Tudo começou com uma situação inusitada durante a compra das passagens entre o Rio de Janeiro e Moscou. Na ocasião, havia acabado de chegar em casa durante uma madrugada qualquer quando vi que a Alitalia estava com voos promocionais pra Rússia. Como era um destino o qual eu e Gisele estávamos com ideia de ir, pensamos por alguns dias e, como a promoção continuou, decidimos bater o martelo e visitar os países bálticos, a Finlândia, juntamente com as cidades russas de Moscou e São Petersburgo.

Acontece que queríamos comprar as passagens nos respectivos cartões de créditos, pra facilitar as contas. No momento em que preenchemos os dados e clicamos quase que simultaneamente no botão de pagamento, minha passagem foi comprada mas a dela não. A mensagem indicava que meu voo não tinha mais lugares disponíveis. Será mesmo que eu havia comprado a última? Receosos de que a promoção pudesse acabar, resolvemos comprar um trecho muito parecido pelo mesmo preço e depois tentar resolver essa situação juntamente com o atendimento da companhia aérea.

Resultado de tudo: tínhamos um voo juntos do Rio de Janeiro até Roma, na Itália, mas de lá a Gisele partiria para a Rússia oito horas antes de mim.

A tentativa de resolver a confusão

Nossas primeiras tentativas aconteceram com ligações para o Submarino Viagens e para a Alitalia, semanas antes dos voos. Infelizmente, a Alitalia passava a bola pro Submarino Viagens, que por sua vez cobrava uma taxa surreal para efetuar a mudança. Um de nossos princípios é o de viajar barato, sempre que possível, logo não fazia sentido arcar com tudo isso.

A última tentativa: diretamente no aeroporto.

Chegamos ao Galeão horas antes do voo que ía do Rio de Janeiro à Roma e partimos direto para o guichê da Alitalia. Ficamos algo em torno de uma hora e meia com a atendente tentando encontrar uma solução. Sem sucesso.

Aguardando no guichê da Alitalia em Roma

Aguardando no guichê da Alitalia em Roma. Créditos: Adriano Castro

Pensamos que talvez seria mais fácil tentar essa realocação para viajarmos juntos ao chegar em Roma. E seria, sim. Até porque depois das várias horas de voo no primeiro trecho da viagem, um dos atendentes da empresa, já em Roma, nos disse que seria perfeitamente possível reajustar os voos para que fizéssemos o último trecho juntos, mas que isso teria que ser resolvido diretamente no balcão de trânsito. Fomos felizes pra lá, mas a responsável que atende nesse balcão atrasou quase uma hora e o tempo para que a Gisele pudesse retirar as bagagens em trânsito e trocar de aeronave seria insuficiente. Resultado? Tivemos que manter os voos separados.

A conexão

Aguardei até que ela embarcasse pra decidir o que faria nas minhas horas restantes de espera no aeroporto de Roma. O que fazer em poucas horas na Itália? Ora, qualquer coisa! Se eu saísse do aeroporto apenas pra respirar e voltar já seria algo fora da minha rotina. Não precisamos de tanta criatividade assim pra preencher horas em uma conexão internacional.

Mas de qualquer forma, pelo menos um ou dois pontos turísticos eu precisava conhecer.

Roma Termini

Ainda durante o primeiro voo, um dos comissários de bordo anunciou que era possível pegar um ônibus da Alitalia na saída do aeroporto que levava até a estação central de Roma Termini, maior estação da cidade e que interliga ônibus, trens e o metrô. Era exatamente lá meu destino inicial, mas infelizemente nem tudo é bonito na prática. Ao sair do aeroporto não consegui encontrar o tal ônibus e o único atendente da empresa que encontrei no caminho me atendeu com muita má vontade. Rodei por um bom tempo caçando esse ônibus e como eu não tinha tanto sobrando, acabei optando por ir de trem. Pode ser também o seu caso. Basta sair do aeroporto em direção aos ônibus e atravessar a rua para chegar até a estação de trem. Lá mesmo comprei os tickets da ida e da volta, que custaram 14 euros cada. Sim! Bem salgado pra quem sabe da existência de um ônibus que me levaria de graça.

Chegada à estação de Roma Termini, em Roma, na Itália

Chegada à estação de Roma Termini, em Roma, na Itália. Créditos: Adriano Castro

A “viagem” até Roma Termini durou algo em torno de 30 minutos. Isto é, 30 minutos pra ir e 30 minutos pra voltar. Logo, uma hora de deslocamento. Vá fazendo as contas e batendo com o horário que você terá disponível em sua conexão, caso você também esteja de passagem por Roma!

De lá, um metrô me levaria até o Coliseu. Mas antes eu precisava resolver dois assuntos: comer e imprimir o voucher do hostel, já que a polícia russa poderia solicitá-lo em minha entrada algumas horas depois.

Continua após a publicidade

Os arredores de Roma Termini

Saindo da estação foi possível encontrar muitas opções de serviços e comércios. Em meu campo de visão eu já conseguia identificar uma pizzaria e uma lan house. Perfetto!

Arredores da estação de Roma Termini, em Roma, na Itália

Arredores da estação de Roma Termini, em Roma, na Itália. Créditos: Adriano Castro

Confesso que fiquei um pouco assustado na lan house. Minha mala principal estava no aeroporto, mas a que eu carregava comigo tinha meu passaporte, dinheiro, cartão de crédito, notebook e pra completar eu andava com câmera pendurada no pescoço. Estava praticamente gritando: venham, venham todos, me assaltem, sou turista!

Enfim, quando entrei na lan house pra imprimir meu voucher, reparei que ela estava cheia até demais e com algumas pessoas me encarando. Essas pessoas nem usando o computador estavam. Pra completar, o responsável no balcão me mandou pra um computador lá no final, sendo que havia vários computadores disponíveis na entrada. Do meu lado havia quatro pessoas em uma mesa, numa sala meio escura conversando numa língua que não era italiano, muito menos inglês. E pareciam estar nervosos.

Bom, enquanto mexia num computador extremamente limpo, cujo mouse parecia ter sido banhado a mel, reparei em um cartaz bem chamativo na parede: não somos responsáveis por objetos perdidos ou roubados no interior desta loja. “Eeeeeeeeeepa! Mas o que? É hoje que eu morro.”

Tratei de acelerar o passo, imprimi o documento, e deixei tudo logado, menos o Gmail, afinal de contas é mais importante se deslogar do e-mail do que perder a vida.

Paguei pela impressão e saí ileso do lugar.

Coliseu

Agora sim! Terminados os afazeres e de barriguinha cheia, fui direto para a estação de metrô dentro de Roma Termini e algumas poucas estações depois já estava no Coliseu de Roma, um dos pontos turísticos mais importantes da Itália.

A primeira imagem que você vê ao sair da estação é de arrepiar. Acredite em mim, as fotos abaixo não passam a emoção e a grandiosidade da construção. Você olha pro alto e a sensação é a de que vai cair pra trás.

Instantes depois pude ver algo que já foi tema de um artigo escrito pela Gisele, sobre ciladas comuns na Europa: os Gladiadores posando para fotos com turistas. Como eu já estava “vacinado”, recusava com estilo: No, grazie. Io non sono un turista.

Os arredores do Coliseu mostram parte da história da cidade em construções preservadas através dos séculos. Uma pena não ter tido tanto tempo pra explorar ainda mais tudo que há por lá. Sei que ficou faltando muita coisa, como por exemplo o Palatino.

Queria ainda ter ido ver o Vaticano, que ficava a algumas poucas estações de metrô de lá, mas precisava voltar ao aeroporto. Do Coliseu, gastei cerca de uma hora, visto que quando voltei pra Roma Termini, o trem já estava pronto pra partir e eu não precisei esperar tanto.

De volta ao Aeroporto Internacional de Roma, para aguardar o voo pra Moscou

De volta ao Aeroporto Internacional de Roma, para aguardar o voo pra Moscou. Créditos: Adriano Castro

Roma é uma cidade muito rica em história e merece ser explorada com tempo. Tive apenas algumas horas mas já foi possível vislumbrar um dos monumentos mais grandiosos da Europa e do mundo. Com certeza valeu muito a pena ter trocado os bancos do Aeroporto di Roma-Fiumicino por uma volta pela cidade.

Se você já passeou pela cidade durante uma conexão, deixe seus comentários contando o que foi possível fazer. Caso você ainda esteja pra fazer o mesmo, será um prazer ajudar respondendo às suas dúvidas. Ou então se deseja apenas deixar um comentário sobre o artigo, utilize os campos abaixo!

Com isso, nossa viagem pelos países bálticos, Finlândia e Rússia começou, e em breve você lerá mais sobre ela! Até o próximo artigo!

Onde se hospedar próximo à Roma Termini

Termini Accommodation

Via Marghera 35-int9-3 piano

Descrição baseada em avaliações do Booking

A partir de revisões observadas no Booking, a localização do b&b é muito bem avaliada. Quem já esteve por lá avaliou bem a limpeza. Os funcionários atendem bem. Pode-se dizer que o custo benefício é bom.

Diárias a partir de R$386,00 (preço atualizado em 07 de novembro de 2018)

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Leia mais sobre Roma

Prepare-se para sua viagem

Em Roma, nossa sugestão de hospedagem é o The Yellow (84, diárias a partir de R$140,00). Aprenda a reservar um hotel pela internet aqui. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostelworld.

Vai alugar um carro? O preço do aluguel de veículos na categoria Mini em Roma é de aproximadamente R$40,00 por diária (confira mais preços aqui). Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF. Veja como é simples fazer sua cotação e reservar um carro pela internet.

Viajar pela Europa de trem é uma experiência que serve bem a qualquer tipo de viajante, é fácil e em muitos casos mais barato até mesmo que os voos low cost. Você pode pesquisar preços para uma infinidade de destinos na Omio. Aprenda aqui a comprar passagens de trem na Europa pela internet.

Receba um desconto de R$10 em sua primeira viagem com a Uber ao utilizar o cupom adrianoc135ue durante o cadastro pelo aplicativo ou então através deste link.

testamos o chip internacional da Easysim4u e aprovamos tanto o serviço quanto a qualidade da internet no exterior. Clique aqui para ver todas as opções de coberturas disponíveis nos EUA e em mais de 210 países! Ainda, utilize o cupom VIAJEIBONITO10 para garantir 10% de desconto em seu pedido! Tem promoção rolando! Até o dia 27/05/2019 você garante 30% de desconto ao utilizar o cupom HONOR. Recomendamos que você dê uma olhada nos planos Dados Mundi e 4G Europa que saem a partir de R$208,69 e R$220,73 respectivamente. O Viajei Bonito indica também como alternativa o chip da Yes Brasil.

Se você teve algum voo cancelado, atrasado, perda de conexão, overbooking, extravio de bagagem ou outros tipos de imprevisto com companhias aéreas, faça aqui uma consulta e descubra se você tem direito a indenizações. A Resolvvi cuida de toda a burocracia e você recebe o valor sem sair de casa, além de pagar apenas se ganhar.

Os países europeus exigem que os viajantes tenham contratado seguro viagem, geralmente com valores mínimos estabelecidos para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Leia também o que escrevemos sobre seguro viagem para a Europa. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiroE se liga que tá rolando promoção! Até o dia 26/05/19 você pode usar o cupom PROMO para garantir 10% de desconto em sua apólice! Aproveite esse descontão porque ele é por tempo limitado!

Em Roma, o almoço simples sai por volta de R$75,05, já o fast-food sairá por mais ou menos R$35,32. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$5,63. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$4,38, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$8,39 e o pint de cerveja R$22,07.

Descubra quanto custa viajar para Roma.

A GetYourGuide oferece passeios, tours, visitas a atrações turísticas e guias para vários destinos no mundo! Descubra o que ela tem a oferecer para Roma. Você pode conferir também o nosso passo-a-passo sobre como reservar tours e guias pela internet.

Descubra quanto custam os voos para Roma, ou então pesquise por preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais na plataforma da Passagens Promo.

Com base em cotações atualizadas diariamente do Alpha Vantage, a proporção entre o Euro e o Real é de 1 EUR para 4,5072 BRL. Utilizando o voucher VIAJEIBONITO você garante em sua primeira compra 10% de desconto no spread da BeeCâmbio e 25% de desconto no spread da Remessa Online, além de garantir as melhores taxas para câmbio de moeda. Confira nosso passo-a-passo para enviar e receber dinheiro do exterior durante uma viagem.

Adicione ao Pinterest

Clique na imagem ao lado para adicionar este artigo em seu Pinterest e veja também nossos painéis. Foto por: Pepe777 / Fonte: Shutterstock

Adriano Castro

Formado em Ciência da Computação pela UFJF, trabalhou durante 10 anos como analista de sistemas até chutar o balde e tocar a vida como freelancer, carregando seus projetos para onde quer que vá.

Ver mais artigos de Adriano Castro

Créditos da imagem de capa: Adriano Castro. Imagem utilizada nas redes sociais: Lawrence OP / Fonte: Flickr.

13 comentários em “Visitando o Coliseu com poucas horas de conexão em Roma”

  1. Prezado Adriano, em dezembro vou passar por situação semelhante. Saio de Barcelona em direção ao Brasil, mas passo por Roma. Meu avião chega em Roma às 13h35 e sai às 22h25 para SP. Acredita que consigo visitar Coliseu e Vaticano nesse tempo? Mto obrigado!

    1. Olá Henrique, acredito que sim. Se vc não gastar mt tempo no aeroporto e ir direto pras estações o tempo é suficiente. Só não deixe pra chegar ao aeroporto à noite muito em cima da hora porque Roma é um aeroporto que recebe muitas conexões e às vezes a fila da imigração acaba enchendo demais. Mas vai tranqüilo que da sim!

      Espero que o artigo possa ajudá-lo.

    1. Bya, tire 2 horas de deslocamento (já com uma margem para atrasos, espera, etc) + 1 hora pra imigração. Você vai ter duas horas de passeio. Fica corrido, mas dá.

  2. Eu tive umas 8 horas também de conexão na volta para o Brasil vindo de Viena. Obviamente, saí do aeroporto. Eu fui até a Fontava de Trevi, que até então estava em reforma. Nossa, como Roma é lotada haha Nunca havia estado na cidade, sabia que era cheia, mas por blogs e etc. Fiquei admirado e assustado, Como você, minhas coisas de valor estavam na minha mochila hahaha
    Peguei metrô (depois de descer do trem numa estação errada que não tinha conexão com metrô haha) perto da Fontana di Trevi e fui andando. Passei pelo Panteão, Praça Navona, Castelo Santo Angelo a pé até a Praça do Vaticano… Roma é foda. A cada esquina eu ficava mais maravilhado com o que via.

    Aí na Praça de São Pedro, sentei e fiquei descansando e esperando anoitecer. Já não tinha tanto turista mais. Queria ver aquilo à noite. Porém, acabei me desligando da hora, quando me dei conta, já era bem tarde. Acho que meu voo era umas 10 da noite. Bom, não lembro exatamente dos horários mais, mas… como eu gelei aquele dia hahaha eu peguei metrô até a Termini, lá peguei o trem Leonardo que é direto, mas sofri o trajeto inteiro haha
    Lembro que quando eu passei pela fiscalização de raio-x, faltavam 50 minutos para o horário do vôo sair (embarque já estava em curso, obviamente). Mas ali foi rápido, respirei aliviado “chego já já no portão de embarque”. Porém, havia esquecido da imigração. Uma fila imensa que não andava… E o tempo passando. Muitos na fila também desesperados (me pareceu que era um horário de pico de voos internacionais) e só dois atendendo. Assim que fui liberado, saí correndo literalmente pelo aeroporto com bolsas e mochila nas costas e as pessoas olhando. Aí me deparo com aquele metrô interno que tem no Fiumicino… Quase chorei. haha Enfim, eu fui o último a passar pelo portão de embarque… O ônibus que levava até a aeronave estava cheio. Só aí respirei rs
    Se eu tivesse perdido, eu estaria fodido para reservar outro voo (coisa que não queria gastar) e sem grana alguma em espécie (para comer e etc, se fosse preciso) já que tinha torrado tudo porque estava de volta ao Brasil haha

    Resumo: valeu a pena. Deu para ter uma prévia de Roma e matar as horas de conexão mesmo com esse sufoco todo haha e parei de subestimar trâmites de aeroporto.

    1. Nossa! Que aventura! Sabemos muito bem como é isso. Em Nova York ano passado aconteceu uma situação parecida e fomos os últimos a embarcar. Vc entra na aeronave suado, cara de apavorado com todo mundo olhando, né?!

      Mas é legal! História pra contar!

      Eu só tenho a agradecer por compartilhar esse acontecimento com o Viajei Bonito e com as muitas outras pessoas que passarão aqui no futuro pra ler nossos relatos! Um grande abraço e sinta-se a vontade pra mandar mais histórias!

    1. Bruna, andar por aquelas áreas à noite não é muito seguro. Você teria de esperar amanhecer e sair do aeroporto por volta das 5h30 para estar no Coliseu pouco depois das 6h15 (se não houver contratempo). Depois precisaria estar de volta ao aeroporto às 9h da manhã, isto é, teria que estar no trem no mais tardar às 8h.
      É muita correria para ficar pouco tempo na frente do Coliseu sem conseguir fazer a visita interna. :/

  3. Oi Gisele/Adriano, tudo bem?

    Chego terça-feira 12:30 em Roma e meu voo para paris é 21:15. Comprei o ingresso antecipado pra entrar no coliseu, porém, agora li sobre filas e fiquei assustado.

    Será que consigo entrar? Estou contanto entrar no metrô de volta no máximo umas 18:15, para ter 3 horas e chegar antecipado no aeroporto.

    Obrigado e muito obrigado pelas infos.
    Felipe.

    1. Felipe, as filas costumam ser quilométricas na alta temporada, em julho e agosto. Acho que você terá tempo suficiente para visitar o Coliseu com calma, fique tranquilo.

      Boa viagem! 😉

        1. Felipe, em frente ao Coliseu tem um trailer que vende uns panini deliciosos que dão uma boa segurada na fome. Se tiver com pressa, compra um, guarda na mochila e vai comendo pelo caminho. Depois volte para me contar o que achou. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *