Riga, uma cidade fantástica onde não falta o que fazer

Riga – capital da Letônia – foi a cidade que visitamos depois de Vilnius, na Lituânia. Nossa estadia por lá durou cerca de dois dias, tempo suficiente para conhecer os principais pontos turísticos e buscar outros lugares por nossa conta.

Felizmente, a grande maioria do que há pra fazer em Riga está situada dentro da Old Town (Cidade Antiga). Você verá nos próximos parágrafos praticamente nosso roteiro inteiro. Pode parecer pouco, mas é porque priorizamos escrever sobre os principais pontos, mas saiba que entre cada uma das atrações há muito para se ver, como: estátuas, monumentos, manifestações artísticas, lindas construções em Art Nouveau, entre tantas coisas que também mereceram um pouco da sua atenção e valem alguns cliques, por isso não deixe de conferir também a galeria de fotos “aleatórias” no final do post.

Roteiro em Riga

Montamos abaixo um mapa com as principais atrações de Riga e que conseguimos visitar durante o tempo em que estivemos por lá.

Como chegar a Riga

Chegamos a Riga de ônibus, vindo de Vilnius, na Lituânia. A viagem durou algo em torno de quatro horas e não cruzou por nenhum país que pudesse solicitar visto. Como ambos os países pertencem à região do Schengen, atravessar as divisas foi um processo transparente para nós.

Já na chegada vimos o enorme prédio da Academia de Ciências da Letônia e resolvemos que esse seria nosso primeiro destino. Não conseguimos entrar, mas olhar o prédio, mesmo que de fora, já foi um atrativo divertido. Mais curioso ainda era observar os bêbados na pracinha logo em frente. Eles se abraçavam, caíam uns por cima dos outros e tentavam se ajudar. O que nos chamou atenção foi o fato de que aquele ser um dia útil, por volta das 11h da manhã.

Logo em seguida saímos andando pelas ruas ao redor da academia e encontramos um pub que estava abrindo naquele exato momento. Um dos funcionários ainda limpava a porta mas permitiu que entrássemos. Experimentamos então um dos pratos tradicionais bálticos: Pelékie Zirni ar Speki. Difícil pronunciar, mas fácil de comer.

O prato é composto de ervilha marrom (no dia achamos que era feijão), bacon, temperos locais e cream cheese. O preço total de duas porções e ainda um pinch de meio litro de cerveja local: 7 Euros!

Old Town

A Old Town (Cidade Antiga, ou Centro Histórico) de Riga é um paraíso pra quem aprecia arquitetura, pra quem está em busca de experimentar pratos típicos do país ou pra quem simplesmente quer saborear um bom café. Tudo ali dentro é interessante de ser visto e fotografado. A sensação é a de que você está em um imenso playground, delimitado pelo Rio Daugava e um canal que praticamente circunda seus quarteirões.

Quando dizemos playground, queremos dizer que a quantidade de coisas pra ver nos deixava como crianças, olhando pro alto e observando tudo com muita atenção.

Mapa da Old Town (Cidade Antiga) de Riga, na Letônia

Mapa da Old Town (Cidade Antiga) de Riga, na Letônia. Créditos: BØRRE LUDVIGSEN

Suas ruas são muito simpáticas, repletas de cafeterias, restaurantes temáticos e clubes que mantêm a noite na cidade agitada. Igrejas tradicionais se destacam no local, já que é possível ver suas torres de praticamente todos os lugares.

Nômades digitais, alegrai-vos! Pois há internet livre em todo Centro Histórico e os cafés são ótimos lugares para sentar e resolver as coisas, principalmente porque são lugares silenciosos e aquecidos na maioria das vezes. Nós passamos uma tarde trabalhando assim e foi bastante prazeroso.

Ainda sobre os passeios, fugindo dos alvos mais comuns e dos pontos onde os vários turistas apontam suas máquinas fotográficas, é possível registrar belas imagens dos locais mais inusitados. Alguns desses locais praticamente vazios.

Jekaba iela, uma rua pouco conhecida na Old Town de Riga, mas muito bela para fotografias

Jekaba iela, uma rua pouco conhecida na Old Town de Riga, mas muito bela para fotografias. Créditos: Adriano Castro

Nativity Cathedral

Surgindo atrás de um grande parque, a Nativity Cathedral é uma catedral ortodoxa com estilo arquitetônico neobizantino, considerada a maior dos países bálticos com essas características. Sua construção se deu entre os anos de 1876 e 1883 quando a Letônia fazia parte do Império Russo.

Suas cúpulas são vistas de longe o reflexo do sol as torna ainda mais bonitas.

A entrada na igreja é franca, mas não é permitido tirar fotos em seu interior.

Monumento da Liberdade de Riga

Na entrada da cidade antiga de Riga por uma das avenidas principais, a Raiņa bulvāris, encontra-se um dos monumentos mais importantes na história da capital letã: o Monumento da Liberdade de Riga.

Tal monumento é uma homenagem aos soldados letões mortos durante a Guerra da Independência da Letônia. Tanto é que na base do obelisco há várias esculturas retratando a guerra. Já em seu topo, Milda – deusa letã do amor e da liberdade – segura três estrelas, representando as três regiões do país.

Igreja de São Pedro

Prestem atenção na idade dessa igreja: 806 anos (contados em 2015). Dentre os seus processos de restauração, ampliação, incêndios e outros eventos que aconteceram em seus vários séculos de vida, sua torre já foi atingida por relâmpagos seis vezes. Se tem alguém com experiência em Riga, podemos dizer que é a St. Peter’s Church.

Escultura dos Músicos de Bremen

Atrás da Igreja de São Pedro, uma escultura muito curiosa atrái os olhares dos turistas por conter quatro animais, um em cima do outro: um galo em cima de um gato que está em cima de um cachorro, que por sua vez, está em cima de um burro.

A escultura foi um presente dos músicos da cidade de Bremen, na Alemanha, e é uma referência ao conto de fadas escrito pelos irmãos Grimm: Os Músicos de Bremen.

Siga nossa página no Facebook

House of the Blackheads

A construção é um dos prédios mais famosos da cidade de Riga e foi levantada para a Brotherhood of Blackheads (algo como Fraternidade dos Cabeças-pretas), guilda de comerciantes alemães solteiros.

Seu lema é: “se cair, construam-me outra vez” e não é à toa.

Os prédios originais foram destruídos por bombas em 1941, pelos próprios alemães e os soviéticos acabaram com as ruínas em 1948. Somente em 1995 começaram os trabalhos de reconstrução que foram finalizados em 1999.

Cat House

A Casa do Gato é um edifício muito conhecido de Riga e tem uma história bastante curiosa.

Um comerciante da cidade encomendou a escultura do gato que se encontra no telhado após ter sido rejeitado na adesão para a Câmara do Comércio que situava-se em uma rua próxima. Como forma de protesto, ele posicionou o gato de forma que seu traseiro apontasse para a câmara.

Três Irmãos

The Three Brothers são três casas situadas em Riga que formam o complexo de casas de habitação mais antigo da capital da Letônia. Cada uma delas representa um elemento de arquitetura utilizado na história da cidade.

A verde, à esquerda, ficou pronta no final do século XVII, enquanto a amarela, a mais bonita delas, passou por algumas modificações até meados do século XVIII. Acima da porta está a frase “Soli Deo Gloria!”, uma passagem bíblica que traduzida para o português quer dizer “Glória somente a Deus”. Ali funciona o Museu de Arquitetura de Riga, mas nós não entramos. Por fim, a casa branca é a mais antiga das três, tendo sido construída no século XV e habitada por artesãos. Mais tarde foi usada para produção e comércio de produtos artesanais. Ela ainda mantém suas características originais.

Caminhar pelas ruas de Riga à noite

A noite em Riga é um espetáculo. As ruas que durante o dia já são belíssimas, à noite se tornam mais do que charmosas. Vários bares com música ao vivo tomam conta das principais pracinhas em volta das igrejas e o movimento de turistas vai até tarde.

Coincidentemente na noite em que estávamos por lá havia a super Lua. Aquela que ficou famosa no Brasil no final de setembro de 2015. Tentamos capturá-la juntamente com a atmosfera de Riga e chegamos até perto.

Nessa mesma noite enquanto tirávamos as fotos, três russos completamente embriagados surgiram na esquina e um deles veio “falar” conosco. Ele começou a perguntar várias coisas em russo. Tentamos explicar ao sujeito que não falávamos a língua dele, e o tom de voz dele foi crescendo. Ele então começou a bater no peito e gritar “Rússia! Rússia! Rússia”! O cara era gigante. Um soco dele seria o suficiente pra nos desmaiar, mas seu bafo de birita nos derrubaria de qualquer jeito se ele continuasse falando. Felizmente seus amigos vieram e o tiraram da nossa frente. Já fazem três semanas que isso aconteceu e até agora não sabemos o que esse cara queria com a gente. Nunca saberemos.

Mercado Central de Riga

Logo ao lado da rodoviária de Riga (Riga’s Coach Station) encontra-se o famoso mercado central da cidade, onde as pessoas vão pra comprar frutas, legumes, alimentos em geral, souvenirs, roupas e muitas outras coisas. A feira é muito parecida com as feiras brasileiras, só era um pouco difícil entender os preços, pois não sabíamos o que eram gramas, quilos e as unidades utilizadas nas plaquinhas. De qualquer forma, a ideia era visitar pra conhecer.

Feira no Mercado Central de Riga, na Letônia

Feira no Mercado Central de Riga, na Letônia. Créditos: Gisele Rocha

Ao lado da feira há um enorme galpão onde é possível comprar variados tipos de carnes, linguiças e até mesmo algumas receitas prontas. Haviam nos dito que esse galpão era um bom lugar pra experimentar comidas típicas, então fomos pra lá, mas não saímos satisfeitos. Em primeiro lugar as opções são poucas e em segundo nem todas as comidas são saborosas.

Galpão do Mercado Central de Riga, na Letônia, onde é possível comprar vários tipos de carnes

Galpão do Mercado Central de Riga, na Letônia, onde é possível comprar vários tipos de carnes. Créditos: Gisele Rocha

No primeiro “stand” que fomos, uma das funcionárias nos deixou experimentar uma espécie de bolinho recheado de almôndega de carne chamada Pelmeni. Uma delícia. Compramos uma porção desses bolinhos por 2,5 Euros. Deveríamos ter parado por ali. Mas resolvemos experimentar os pratos de uma lanchonete ainda dentro do galpão.

Pelmenis, comida típica da Rússia, recheada de carne

Pelmenis, comida típica da Rússia, recheada de carne. Créditos: Gisele Rocha

A sopa tinha gosto de azeite e era muito aguada. Já um prato que vinha com purê de batata e dois bifes de porco não tinha tempero, nem sal. Talvez se tivessem colocado um pouco de pimenta e salgado mais a carne teria sido bom. Mas do jeito que estavam as refeições, infelizmente, precisamos largar tudo e procurar outra coisa pra comer.

Vale ressaltar que esse passeio foi feito faltando algumas poucas horinhas para o ônibus que nos levaria à Tallinn, nosso próximo destino. Na rodoviária há serviço de guarda-volumes com preços excelentes: para duas mochilas e uma mala de rodinhas pagamos apenas 4 Euros por quatro horas. A proximidade com a Old Town permite até que você saia para um passeio se estiver apenas de passagem por Riga.

Lembrancinhas de Riga

Existem pessoas que gostam de comprar alguma coisa que tenha a cara do lugar visitado para presentear amigos e parentes. Nós dois não somos assim, pois é difícil achar espaço na mala para lembrancinhas que seriam dadas a todos que gostaríamos de agradar. Sendo assim, sempre optamos por algumas garrafas de bebidas que podem ser dividida entre todos em casa.

Pensando nisso, sempre passamos nos mercados e procuramos pelas biritas locais. Em Riga tem mercado para todo lado e as coisas são muito baratas. Dessa vez, compramos o famoso Riga Black Balsam (Rīgas Melnais Balzams) que custou aproximadamente uns 5,50 Euros e, segundo a atendente, pode ser tomado com suco de laranja ou café. Ainda não experimentamos, mas não vemos a hora!

Riga Black Balsam é o verdadeiro sabor da cidade, além de um presente bem em conta

Riga Black Balsam é o verdadeiro sabor da cidade, além de um presente bem em conta. Créditos: Gisele Rocha

As cervejas também são muito apreciadas no país e algumas delas são difíceis de achar aqui no Brasil, então aproveite. Entre as favoritas deles estão: Užavas, Baukas, Malduguns, Brenguļu, Tervetes e Valmiermuižas. Só não traga muitas garrafas, ou poderá ter problemas no aeroporto. Lembre-se também que beber na rua é proibido.

Se preferir, poderá comprar também agasalhos feitos de lã, que são muito tradicionais por lá. Na feirinha do Mercado Central é fácil de achar, mas algumas senhorinhas também levam seus produtos para as praças e principais pontos turísticos. É possível negociar.

Imagens de Riga

Durante nossas caminhadas por Riga, encontramos várias atrações interessantes fora do roteiro que fizemos no papel. Algumas delas nós nem conseguimos descobrir do que se tratavam, mas mesmo assim registramos. A galeria abaixo está um pouco solta e sem muita informação, mas se você conhece um pouco da história de cada uma, compartilhe conosco através dos comentários no artigo.

Onde se hospedar em Riga

Nos hospedamos no Central Hostel Riga (88). Ficamos muito satisfeitos com o albergue por ser limpo, ter boa cobertura Wi-Fi e por estar próximo da Old Town. Fizemos tudo a pé, inclusive o percurso da rodoviária.

Central Hostel

Ernesta Birznieka-Upisa iela 20

Descrição baseada em avaliações do Booking

A partir das revisões no Booking, a localização do albergue é muito bem avaliada. Quem já ficou por lá avaliou como ótima a limpeza. Os serviços prestados e as comodidades foram extremamente bem classificados, chamando atenção também pelo conforto. Os funcionários são extremamente solícitos e profissionais. Podemos dizer que o custo benefício é excelente.

Diárias a partir de R$26,00 (preço atualizado em 07 de novembro de 2018)

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Terminado nosso tempo em Riga, fomos novamente para a Riga Coach Station pegar mais algumas horas de estrada. Próximo destino: Tallinn, na Estônia!

Leia mais sobre Riga

Prepare-se para sua viagem

Em Riga, nossa sugestão de hospedagem é o Central Hostel (88, diárias a partir de R$26,00). Aprenda a reservar um hotel pela internet aqui. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostelworld.

Vai alugar um carro? O preço do aluguel de veículos na categoria Mini em Riga é de aproximadamente R$790,00 por diária (confira mais preços aqui). Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF. Veja como é simples fazer sua cotação e reservar um carro pela internet.

Viajar pela Europa de trem é uma experiência que serve bem a qualquer tipo de viajante, é fácil e em muitos casos mais barato até mesmo que os voos low cost. Você pode pesquisar preços para uma infinidade de destinos na GoEuro. Aprenda aqui a comprar passagens de trem na Europa pela internet.

Receba um desconto de R$10 em sua primeira viagem com a Uber ao utilizar o cupom adrianoc135ue durante o cadastro pelo aplicativo ou então através deste link.

testamos o chip internacional da Easysim4u e aprovamos tanto o serviço quanto a qualidade da internet no exterior. Clique aqui para ver todas as opções de coberturas disponíveis nos EUA e em mais de 210 países! Ainda, utilize o cupom RBBVGRATIS para garantir frete grátis em seu pedido! Recomendamos que você dê uma olhada nos planos Dados Mundi e 4G Europa que saem a partir de R$195,66 e R$225,76 respectivamente.

Se você teve algum voo cancelado, atrasado, perda de conexão, overbooking, extravio de bagagem ou outros tipos de imprevisto com companhias aéreas, faça aqui uma consulta e descubra se você tem direito a indenizações. A Resolvvi cuida de toda a burocracia e você recebe o valor sem sair de casa, além de pagar apenas se ganhar.

Os países europeus exigem que os viajantes tenham contratado seguro viagem, geralmente com valores mínimos estabelecidos para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Leia também o que escrevemos sobre seguro viagem para a Europa. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiroE se liga que tá rolando promoção! Até o dia 28/02/19 você pode usar o cupom PROTETORSOLAR para garantir 10% de desconto em sua apólice! Aproveite esse descontão porque ele é por tempo limitado!

Em Riga, o almoço simples sai por volta de R$31,08, já o fast-food sairá por mais ou menos R$22,20. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$9,98. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa - e o pint de cerveja R$13,32.

Descubra quanto custa viajar para Riga.

A GetYourGuide oferece passeios, tours, visitas a atrações turísticas e guias para vários destinos no mundo! Descubra o que ela tem a oferecer para Riga. Você pode conferir também o nosso passo-a-passo sobre como reservar tours e guias pela internet.

Pesquise por preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais na plataforma da Passagens Promo.

Com base em cotações atualizadas diariamente do Alpha Vantage, a proporção entre o Euro e o Real é de 1 EUR para 4,2663 BRL. Utilizando o voucher VIAJEIBONITO você garante em sua primeira compra 10% de desconto no spread da BeeCâmbio e 25% de desconto no spread da Remessa Online, além de garantir as melhores taxas para câmbio de moeda. Confira nosso passo-a-passo para enviar e receber dinheiro do exterior durante uma viagem.

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando! Créditos da imagem de capa: Gisele Rocha