O que fazer em Puerto Natales, na Patagônia Chilena

Sabe aquela cidadezinha pequena e despretensiosa que uma hora ou outra sempre acaba cruzando o nosso caminho numa trip? Assim é Puerto Natales, no Chile, que serviu de base para o nosso passeio ao Parque Torres del Paine durante nosso mochilão pela Patagônia. Os atrativos turísticos não são muitos, mas não falta o que fazer em Puerto Natales. Coisas suficientes para encantar um viajante em busca de alguns dias de descanso. Ficamos três dias por lá e compartilhamos abaixo o nosso roteiro. Apesar de ser conhecida mais como um ponto de parada estratégico, a cidade de pouco mais de 100 anos é de uma tranquilidade ímpar e o cenário… quase indescritível.

1º dia

O primeiro dia foi focado no passeio que, em princípio, foi o que nos levou até Puerto Natales. Um full day tour pelo Parque Torres del Paine com a Denomades, passando por um dos pontos turísticos mais incríveis do Chile. Não é tão próximo, são quase 110 quilômetros de estrada, mas quase não se vê o tempo passar por conta da paisagem. Patrimônio Mundial da Humanidade, são vários os locais de visitação e contemplação no parque e é o clima quem vai dizer o que você vai conseguir ver ou não.

As famosas torres são rochedos altos e nevados, mas o passeio completo vai muito além. Dá para visitar o Cerro Castillo, a Laguna Amarga, o Salto Paine, o lago Pehoé, o Lago Grey e a Cueva del Milodon. Esta última, uma caverna gigantesca onde foram descobertos, há mais de cem anos, pele, ossos e restos mortais do Milodonte – um animal pré-histórico, e vestígios de homens do período paleolítico, datados de mais de 12 mil anos. São nada mais, nada menos, que 30 metros de altura e 200 de profundidade.

Cueva del Milodon em Puerto Natales, Chile

Cueva del Milodon em Puerto Natales, Chile. Créditos: Gisele Rocha

O passeio completo custa cerca de 36 mil pesos por pessoa (R$266,40), além dos ingressos que são pagos separadamente. A entrada do Parque Torres del Paine custa entre 11 mil e 21 mil pesos (R$81,40 e R$155,40), de acordo com a temporada. Nessa caso, o ingresso é válido para mais dois dias, basta avisar na entrada para que eles possam carimbar o papel e você obtenha o direito de retornar.

Para a Cueva del Milodon, os ingressos custam entre 2.500 e 5 mil pesos (R$18,50 e R$37,00), também de acordo com os períodos de baixa e alta temporadas.

2º dia

Foi apenas no segundo dia que descobrimos, de fato, o que fazer em Puerto Natales, cidade que quase ninguém dá muita bola mas tem um centro histórico interessante. Estávamos hospedados no The Singing Lamb, que fica na área mais turísticas, perto de tudo.

Começamos pelo Muelle Historico, remanescentes de uma doca antiga e local de melhor vista da orla do lago de Puerto Natales. É possível observar aves aquáticas e, se for no fim do dia, observar o pôr do sol. De lá é um pulo até o Monumento La Mano, uma réplica da escultura original, dos dedos que saem do chão, que está no Uruguai, e o Monumento al Viento, que retrata com perfeição um homem e uma mulher pendurados sobre duas hastes e plainando no ar. Também um ótimo ponto para ver o pôr do sol.

Ainda era cedo, então decidimos passar em outros três pontos turísticos da cidade. O Museu Histórico Municipal fica bem próximo da Plaza de Armas e da antiga igreja clássica de Puerto Natales. Lá estão expostos, em cinco salas, objetos e móveis preservados de antigas civilizações chilenas, como as tribos Kaweskar e Tehuelche.

Já o Mercado de Artesanatos Etherh Aike é excelente para comprar lembranças e conhecer um pouco mais sobre a arte local. Todo em madeira, até a arquitetura chama a atenção por fugir dos padrões dos mercados brasileiros. Por fim, encerramos a tarde no Mirante da Avenida Santiago Bueraque, que tem uma pracinha, um crucifixo iluminado e uma bela vista da cidade. Fica próximo ao terminal de ônibus e, embora não tenha nenhum monumento especial, vale a visita.

3º dia

Mesmo tendo passado próximo à Plaza de Armas no dia anterior, voltamos até lá para poder visitar a igreja, a Paroquia Maria Auxiliadora, e a Locomotora Mc Lleland – remanescente da antiga ferrovia que servia a cidade. O local é bem arborizado, tem fonte d’água no centro e é considerada, por muitos, a praça mais bonita do Chile.

Embora não seja um local necessariamente turístico, também optamos por visitar o Bar Cassino de Puerto Natales. E não é que era o nosso dia de sorte? Com uma aposta de menos de 1 real, Adriano saiu feliz da vida com R$ 50. São diversas mesas de jogos, máquinas eletrônicas e a entrada é paga. Se você nunca esteve em um cassino, é uma ótima oportunidade de conhecer.

Assista ao vídeo

Leia mais sobre a Patagônia

Buenos Aires

Ushuaia

Punta Arenas

Puerto Natales

El Calafate

Vídeos

O que fazer em Puerto Natales, na Patagônia Chilena

Prepare-se para viajar

Use o cupom FERIAS para adquirir o seguro viagem com até 20% de desconto. Além da cobertura médico-hospitalar, você também estará protegido em casos de cancelamento de viagem, extravio ou danos à bagagem.

Ícone hotel

Reserve hospedagem com antecedência através do Booking e Hostelworld para garantir preços promocionais. Parcelamento sem juros no cartão de crédito e possibilidade de cancelamento reembolsável.

Garanta internet em mais de 210 países utilizando o chip da Easysim4u, que nós já testamos na Europa e do norte ao extremo sul das Américas. Use o cupom SPRING e garanta 50% de desconto.

Economize em passagens aéreas usando o comparador de preços ou a ferramenta quando viajar, um calendário que mostra as tarifas mais baixas para o destino que você escolher.

Tenha liberdade para ir aonde quiser alugando um carro através da Rentcars, que atua em parceria com locadoras renomadas do mundo todo. Parcele sem IOF em até 12x ou cancele sem custos.

Pague menos comprando suas passagens de ônibus com a ClickBus,  a empresa líder em vendas online de passagens rodoviárias, trabalhando em parceria com mais de 140 empresas em mais de 4 mil destinos!

Faça passeios guiados em qualquer lugar do mundo e fure a fila comprando ingressos com antecedência através da GetYourGuide. Cancele sua reserva até 24 horas antes do início de sua atividade e obtenha reembolso integral.

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!

Um pensamento em “O que fazer em Puerto Natales, na Patagônia Chilena

  1. Estou viciada no blog de vocês!
    Muitas dicas boas, sem contar que dá pra ver que são muito gente boa mesmo!
    Que continuem realizando muitos e muitos sonhos de viagens!!!!
    Estou amando as dicas 😁

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo