Dez cidades onde é possível ver neve no Brasil

“Moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza”. É, minha gente, o que não falta no território brasileiro são belas paisagens. Mas, como diz um dos “hinos nacionais extraoficiais”, de muito sucesso na voz de Jorge Ben Jor, o país é tropical, e por isso é difícil curtir aquele frio de verdade sem uma viagem internacional. Difícil, mas não impossível, porque aqui está o Viajei Bonito para ajudar e listar abaixo dez cidades onde há neve no Brasil.

Quando se fala em neve, o brasileiro dificilmente pensa no próprio país. Neve no Brasil não é algo simples, tanto é que as competições de inverno daqui são realizadas lá fora. O último campeonato nacional de ski alpino, por exemplo, aconteceu em El Colorado, no Chile, em setembro do ano passado.

Entretanto, com planejamento e um pouco de sorte, é possível fazer bonequinhos, brincar de guerra, deslizar ou qualquer outra diversão na neve que víamos quando criança nos filmes da Sessão da Tarde.

Afinal onde é possível ver neve no Brasil?

1 Palmas – PR

Onde é possível ver neve no Brasil
Onde é possível ver neve no Brasil? Créditos: NAntoine / Fonte: Shutterstock

Palmas é uma cidade de temperaturas tão baixas que o frio está presente até em seu hino: “Ventos frios embalam butiazais”. Fica no extremo sul do Paraná, na divisa com Santa Catarina, e a mais de 1,1 mil metros de altitude, o que propicia termômetros no negativo com alguma frequência e a torna um dos possíveis lugares para se ver neve no Brasil.

O último registro de neve em Palmas, uma cidade de pouco mais de 50 mil habitantes, é de 2017, quando a temperatura chegou a -4°C, mas não há acumulação de gelo no chão desde 2013. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, chegou a fazer -11,5°C no município em julho de 1975, terceira temperatura mais baixa da história do Brasil.

Os principais pontos turísticos de Palmas são o Parque Usina Eólica de Água Doce, com uma linda paisagem, a Catedral do Senhor Bom Jesus, no coração da cidade, e o Museu Histórico Municipal Professor José Alexandre Vieira, espaço pouco divulgado e que conta bastante da história da cidade e de todo o estado do Paraná.

Onde se hospedar em Palmas – PR

2 São Joaquim – SC

Neve em São Joaquim, Santa Catarina, Brasil
Neve em São Joaquim, Santa Catarina, Brasil. Créditos: Arthur Puls / Fonte: Flickr

São Joaquim é sinônimo de neve no Brasil. Ao contrário de Palmas e de outras cidades brasileiras onde ocorro o fenômeno climático, essa cidade do sul de Santa Catarina faz da neve uma atração turística. Geralmente, é a primeira no país a registrar temperaturas negativas e precipitações.

A alta temporada, obviamente, é no inverno, e inclusive registros históricos indicam que houve precipitação com acumulação de 1m30 de deve na cidade em julho de 1957. Porém, pode acontecer de nevar em São Joaquim, cidade com 1.360 metros de altitude, em maio ou mesmo durante o começo da primavera.

O município possui infraestrutura suficiente, e nas hospedagens há o hábito de acordar os turistas no meio da madrugada para ver neve. Os mais cansados ou dorminhocos até podem pedir para não serem perturbados, mas há o risco de ficar sem ver neve durante o passeio, já que o horário mais propício para o fenômeno é da 0h às 6h.

Caso você não tenha a sorte de ver neve, há bastantes outras opções de diversão em São Joaquim. Para quem curte um bom vinho, há algumas vinícolas com visita guiada e degustação ao final do passeio. O ponto mais forte do local, no entanto, é a maçã, e a cidade é considerada a capital brasileira dessa fruta. Na Estação Experimental de Fruticultura, a pouco mais de 2 km do centro, é possível ver mais de perto o que há de mais moderno no cultivo de maçã e visitar a macieira matriz da Fuji no Brasil.

Onde se hospedar em São Joaquim – SC

3 Urubici – SC

Neve em Urubici, Santa Catarina, Brasil
Neve em Urubici, Santa Catarina, Brasil. Créditos: Yes Brasil / Fonte: Getty Images

Extraoficialmente, Urubici tem a temperatura mais baixa da história do país, com termômetros apontando -17,8°C em 28 de junho de 1996, mas o registro não é oficial. O registro foi feito no Morro da Igreja, o ponto habitado mais alto de toda a região Sul e que todos os anos recebe turistas que querem curtir o frio em uma área sossegada e, ocasionalmente, ver neve. Da região, é possível ver todo o litoral catarinense.

Urubici, de pouco mais de 10 mil habitantes, também é uma cidade símbolo da neve no Brasil, bastante procurada, mas não vive apenas do turismo de inverno. Muita gente a visita para ver inscrições rupestres dos tempos das cavernas, na Serra do Corvo Branco, e a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, além de conhecer fazendas centenárias que foram transformadas em agradáveis hospedagens.

Além disso, boa parte da receita municipal vem da produção de hortifrutigranjeiros. Urubici é mais uma a se destacar no cultivo da maçã, principalmente a gala, além de fornecer erva-mate para o chimarrão de muitos sulistas. Leia o nosso roteiro para um fim de semana em Urubici.

Onde se hospedar em Urubici – SC

4 Bom Jardim da Serra – SC

Neve na região da Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra, Santa Catarina
Neve na região da Serra do Rio do Rastro, em Bom Jardim da Serra, Santa Catarina. Créditos: Ucha Karasek

Chamada inicialmente de Cabamjuva, esta cidade do sudeste de Santa Catarina mudou de nome ainda durante o século XIX por causa de suas belezas naturais, que lembravam e ainda lembram um jardim. Em Bom Jardim da Serra, há campos e lagos exuberantes, mas o forte da cidade são as cachoeiras. São 35, o que lhe rendeu o apelido de ‘Capital das Águas’.

Há neve em Bom Jardim da Serra durante quase todos os anos, muitas vezes com acumulação no solo. Há na internet fotos e vídeos de pessoas se divertindo no chão gelado em 2018, a maior parte deles feitos durante a madrugada. Além disso, a cidade detém o recorde de temperatura mais baixa no Brasil neste século, com -9,2°C em 08/06/2012.

Um município com apenas 5 mil habitantes não poderia ser muito badalado, mas nem por isso você precisa se sentir entediado. Bom Jardim da Serra tem uma associação de artesãos oficial e uma casa de queijo serrano, dois pontos que unem cultura e história, além do mirante da Serra do Rio do Rastro.

Onde se hospedar em Bom Jardim da Serra – SC

5 Urupema – SC

Neve em Urupema, Santa Catarina
Neve em Urupema, Santa Catarina. Créditos: Prefeitura Municipal de Urupema

“A cidade mais fria do Brasil”. Embora não figure no ranking de temperaturas mais baixas, Urupema é a cidade com menores temperaturas absolutas durante o ano, e em 2018 registrou neve no mês de agosto, algo não muito comum em outros municípios. Nessa época, os termômetros locais chegaram a marcar -6,7°C.

Urupema tem apenas 2,4 mil habitantes, mas o calor humano é grande em julho, época da Festa de Sant’Ana, a padroeira local. Além do turismo religioso, atrai visitantes para o chamado turismo rural, com fazendas que faz a gente se sentir um legítimo homem do campo, vivenciando a cultura local.

Outro atrativo da cidade são as cachoeiras. No entanto, em alguns períodos fica mais difícil mergulhar, por um motivo um pouco óbvio: a água congela.

Onde se hospedar em Urupema – SC

6 Gramado – RS

Monumento coberto de neve em Gramado
Monumento coberto de neve em Gramado. Créditos: Cleiton Thiele / Fonte: Turismo de Gramado

O destino de inverno mais procurado do país não poderia ficar de fora da lista. Mas se quando se fala em neve no Brasil você pensa em Gramado, talvez você não esteja fazendo a associação correta. Não é todo ano que neva nessa cidade da serra gaúcha, e, quando neva, nem sempre o chão fica branquinho como vemos em outros lugares.

A última nevasca digna dos filmes em Gramado aconteceu em 2013, em agosto, mês não muito típico. O melhor para quem quer ver neve neste município de cerca de 35 mil habitantes do nordeste do Rio Grande do Sul é programar a viagem para julho e torcer bastante.

Se a sorte não lhe sorrir, tem neve sempre no Snowland, um parque temático fechado coberto de neve com entretenimento típico de cidades geladas. Gramado tem também uma noite bastante agitada, com shows e restaurantes, chocolates deliciosos, passeios com a tradicional Maria Fumaça e tours no Vale dos Vinhedos. Você também pode conciliar um city tour por Gramado e Canela, a casadinha perfeita. Dá até para fazer um ensaio fotográfico profissional e garantir belas recordações!

Há ainda dois períodos de eventos tradicionais: agosto, com o Festival de Cinema de Gramado, e dezembro, com o Natal Luz, época em que a cidade é toda decorada e sedia série de eventos com temática natalina.

Onde se hospedar em Gramado – RS

7 Bom Jesus – RS

Neve em Bom Jesus, no Rio Grande do Sul, Brasil
Neve em Bom Jesus, no Rio Grande do Sul, Brasil. Créditos: alexandrebraz1979 / Fonte: Flickr

Mais ao norte do Rio Grande do Sul, na divisa com Santa Catarina, incluindo com São Joaquim, está Bom Jesus, com cerca de 12 mil habitantes. Também não tem garantia de neve todos os anos, nem é tão badalada quanto Gramado, mas elas compõem juntas a rota chamada Caminhos da Neve, assim como Canela, São Francisco de Paula e Jaquirana. O traçado foi criado através de uma lei sancionada no ano passado para realizar a integração turística entre as serras Gaúcha e Catarinense.

Habitada inicialmente apenas por indígenas, Bom Jesus depois recebeu a imigração de portugueses, italianos, alemães e africanos. Seu carro chefe hoje em dia são as quedas d’água, além do Museu Municipal.

8 Cambará do Sul – RS

Neve em Cambará do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil
Neve em Cambará do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil. Créditos: TripAdvisor

Este um dos destinos mais indicados para se ver neve no Brasil. Por ter altitude maior que Gramado e Bom Jesus, Cambará do sul, também no nordeste do Rio Grande do Sul, tem neve todos os anos, embora sem garantia de que haverá acumulação. A maior nevasca da história da cidade é relativamente recente, de 2004, mas nos últimos anos as temperaturas têm sido um pouco menos baixas.

O forte de Cambará do Sul são as paisagens. Se você caprichar no agasalho e na câmera fotográfica, ou mesmo no celular, fará fotos espetaculares. A cidade é sede do Parque Nacional de Aparados da Serra e do Parque Nacional da Serra Geral, com cânions, cachoeiras e araucárias, além de Mata Atlântica preservada.

Onde se hospedar em Cambará do Sul – RS

9 São José dos Ausentes – RS

Neve em São José dos Ausentes, Rio Grande do Sul
Neve em São José dos Ausentes, Rio Grande do Sul. Créditos: Secretaria de Turismo

Trata-se de um município mais novo que alguns de nossos leitores, com apenas 27 anos de emancipação, e tem apenas 3,5 mil habitantes. Antes, era subordinado a Bom Jesus, à época chamada Aparados da Serra. São José dos Ausentes um pouco mais alta que a agora cidade vizinha, com 1,2 mil metros de altitude, o que propicia uma chance maior de nevar.

Além de tentar ver neve, o visitante de São José dos Ausentes não pode deixar de ir ao Pico do Monte Negro, ponto mais alto do Rio Grande do Sul, com 1.403 metros. Se possível, assista ao pôr do sol no local. Assim como algumas vizinhas, possui bonitos cânions e cachoeiras, além do mirante da Serra da Rocinha.

Onde se hospedar em São José dos Ausentes – RS

10 São Francisco de Paula – RS

Neve em São Francisco de Paula. Rio Grande do Sul, Brasil
Neve em São Francisco de Paula. Rio Grande do Sul, Brasil. Créditos: Apcef RS

No caminho entre Gramado e os muitos cânions do Rio Grande do Sul, está São Francisco de Paula, com seus mais de 20 mil habitantes. Pelo comércio forte, é o lugar ideal para quem comprar roupas de frio para visitar as outras cidades citadas ou qualquer outra parte do mundo com temperaturas baixas.

Ainda quanto a compras, a Livraria Mirante deixou há algum tempo de ser uma mera livraria. O acervo é enorme, mas a loja tem três andares, só um deles para livros. O segundo é para objetos de decoração, e o terceiro é reservado para exposições de arte e um cantinho para leitura.

São Francisco de Paula, cujo principal cartão postal é o lago São Bernardo, também tem neve todos os anos, quase sempre entre julho e agosto, além de ser a cidade mais chuvosa do Rio Grande do Sul.

Onde se hospedar em São Francisco de Paula – RS

Neve em Minas Gerais

Embora ocorra com menos frequência, já foram registrados episódios de neve em Minas Gerais, mais precisamente na região do Parque Nacional do Itatiaia em Itamonte, sul de Minas. O mais intenso aconteceu em 10 de junho de 1985, quando os termômetros chegaram a marcar -15ºC!

Depois disso o fenômeno foi registrado com menor intensidade nos anos de 1988 e 2012. Quando será o próximo? Alguma aposta?

Leia mais sobre este tema

Dez cidades onde é possível ver neve no Brasil

Prepare-se para viajar

Use o cupom MAE para adquirir o seguro viagem com até 20% de desconto. Além da cobertura médico-hospitalar, você também estará protegido em casos de cancelamento de viagem, extravio ou danos à bagagem.

Ícone hotel

Reserve hospedagem com antecedência através do Booking e Hostelworld para garantir preços promocionais. Parcelamento sem juros no cartão de crédito e possibilidade de cancelamento reembolsável.

Garanta internet em mais de 210 países utilizando o chip da Easysim4u, que nós já testamos na Europa e do norte ao extremo sul das Américas. Use o cupom SPRING e garanta 50% de desconto.

Economize em passagens aéreas usando o comparador de preços ou a ferramenta quando viajar, um calendário que mostra as tarifas mais baixas para o destino que você escolher.

Tenha liberdade para ir aonde quiser alugando um carro através da Rentcars, que atua em parceria com locadoras renomadas do mundo todo. Parcele sem IOF em até 12x ou cancele sem custos.

Pague menos comprando suas passagens de ônibus com a ClickBus,  a empresa líder em vendas online de passagens rodoviárias, trabalhando em parceria com mais de 140 empresas em mais de 4 mil destinos!

Faça passeios guiados em qualquer lugar do mundo e fure a fila comprando ingressos com antecedência através da GetYourGuide. Cancele sua reserva até 24 horas antes do início de sua atividade e obtenha reembolso integral.

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!

2 pensou em “Dez cidades onde é possível ver neve no Brasil

  1. Sou doida pra conhecer Cambará do Sul e quero ir quando estiver assim, nevando! Não sabia que tinha tantas cidades assim no Brasil que nevavam. Adorei seu post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo