Uma experiência inesquecível no Pantanal Sul

No nono dia de nosso roteiro por Bonito e pelo Pantanal, participamos de duas atrações na Fazenda São Francisco, em Miranda: Chalana com a Pesca de Piranha na parte da manhã, Safari Fotográfico com a Trilha do Carandá após o almoço.

Ambas superaram nossas expectativas. Tudo que lemos semanas antes em blogs de viagens nos passou a ideia de que veríamos apenas alguns bichinhos aqui e ali, mas estando lá, foi possível ter uma leve noção do que é a vida selvagem do Pantanal. Você entenderá quando ver as imagens abaixo.

Ainda na recepção, já é possível observar bem de perto emas, papagaios e outras aves que pertencem ao ecossistema do Pantanal.

Chalana com a Pesca de Piranha

Chalana no Corixo São Domingos durante passeio pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Chalana no Corixo São Domingos durante passeio pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

Macaquinhos avistados durante passeio de Chalana no Pantanal, Miranda, Mato Grosso do Sul

Macaquinhos avistados durante passeio de Chalana no Pantanal, Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Adriano Castro

Macaquinho solitário avistado durante passeio de Chalana no Pantanal, Miranda, Mato Grosso do Sul

Macaquinho solitário avistado durante passeio de Chalana no Pantanal, Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Adriano Castro

Garça parada ao lado do Corixo São Domingos, durante passeio de chalana, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Garça parada ao lado do Corixo São Domingos, durante passeio de chalana, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Adriano Castro

As paisagens que se formam ao longo do Corixo São Domingos (braço do Rio Miranda) são fantásticas!

E ficam melhores ainda quando você as aprecia no conforto da chalana!

Relaxando as pernas na chalana durante passeio pelo Corixo São Domingos, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Relaxando as pernas na chalana durante passeio pelo Corixo São Domingos, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

A Pesca de Piranha não nos agradou muito, pois ambos compartilhamos de um mesmo sentimento: pescaria não é a nossa praia. Por isso aproveitamos o tempo em que o barco “estacionou” pra tirar algumas fotos e um cochilo rápido.

Já os outros turistas que compartilhavam a chalana conosco conseguiram pescar várias piranhas. Algumas foram jogadas aos jacarés e pássaros que nos acompanhavam durante parte do passeio e as restantes viraram caldo no final do safari que nos aguardava após o almoço.

Jacaré boiando (esse chegou perto) ao lado de nossa Chalana durante passeio pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Jacaré boiando (esse chegou perto) ao lado de nossa Chalana durante passeio pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Adriano Castro

Jacaré boiando ao lado de nossa Chalana durante passeio pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Jacaré boiando ao lado de nossa Chalana durante passeio pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

Nem todos os jacarés são alimentados durante as saídas da chalana, segundo a guia. Afinal de contas não é propósito do passeio sair jogando comida para os animais a título de espetáculo.

Gavião pegando piranha jogada pela guia, durante passeio de chalana pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Gavião pegando piranha jogada pela guia, durante passeio de chalana pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

Terminado o Passeio de Chalana, era hora de voltar pra fazenda e saborear um farto almoço pantaneiro, com direito a muita carne e comida caseira. Mas nada de carne de jacaré, como muitos pensam.

Adriano e Gisele durante o Passeio de Chalana pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Adriano e Gisele durante o Passeio de Chalana pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Viajei Bonito

Almoço

Voltamos do passeio famintos e depois de comer até não caber mais, nos deitamos nas redes disponibilizadas pelo receptivo da Fazenda San Francisco para um cochilo breve.

E olha quem nos fez uma surpresa depois do cochilo:

Adriano sobrevivendo ao feroz ataque de um jacaré de madeira

Adriano sobrevivendo ao feroz ataque de um jacaré de madeira. Créditos: Gisele Rocha

Safari Fotográfico e Trilha do Carandá

Feita a digestão, embarcamos em uma caminhonete adaptada com bancos longos para encerrar o dia com um safari fotográfico que percorreria estradas de chão cortando a Fazenda San Francisco em busca de animais pertencentes à fauna do Pantanal.

Início do Safari Fotográfico pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Início do Safari Fotográfico pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Viajei Bonito

Quando achávamos que já tínhamos visto todos os jacarés do dia, nos deparamos com centenas deles ao longo dos canais que cortam a fazenda. Até um ninho com vários filhotinhos apareceu no caminho. Se pisar num formigueiro já é tenso, imagine pisar ali!

Durante o safari, nenhum turista era autorizado a descer do veículo, salvo no momento em que fizemos a Trilha do Carandá: uma trilha feita de madeira que corta parte da mata fechada ainda dentro do perímetro de preservação da Fazenda San Francisco.

De repente os cervos do pantanal começaram a dar as caras, muito ariscos, mas não tanto o suficiente para que tirássemos algumas fotos.

Jaburu, mais conhecido como Tuiuiú, é um dos animais mais representativos do Pantanal. Por sorte, quase no final do safari pudemos encontrar alguns.

Tuiuiú voando ao nosso lado durante sarafi pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Tuiuiú voando ao nosso lado durante sarafi pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

As capivaras apareciam aos montes, nadando em meio aos jacarés. Descobrimos que eles se dão muito bem, ao contrário do que pensávamos.

Capivaras nandando durante safari pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Capivaras nandando durante safari pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

Os Gaviões também nos acompanharam durante boa parte do caminho, principalmente quando o sol começou a se por.

O tamanduá-bandeira foi o animal mais arisco de todos e com muito custo conseguimos capturar um. Acalme-se, capturamos apenas em imagens.

Tamanduá-bandeira avistado durante safari pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Tamanduá-bandeira avistado durante safari pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

Ao final do dia, fomos presenteados com um espetáculo de por-do-sol, diferente de todos que já tínhamos visto na vida. Sem sombra de dúvidas, um passeio completo, com muita natureza e belezas naturais a serem apreciadas.

Por-do-sol pantaneiro com uma única árvore no horizonte durante o Safari pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul

Por-do-sol pantaneiro com uma única árvore no horizonte durante o Safari pela Fazenda San Francisco, em Miranda, Mato Grosso do Sul. Créditos: Gisele Rocha

Seria muito egoísmo de nossa parte guardar todas as fotos do por-do-sol que tiramos naquela tarde. Então aqui vão mais algumas:

Não há como negar, os passeios da Fazenda San Francisco valem o investimento. Pelo day-use de R$ 178,00 por pessoa (valor vigente em maio de 2015) foi possível:

  • Conhecer parte do ecossistema pantaneiro;
  • Navegar por um corixo;
  • Ver de perto jacarés saltando da água para abocanhar piranhas;
  • Apreciar a comida típica pantaneira;
  • Percorrer quilômetros e quilômetros de estradas por dentro da fazenda, fotografando vários animais típicos do Pantanal;
  • Presenciar um dos pores-do-sol mais bonitos do Brasil (quem sabe do mundo) em meio à vida selvagem;

E aí? Conseguimos passar pelo menos um pouco do que é feito o Pantanal? Deixe seus comentários abaixo e tire todas as suas dúvidas com o Viajei Bonito!

Leia mais sobre nossa viagem por Bonito e pelo Pantanal

Uma experiência inesquecível no Pantanal Sul

Prepare-se para viajar

Use o cupom FERIAS para adquirir o seguro viagem com até 20% de desconto. Além da cobertura médico-hospitalar, você também estará protegido em casos de cancelamento de viagem, extravio ou danos à bagagem.

Ícone hotel

Reserve hospedagem com antecedência através do Booking e Hostelworld para garantir preços promocionais. Parcelamento sem juros no cartão de crédito e possibilidade de cancelamento reembolsável.

Garanta internet em mais de 210 países utilizando o chip da Easysim4u, que nós já testamos na Europa e do norte ao extremo sul das Américas. Use o cupom SPRING e garanta 50% de desconto.

Economize em passagens aéreas usando o comparador de preços ou a ferramenta quando viajar, um calendário que mostra as tarifas mais baixas para o destino que você escolher.

Tenha liberdade para ir aonde quiser alugando um carro através da Rentcars, que atua em parceria com locadoras renomadas do mundo todo. Parcele sem IOF em até 12x ou cancele sem custos.

Pague menos comprando suas passagens de ônibus com a ClickBus,  a empresa líder em vendas online de passagens rodoviárias, trabalhando em parceria com mais de 140 empresas em mais de 4 mil destinos!

Faça passeios guiados em qualquer lugar do mundo e fure a fila comprando ingressos com antecedência através da GetYourGuide. Cancele sua reserva até 24 horas antes do início de sua atividade e obtenha reembolso integral.

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo