pode usar o cupom BLACK para garantir 15% de desconto em sua apólice! Aproveite esse descontão porque ele é por tempo limitado! Como alternativa, nós sugerimos que você também faça uma cotação na Real Seguro Viagem.

Pesquise por preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais na plataforma da Kayak. Aprenda a criar um alerta de passagens aéreas em promoção.

Se você teve algum voo cancelado, atrasado, perda de conexão, overbooking, extravio de bagagem ou outros tipos de imprevisto com companhias aéreas, faça aqui uma consulta e descubra se você tem direito a indenizações. A Resolvvi cuida de toda a burocracia e você recebe o valor sem sair de casa, além de pagar apenas se ganhar.

A ClickBus é uma plataforma para compra de passagens de ônibus no Brasil indicada pela ampla quantidade de itinerários. Utilize o cupom ABUS5 para garantir 5% em sua compra.

Receba um desconto em sua primeira viagem com a Uber ao utilizar o cupom 9udns9 durante o cadastro pelo aplicativo ou então através deste link.

Adicione ao Pinterest

Clique na imagem para adicionar este artigo em seu Pinterest e veja também nossos painéis. Foto por: Hudson C. S. Souza / Fonte: Wikimedia Commons

Juliana Xavier

Formada em Comunicação Social, após 10 anos empreendendo seus conhecimentos em grandes empresas, decidiu que era hora de empreender em si mesma e ser livre para criar o que quiser.

Ver mais artigos de Juliana Xavier

Créditos da imagem de capa: Hudson C. S. Souza / Fonte: Wikimedia Commons

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *