Saint Patrick’s Day: comemore a data como um verdadeiro irlandês

Você já deve ter ouvido falar do , certo? Todo ano, na semana do dia 17 de março, os irlandeses saem nas ruas com roupas verdes e pinturas no rosto para festejar a data religiosa, que marca a morte do padroeiro.

Mas afinal, quem foi São Patrício? Segundo a história, São Patrício era um ex-escravo e padre, que converteu a Irlanda, que era um país pagão, à doutrina Cristã. Para isso, ele incorporava elementos do catolicismo ao paganismo. O trevo de três folhas, por exemplo, era considerado sagrado pelos celtas, povo que vivia naquela época, e foi usado pelo sacerdote para explicar a santíssima trindade. Atualmente, a planta é um dos principais símbolos do evento.

Imagino que você esteja mais interessado na festa do que nos motivos pela qual ela acontece. E já que é para comemorar, que seja como um verdadeiro irlandês e, para isso, o Viajei Bonito te dá algumas dicas.

Antes de tudo, coloque alguma peça verde na mala, essa cor é predominante da festa e veja a programação oficial. Mesmo sendo uma data religiosa, o que não falta é diversão tanto para os turistas, quanto para os irlandeses. Há a exaltação da cultura local por meio de desfiles, danças tradicionais, apresentações musicais, comidas típicas e cerveja, muita cerveja.

Festejando o Saint Patrick’s Day como um verdadeiro irlandês

Para montar este guia, pedimos a ajuda de alguns amigos que viveram em Dublin e podem nos falar com propriedade sobre como curtir o Saint Patrick’s Day como os irlandeses o fazem.

A nossa conterrânea Thatita Souza esteve em Dublin durante os festejos e nos contou quais as melhores formas de aproveitar a vida noturna na cidade. Segundo ela, as boates fecham cedo e ficam lotadas nessa época. Então, a dica principal é: chegar cedo.

Outra dica da Thatita é ir para a região do Temple Bar, que é um ponto turístico da cidade, e provar uma Guinness, que é uma cerveja tradicional (ela recomenda um shot de Baby Guinness) ou um Jameson (whisky irlandês). Você pode conhecer os bares da região ou ir com destino certo, como a Thatita: “Dos bares dessa rua, o que eu mais gosto é o The Quays, que toca Irish Music com bandinha ao vivo”. Para quem não curte muita badalação, ela indica cidades como Galway e Cork, que têm mais pontos turísticos e onde as festas ficam mais vazias.

A querida Megh Rodrigues, que nós conhecemos em Tallinn frisou que é proibido beber nas ruas de Dublin durante o ano inteiro e que não há exceções para essa época do ano. Caso você descumpra essa regra e seja pego, poderá ter sérios problemas com as autoridades. Então fique dentro dos pubs quando quiser encher a cara. Ela alerta ainda sobre a importância de se programar com antecedência, pois às vésperas do evento os hotéis e albergues costumam cobrar uma fortuna pela hospedagem.

O Yuri Reis nos atualizou com várias dicas preciosas e alerta aos visitantes que preparem o bolso, pois a brincadeira não será barata: “A região do Temple Bar é absurda e vive de exploração em cima de turismo. Um pint vai de 5 e poucos a 7 euros dependendo do lugar. Óbvio que você não deve deixar de visitar os pubs de lá, mas talvez seja mais interessante gastar mais dinheiro em outros lugares, como pro exemplo a The Porter House e provar uma cerveja da casa e um prato deles (algo em torno de 25 euros ao todo) ao invés de deixar rios de dinheiro só na região do Temple Bar“.

Cervejas irlandesas

Além da Guinness, que é a mais conhecida, o Yuri sugere que todos experimente outras cervejas vendidas em supermercados. Entre as preferências dele, estão a McGragles, que para ele é a melhor família de cervejas Irlandesas: “Não deixem de provar a raríssima American IPA deles, que tem cheiro e gosto de maracujá“; Ohara’s; Hilden, 8 degrees e Galway Bay. Durante o evento haverá um espaco exclusivo para cervejas artesanais irlandesas, então vale a pena prová-las também. Veja a programação do Irish Beer & Whiskey Festival 2016.

A festa de São Patrício acontece também em lugares onde há imigrantes irlandeses, como em algumas regiões da América, no Canadá e na Austrália. E aí, ficou animado?

Saint Patrick’s Day: comemore a data como um verdadeiro irlandês

Prepare-se para viajar

Ícone seguro viagem

Use o cupom CRIANCA para adquirir o seguro viagem com até 20% de desconto, pagando via PIX ou boleto bancário. Além da cobertura médico-hospitalar, você também estará protegido em casos de cancelamento de viagem, extravio ou danos à bagagem.

Ícone hotel

Reserve hospedagem com antecedência através do Booking e Hostelworld para garantir preços promocionais. Parcelamento sem juros no cartão de crédito e possibilidade de cancelamento reembolsável.

Garanta internet em mais de 210 países utilizando o chip da Easysim4u, que nós já testamos na Europa e do norte ao extremo sul das Américas. Use o cupom SPRING e garanta 50% de desconto.

Compre passagens aéreas com até 35% de desconto usando o comparador de preços ou utilize a ferramenta quando viajar, um calendário que mostra as tarifas mais baixas para o destino que você escolher.

Tenha liberdade para ir aonde quiser alugando um carro através da Rentcars, que atua em parceria com locadoras renomadas do mundo todo. Parcele sem IOF em até 12x ou cancele sem custos.

Pague menos comprando suas passagens de ônibus com a ClickBus, a empresa líder em vendas online de passagens rodoviárias, trabalhando em parceria com mais de 140 empresas em mais de 4 mil destinos!

Faça passeios guiados em qualquer lugar do mundo e fure a fila comprando ingressos com antecedência através da GetYourGuide. Cancele sua reserva até 24 horas antes do início de sua atividade e obtenha reembolso integral.

Gisele Rocha

Formada em Comunicação Social pela UFJF. Andou meio mundo tentando descobrir o que queria fazer, até descobrir que queria mesmo era andar pelo mundo.

Um pensamento em “Saint Patrick’s Day: comemore a data como um verdadeiro irlandês

  1. A festa é uma delícia mesmo, mas de fato, as ruas ficam abarrotadas de turista e fica difícil se locomover. Em 2014 eu quis participar do desfile, cheguei na rua principal por onde ele passa às 10h e o desfile só foi começar depois do meio-dia e já estava super cheio! Aliás, as ruas ficam tão cheias que as pessoas bebem na rua mesmo, embora seja proibido. É uma bagunça, mas uma ótima experiência!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo