O que fazer em Bratislava durante um dia (ou mais)

Bratislava é a capital da Eslováquia, e mesmo se tratando de uma capital, consegue manter um clima de cidade pequena. Se você está localizado na região central é possível fazer tudo a pé. Aliado a isso há o fato de que com um mapa desses que você recebe em qualquer albergue é possível visualizar na mesma página os melhores pontos turísticos. Eu diria que com uns dois dias é possível conhecer tudo que há de relevante por aqui, talvez em um, se você tiver disposição pra andar. Perfeito pra um bate-volta. Para ajudar na sua decisão, mostro aqui o que fazer em Bratislava durante um dia (ou mais).

Pode ser um reflexo do frio, mas há poucas pessoas nas ruas. Durante o dia elas ficam vazias e percebo que os moradores andam com pressa e não param pra ver as várias vitrines de lojas de roupa, mesmo quando estas têm aqueles adesivos enormes de liquidação. Todo mundo correndo pra casa. Não sei o que eles têm contra o frio. É tão bom andar agasalhado curtindo a baixa temperatura.

Falando em clima, se você quiser entrar no clima de cidade europeia, pode pegar um dos vários bondes que cortam o centro da capital. Eles ainda estão bem conservados e representam um dos principais componentes do transporte público de Bratislava. É aquele tipo de atração que você vai, se empolga, tira várias fotos e quando percebe tem um morador local te olhando com cara emburrada, indignado com esses turistas que acham que tudo é festa.

Bonde percorrendo as ruas do centro de Bratislava, Eslováquia

Bonde percorrendo as ruas do centro de Bratislava, Eslováquia. Créditos: Adriano Castro

O que fazer em Bratislava?

Os cassinos existem aos montes por aqui. Mas não são aqueles bonitões de Las Vegas. Alguns são prédios antigos com pinta de coisa ilegal, mas acredito que seja apenas a fachada, já que o jogo é legalizado. De qualquer forma, como a grana tá contadinha pros próximos dias, optei por passar longe deles, sendo assim, fique apenas com a informação de que há cassinos em Bratislava. A propósito, se eu entrasse, dificilmente poderia fotografá-los.

Teatro Nacional Eslovaco

O Teatro Nacional pode ser o primeiro ponto turístico que você vai ver em Bratislava ao sair da estação de ônibus, dependendo do caminho que você escolher fazer. A fachada em estilo neo-renascentista é realmente muito bonita, mas não me interessei em fazer a visitação interna.

Igreja Azul

Igreja Azul, um dos cartões postais de Bratislava, capital da Eslováquia

Igreja Azul, um dos cartões postais de Bratislava, capital da Eslováquia. Créditos: Adriano Castro

O que não falta na cidade são igrejas, mas a Igreja Azul é uma das que se destaca. É um dos pontos turísticos que o mapinha do albergue lista, então resolvi ir lá pra checar. Nesse dia estava especialmente frio, ventava muito e os dedos doíam quando eu tirava a câmera do bolso pra fotografar.

Fiz uma pesquisa rápida pra entender o porquê do nome ser Igreja Azul, mas pelo que entendi, o motivo é o fato de ela ser pintada de azul. Justo. De qualquer forma, nessa hora é claro que eu me lembrei de Chefchaouen, no Marrocos com suas ruas e casas azuis.

O Observador

Cumil, a estátua do Observador saindo do bueiro, importante ponto turístico em Bratislava, Eslováquia

Cumil, a estátua do Observador saindo do bueiro, importante ponto turístico em Bratislava, Eslováquia. Créditos: rauschenberger / Fonte: Pixabay

Outro ponto turístico emblemático de Bratislava é a estátua do homem saindo do bueiro. Lá ela é chamada de Cumil, que em português quer dizer “Observador”. Dizem que ele está ali observando o que tem embaixo das saias das mulheres. E há uma superstição (sempre tem, né?) de que a pessoa que passar a mão na cabeça dele garante sorte para o resto da vida.

Andando pela Old Town você vai se deparar com outras estátuas maneiras. Essa é apenas a mais conhecida.

Catedral de São Martinho

Catedral de São Martinho se destacando entre outras construções de Bratislava

Catedral de São Martinho se destacando entre outras construções de Bratislava. Créditos: Adriano Castro

Até eu que não sou muito ligado a igrejas não pude deixar de notar a imponente torre de 85 metros de altura da Catedral de São Martinho, que encontrei no caminho para o Castelo de Bratislava. Tudo que eu sei é que 19 reis húngaros foram coroados ali.

Castelo de Bratislava

Castelo de Bratislava, Eslováquia

Castelo de Bratislava, Eslováquia. Créditos: Ajale / Fonte: Pixabay

No alto de uma colina no meio de Bratislava há um grande castelo, que, além de suas várias funções, também possui museus em seu interior. Esse não é um castelo com estilo medieval, mas ele tem suas torres, estátuas de cavaleiros e grandes portões. É bonito e imponente, de qualquer forma. Seu entorno é repleto de mirantes e belas vistas para a cidade, principalmente pela beleza do Rio Danúbio que tangencia seu perímetro.

O Castelo de Bratislava funciona também como a residência do presidente da República, mas preferi não atrapalhá-lo e fiquei na minha só tirando as fotos pra mostrar essa atração pra você.

Portão de São Muguel

No século XIV, durante o período medieval, a Bratislava era cercada por muros e alguns portões conectavam a cidade com o lado de fora. Um deles era o Portão de São Miguel, que tem uma torre de 51 metros distribuídos em sete andares. Lá de cima dá para ver o centro histórico e além.

Se você reparar bem, vai ver que no topo da torre tem uma estátua do arcanjo Miguel matando um dragão. No calçamento da rua que passa pelo portão você vai achar o marco do “quilômetro zero”, que lista as distâncias de 29 capitais mundiais a partir daquele ponto.

Palácio Presidencial

Palácio Presidencial de Bratislava, Eslováquia

Palácio Presidencial de Bratislava, Eslováquia. Créditos: Guillaume Speurt / Fonte: Flickr

Na praça Hodžovo námestie, a maior de Bratislava, está localizado o Palácio de Grassalkovich, que é mais conhecido como Palácio Presidencial, já que é lá que o presidente mora. Apenas os jardins estão abertos à visitação.

Palácio de Verão do Arcebispo

Não que seja um ponto turístico indispensável, mas se você ainda tiver tempo e quiser saber mais o que fazer em Bratislava, vá até o Palácio de Verão do Arcebispo, que fica a menos de 10 minutos caminhando a partir do Palácio Presidencial. É uma construção bem bonita em estilo barroco, sede do governo, mas não é possível visitar lá dentro.

Memorial de Guerra Slavin

Caminhando mais uns 25 minutos a gente chega ao Memorial Slavin, construído em comemoração à libertação da cidade pelo Exército Vermelho em abril de 1945, no fim da Segunda Guerra Mundial e também para homenagear os 6.845 soldados que morreram durante as batalhas e estão enterrados ali. É um monumento gigantesco, seguindo o estilo grandioso dos monumentos soviéticos.

Christmas Market

A Christmas Market é uma feira tradicional dos países europeus associada às celebrações de Natal que não pode ficar de fora da lista sobre o que fazer em Bratislava durante um dia ou mais. Nas ruas que recebem o evento há várias barracas de comidas típicas e muito vinho… quente! É como se fosse o quentão que servem em nossas festas juninas. São muitas as combinações e uma das que experimentei foi a que levava canela e rum, chamada de punch. O gosto é um pouco enjoativo, mas você acostuma e, pensando assim, lá pro terceiro copo eu nem lembrava que não gostava de vinho. Óbvio, hoje cedo eu lembrei muito bem.

Além das barracas, músicos de rua tocam pelas esquinas. Tive que parar pra assistir a um “show” improvisado no qual o músico estava tocando Bon Jovi, Imagine Dragons, Of Monsters and Men e canções eslovacas. Mas é claro que a música é parte integrante do evento e não é composta somente por artistas de rua. Um palco foi montado onde bandas típicas da Eslováquia se apresentaram.

Tudo isso com o frio rigoroso pra dar um charme especial à feira.

Castelo de Devín

Castelo de Devin, Bratislava, Eslováquia

Castelo de Devin, Bratislava, Eslováquia. Créditos: Straße der Kaiser und Könige / Fonte: Flickr

Dá para conhecer a cidade em um dia? Dependendo do seu ritmo dá para conhecer os principais pontos turísticos com folga. Mas o que fazer em Bratislava com mais tempo? Visitar o Castelo de Devín, que a 12 km do centro de Bratislava.

Para chegar lá é muito fácil. Basta pegar um ônibus número 28 ou 29 que sai do ponto “Most SNP”, na ponte do UFO. Depois de uns 20 minutos você chegará à parada “Devín”.

As ruínas do castelo ficam no alto de uma colina que corta dois rios importantes da região: Danúbio e Morava, que formam uma fronteira natural com a Áustria e a República Tcheca. O cenário é típico dos filmes medievais. Vale a pena visitar!

Onde e o que comer em Bratislava

Comida é assunto que rende muito, então fiz um post exclusivo para você saber o que não pode deixar de comer em Bratislava.

Ruas de Bratislava, Eslováquia

Ruas de Bratislava, Eslováquia. Créditos: Jimirundes / Fonte: Pixabay

Onde se hospedar em Bratislava

O albergue em que estou hospedado em Bratislava é o Patio Hostel e lhe falo que este até hoje foi o albergue mais completo em termos de recursos disponíveis que eu já vi na vida. Ok, minha opinião pode mudar em meus próximos destinos, já que conhecerei outros, mas acho difícil.

Pra começar, há uma grande sala com várias máquinas de lavar e de secar, tudo liberado. Não há custos para usar esses aparelhos. Fora isso, há várias cozinhas espalhadas pelos andares, com tudo que você precisa pra cozinhar, como óleo, sal, açúcar, café etc. já inclusos no preço (que está bem abaixo dos preços praticados em Bratislava). Abaixo de cada cama há enormes baús que cabem tranquilamente dois mochilões cheios, com ganchos para cadeado.

Com relação à localização, não há o que reclamar. Tudo que descrevi neste artigo foi feito a pé, exceto o Castelo de Devín. Não precisei de táxis ou ônibus em momento algum.

E pra fechar o pacote de elogios, a internet do albergue é excelente. Em meus sete dias aqui não houve uma queda sequer, e nenhum período de instabilidade. Mesmo com vários turistas usando em paralelo eu conseguia manter minhas conversas no Skype com ótima qualidade. Então se sua lista de pré-requisitos há “boa internet”, pode vir pra cá.

Leia também nosso artigo com os melhores hotéis e albergues na Bratislava!

Como chegar em Bratislava

Bratislava está a 70 km de Viena e a 200 km de Budapeste. Distâncias tranquilas para quem faz bate e volta e melhor ainda para quem está mochilando entre as cidades do leste europeu. Para saber como chegar em Bratislava, eu consultei o site da Omio. Essa é a melhor forma de calcular rotas e comprar as passagens com antecedência para conseguir descontos.

Em resumo, a forma mais econômica é viajando de ônibus. De Viena até Bratislava o percurso dura só uma hora e saindo de Budapeste, 2h45.

Na próxima semana estarei em Budapeste e conto pra você como é. Bom fim de semana!

Leia mais sobre a Bratislava

O que fazer em Bratislava durante um dia (ou mais)

Prepare-se para viajar

Use o cupom PAI para adquirir o seguro viagem com até 20% de desconto. Além da cobertura médico-hospitalar, você também estará protegido em casos de cancelamento de viagem, extravio ou danos à bagagem.

Ícone hotel

Reserve hospedagem com antecedência através do Booking e Hostelworld para garantir preços promocionais. Parcelamento sem juros no cartão de crédito e possibilidade de cancelamento reembolsável.

Garanta internet em mais de 210 países utilizando o chip da Easysim4u, que nós já testamos na Europa e do norte ao extremo sul das Américas. Use o cupom SPRING e garanta 50% de desconto.

Economize em passagens aéreas usando o comparador de preços ou a ferramenta quando viajar, um calendário que mostra as tarifas mais baixas para o destino que você escolher.

Tenha liberdade para ir aonde quiser alugando um carro através da Rentcars, que atua em parceria com locadoras renomadas do mundo todo. Parcele sem IOF em até 12x ou cancele sem custos.

Pague menos comprando suas passagens de ônibus com a ClickBus,  a empresa líder em vendas online de passagens rodoviárias, trabalhando em parceria com mais de 140 empresas em mais de 4 mil destinos!

Faça passeios guiados em qualquer lugar do mundo e fure a fila comprando ingressos com antecedência através da GetYourGuide. Cancele sua reserva até 24 horas antes do início de sua atividade e obtenha reembolso integral.

Adriano Castro

Formado em Ciência da Computação pela UFJF, trabalhou durante 10 anos como analista de sistemas até chutar o balde e tocar a vida como freelancer, carregando seus projetos para onde quer que vá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo