Que Floripa é conhecida como a “Ilha da Magia” muita gente sabe e é até justificável pelo tanto de praias paradisíacas e lugares mágicos em cada canto da ilha. Porém, o nome não vem apenas de suas belezas naturais, mas de seu rico folclore e lendas que envolvem de bruxas a lobisomens em locais muito frequentados por turistas.

Deixa a gente explicar melhor: a capital catarinense teve colonização açoriana, portugueses (achou que era tudo uma Alemanha só no Sul do Brasil né?) e reza a lenda que, durante a inquisição europeia, as bruxas precisavam fugir para ilhas remotas a fim de recomeçar a vida. Pegaram suas vassouras e voaram para cá? Não, exatamente. Muitas foram para a Ilha dos Açores e de lá pegaram uma carona nos barcos para Florianópolis.

São inúmeras histórias de pescadores que já escutaram risadas em alto mar e tiveram seus barcos roubados e tarrafas danificadas. Separamos algumas delas para você conhecer um outro lado da ilha. Nem todas são de bruxas, mas se você gosta de seres fantásticos, vale a leitura.

Para ler em seguida

Onde ficar em Florianópolis

A nossa sugestão de hospedagem em Florianópolis é o Vintage Hostel Florianópolis (92). Fica localizado no centro da Lagoa da Conceição e possui um jardim, lounge com TV e wi-fi gratuito. Há quartos com banheiros privativos e compartilhados. Todos os dormitórios contam com ventiladores. Diariamente, o café da manhã é servido. O hostel oferece estacionamento público gratuito no local.

1 Salão de Festas das Bruxas de Itaguaçu

Cercada de lendas, a praia de Itaguaçu é um dos belos cartões postais de Florianópolis

Cercada de lendas, a praia de Itaguaçu é um dos belos cartões postais de Florianópolis. Créditos: deltafrut / Fonte: Flickr

“Não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem”, você já deve ter ouvido esse ditado. Algumas pessoas levam isso muito a sério. Em Floripa há até uma crença popular de que quem muda para a ilha precisa pedir licença às bruxas para ter uma vida bem sucedida e em paz.

Reza a lenda que as bruxas vivem disfarçadas no meio da população manezinha. Uma delas participou de uma grande festa da alta sociedade e contou para as amigas como foi. Elas se empolgaram e resolveram todas fazer uma grande festa para as bruxas da região, sem precisar de disfarce nem nada. O local escolhido foi a praia de Itaguaçu, na parte continental de Florianópolis.

O único excluído da festa foi o Diabo, porque ele fedia a enxofre e as obrigava a beijar o seu rabo como sinal de respeito e poder. O problema é que uma das bruxas contou pra ele sobre o que as outras estavam fazendo. Furioso, ele foi até a praia e, no auge da festa, transformou a todas em pedras.

Hoje as pedras embelezam o local.

Continua após a publicidade

2 Lobisomens em Ratones

Hoje você pode curtir a paisagem tranquilamente, mas reza a lenda que Itaguaçu foi palco de uma grande festa das bruxas

Hoje você pode curtir a paisagem tranquilamente, mas reza a lenda que Itaguaçu foi palco de uma grande festa das bruxas. Créditos: Guylherme Morais

O distrito de Ratones é famoso por suas histórias com lobisomem (ou lobisome, como diz o manezinho). Diz a lenda que havia uma senhora casada com um filho e, quando o marido se ausentava à noite, ela ia dar banho no filho numa gamela (uma espécie de bacia). Porém todas as vezes tinha um cachorro chato que tentava morder o pobre garoto no caminho para o banho, ela botava ele pra correr, mas o cachorro teimava em voltar.

Um dia a senhora reagiu mais violentamente e deu uma pancada no bicho. Ele ficou enfurecido e, antes de ir embora, rasgou a saia da mulher e fugiu para dentro do mato. Na manhã seguinte a mulher ficou surpresa ao ver os fiapos de sua saia presos nos dentes do marido, que ainda dormia.

A lenda do lobisomem diz que o filho mais velho deve batizar o mais novo para acabar com a maldição, mas de acordo com a história manezinha uma boa pancada na cabeça também resolve, pois o homem perdeu o encantamento depois disso.

3 A Joaquina da Praia

Cheia de lendas, a Joaquina é destino certo de surfistas na Ilha da Magia

Cheia de lendas, a Joaquina é destino certo de surfistas na Ilha da Magia. Créditos: Guylherme Morais

Essa não envolve seres fantásticos, mas a história é triste e dá nome a uma das praias mais famosas da Ilha da Magia. Na verdade são duas histórias: uma é que Joaquina era uma jovem muito bonita que chamava a atenção de todos e se apaixonou por Alberto, um pescador.

Depois de perder a mãe e o avô, a jovem foi até o amado pedir que ele não se aventurasse mais em alto mar. Ele lhe assegurou que essa seria a última vez. E foi mesmo. Alberto nunca mais voltou.

Joaquina passou o resto da vida cuidando de seu pai e andava todos os dias da Lagoa da Conceição, passando pelas dunas, até chegar à praia apenas para olhar o mar e lembrar do grande amor de sua vida. A jovem bonita que chamava atenção de todos já aparentava ser uma mulher sofrida na vida e um dia morreu nas areias da praia.

A Praia da Joaquina é uma das mais belas e famosas de Florianópolis

A Praia da Joaquina é uma das mais belas e famosas de Florianópolis. Créditos: Guylherme Morais

A outra versão diz que Joaquina era uma senhora rendeira que morava numa casa à beira mar da praia. Era muito amiga dos pescadores e ensinava as mulheres a fazer renda e outros utensílios domésticos. Uma noite estava sentada nas pedras fazendo o seu trabalho e se distraiu com a beleza da lua. Veio uma onda grande e levou Joaquina para sempre.

Florianópolis tem muitas outras lendas marcantes e fantásticas. Se você quiser saber mais sobre a magia da Ilha, procure por Franklin Cascaes, ele é o responsável por pesquisar e organizar histórias folclóricas por toda a capital catarinense nos anos 40.

Prepare-se para sua viagem

Em Florianópolis, nossa sugestão de hospedagem é o Vintage Hostel Florianopolis (92, diárias a partir de R$45,00). Aprenda a reservar um hotel pela internet aqui. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostelworld.

Quer economizar em sua viagem? Conheça então os cupons de desconto oferecidos pelo Viajei Bonito.

Mesmo sem a obrigatoriedade de contratar um seguro viagem ao viajar pelo Brasil, é altamente recomendável para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiro. Como alternativa, nós sugerimos que você também faça uma cotação na Real Seguro Viagem.

Vai alugar um carro? O preço do aluguel de veículos na categoria Economico em Florianópolis é de aproximadamente R$40,00 por diária (confira mais preços aqui). Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF. Veja como é simples fazer sua cotação e reservar um carro pela internet.

Descubra quando viajar para Florianópolis, ou então pesquise por preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais na plataforma da Kayak.

Se você teve algum voo cancelado, atrasado, perda de conexão, overbooking, extravio de bagagem ou outros tipos de imprevisto com companhias aéreas, faça aqui uma consulta e descubra se você tem direito a indenizações. A Resolvvi cuida de toda a burocracia e você recebe o valor sem sair de casa, além de pagar apenas se ganhar.

A ClickBus é uma plataforma para compra de passagens de ônibus no Brasil indicada pela ampla quantidade de itinerários. Utilize o cupom ABUS05 para garantir 5% em sua compra.

Receba um desconto em sua primeira viagem com a Uber ao utilizar o cupom adrianoc135ue durante o cadastro pelo aplicativo ou então através deste link.

Em Florianópolis, o almoço simples sai por volta de R$20,00, já o fast-food sairá por mais ou menos R$29,00. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$5,80. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$3,31, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$4,62 e o pint de cerveja R$10,00. Descubra quanto custa viajar para Florianópolis.

Guylherme Morais

Formado em Comunicação Social, amante do futebol e do esporte da bola laranja, viajar é literalmente a sua vida. Em 25 anos morou em seis cidades diferentes e não sabe se um dia vai simplesmente ficar em uma pra sempre.

Ver mais artigos de Guylherme Morais

Créditos da imagem de capa: Guylherme Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *