O que fazer em Puno, a capital folclórica do Peru

A minha passagem por Puno foi muito breve. Estava a caminho de La Paz, saindo de Cusco, e tive um intervalo de aproximadamente 8 horas entre um ônibus e outro. O objetivo ali era conhecer as ilhas flutuantes de Uros, o que viesse depois era lucro.

O dia nem tinha amanhecido quando eu parei para tomar um chá de coca na rodoviária da cidade. Puno ainda dormia, então aproveitei para descobrir o que tinha de interessante para se fazer naquele lugar e traçar o trajeto no mapa (em 2013 smartphone era um aparato restrito aos mais abastados. Nessa época eu era uma pobre bolsista, meu celular mal tirava fotos, quem dirá ter um mapinha prontinho, me explicando aonde ir).

Ao primeiro raio de sol, saímos Laura e eu a bater perna pela cidade. Garantimos o passeio para Uros e fomos andando sem rumo rua afora. Antes de compartilhar o nosso roteiro em Puno, gostaria de dividir com vocês alguns acontecimentos daquele dia.

Era setembro, não me lembro o dia exato. As ruas estavam tomadas por pessoas em trajes típicos, muita música regional rolando e um palco armado em frente à Catedral. Não fazia ideia do que eles estavam celebrando, mas ali já entendi o porquê do slogan “la capital del folklore peruano” estar por toda a parte.

O que fazer em Puno durante 1 dia inteiro

Puno é uma cidade bem pequena, dá para fazer todo o roteiro a pé, com exceção do Mirador del Condor, que deixaria o passeio muito cansativo. Como sempre, escolha um sapato confortável, pois as ruas são ladrilhadas com pedras e qualquer torção no pé pode acabar com a festa, principalmente se você não tiver seguro viagem.

Catedral de Puno

Como estávamos com um pouco de pressa, fomos direto ao principal ponto turístico da cidade: a Basílica Menor de Puno, como é conhecida a Catedral que fica na Plaza de Armas. A construção segue o estilo Barroco em uma linha mestiça, muito diferente das igrejas construídas aqui no Brasil na mesma época.

A fachada é toda de pedra, decorada com figuras humanas, plantas silvestres e sereias talhadas em charangos, um instrumento típico dos países andinos da América do Sul. Dá para passar o dia ali identificando os detalhes, mas a gente não dispunha de todo esse tempo. Entramos pela porta principal para conhecer o interior da igreja e saímos para continuar o passeio.

Museo Carlos Dreyer

A poucos passos da Catedral de Puno, encontramos o Museu Carlos Drayer, que homenageia um pintor e colecionador alemão que morou na cidade por mais de três décadas e era um entusiasta da cultura andina.

O meuseu fica em um casarão antigo, mas muito bem preservado. O espaço interno é muito bonito e o acervo conta com fascinante coleção de artefatos arqueológicos e pinturas originárias da coleção pessoal do artista que dá nome ao lugar. Para os fortes de coração, dá para ver três múmias expostas na posição em que morreram. Eu não dou conta de ver isso, fico imaginando o desespero que enfrentaram nos últimos minutos de vida. Preferi passar para o próximo ponto marcado no roteiro.

Horário de funcionamento: de segunda à sexta, das 9h30 às 19h30
Preço: 15 soles (com direito a tour guiado, que dura meia hora)

Parque Pino

Parque Pino, uma charmosa praça no coração de Puno, Peru

Parque Pino, uma charmosa praça no coração de Puno, Peru. Créditos: Gisele Rocha

Olhando o mapa, custei a entender que aquela praça onde estava era o Parque Pino. O lugar é bonito, bem arborizado, mas só vale a pena visitá-lo se você tiver tempo sobrando. Fica muito perto da Plaza de Armas, então não é preciso andar muito.

A título de curiosidade, o Parque Pino foi construído no início do século XX em homenagem a Dr. Manuel Pino, herói da Guerra do Pacífico, contra o Chile. Tem uma estátua dele no meio da praça (ou parque, como preferir).

Iglesia de San Juan Bautista

A Iglesia de San Juan Bautista é uma simpática igrejinha que fica em frente ao Parque Pino. O templo abriga uma bela imagem da Virgem da Candelária, padroeira de Puno. Durante o mês de fevereiro, a igreja fica lotada de fiéis que chegam para celebrar a festa da santa. Dizem que a festa é muito bonita, então, se você estiver por lá nessa época do ano, venha me contar como foi o evento.

Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 7h30 ao meio-dia e das 16h30 às 19h. Aos domingos, fica aberta das 6h às 13h e das 17h às 18h.

Mirador el Condor

Mirador de Kuntur Wasi, em Puno, Peru

Mirador de Kuntur Wasi, em Puno, Peru. Créditos: adrianpua / Fonte: Flickr

A vista mais linda da cidade é aquela que se tem a partir do Mirador el Condor, apresentado nos mapas também como “Mirador de Kuntur Wasi”. De lá é possível ver a cidade inteirinha, boa arte do Lago Titicaca e, se você tiver sorte, poderá avistar alguns condores. Caso você for pernoitar em Puno, fique no mirante para assistir ao pôr do sol. Imagino que seja um espetáculo visto ali de cima, mas o meu ônibus para La Paz partia antes do anoitecer e eu perdi essa parte.

A melhor forma de se chegar ao mirador é através de taxi. Depois disso, prepare-se para subir 620 degraus. Todo o sofrimento será recompensado, eu prometo!

Siga nossa página no Facebook

Sillustani

Chullpas de Sillustani, na zona rural de Puno

Chullpas de Sillustani, na zona rural de Puno. Créditos: speedygroundhog / Fonte: Flickr

Infelizmente não conseguimos visitar as ruínas das torres funerárias de Sillustani porque o passeio começava às 14h30 e terminava por volta das 18h. Eu recomendo um tour guiado para você conseguir entender melhor a história em torno dessas tumbas construídas no reino dos colla, séculos e séculos atrás.

Em resumo, as chullpas (como são chamadas as torres) eram construídas para guardar os corpos de pessoas nobres que viviam ali naquela época. Algumas torres chegaram a alcançar 12 metros de altura, mas hoje se encontram parcialmente desmoronadas.

O mais curioso é que as mulheres, servos, animais e bens materiais desses nobres eram sepultados juntos com ele, pois acreditavam que após a morte acordariam para uma vida exatamente igual a que tinham aqui.

Ilhas de Uros

Na Ilha de Uros, a 7 quilômetros de Puno, Peru

Nas Ilhas de Uros, a 7 quilômetros de Puno, Peru. Créditos: Viajei Bonito

As ilhas flutuantes de Uros são feitas com camadas de totora que flutua no Lago Titicaca, o mais alto do mundo. O passeio durou pouco mais de 3 horas, tempo no qual tivemos uma palestra rápida sobre como a ilhas são feitas e porque elas não afundam, como os antepassados foram parar ali e como os uros vivem atualmente. É só isso que vou falar por enquanto porque não quero queimar a largada. Se você quiser saber mais sobre essas ilhas, a cultura e o cotidiano de quem vive nelas, vai ter que aguardar o artigo que dedicarei exclusivamente a esse passeio.

Voltamos para Puno por volta das 12h30, com a barriga roncando de fome. Sem procurar muito, achamos um restaurante com preços razoáveis, cujas mesas ficavam na sobreloja. Lá de cima assistimos de camarote ao desfile que começava. Estava lindo, com aquelas roupas típicas e a orquestra tocando músicas tradicionais, que me lembraram muito as marchinhas de carnaval.

A propósito, a festança se deu em comemoração ao aniversário da Universidad Nacional del Altiplano de Puno, descobri isso posteriormente. Pensou que eu terminaria este artigo sem te dar essa informação?

Agora que você já sabe o que fazer em Puno, bora para o próximo destino: La Paz.

Prepare-se para sua viagem

Tierra Viva Puno Plaza

Calle Grau 270

Descrição obtida de Booking

O Tierra Viva Puno Plaza está situado apenas a 50 metros da praça principal de Puno, da catedral e da rua principal Jirón Lima. Dispõe de quartos com acesso Wi-Fi gratuito e televisões com ecrã plasma.

Diárias a partir de R$180,00 (preço atualizado em 20 de abril de 2018)

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Em Puno, nossa sugestão de hospedagem é o Tierra Viva Puno Plaza (diárias a partir de R$180,00). Aprenda a reservar um hotel pela internet aqui. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostelworld.

Vai alugar um carro? Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF. Veja como é simples fazer sua cotação e reservar um carro pela internet.

Veja o motivo pelo qual recomendamos o seguro viagem para quem viaja pela América do Sul. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiro.

A Viator oferece passeios, tours, visitas a atrações turísticas e guias para vários destinos no mundo! Descubra o que ela tem a oferecer para Américas Central e do Sul, Peru e Puno.

Com base em cotações atualizadas diariamente do Alpha Vantage, a proporção entre o Novo sol peruano e o Real é de 1 PEN para 1,1424 BRL. Utilizando o voucher VIAJEIBONITO você garante em sua primeira compra 10% de desconto no spread da BeeCâmbio e 25% de desconto no spread da Remessa Online, além de garantir as melhores taxas para câmbio de moeda. Confira nosso passo-a-passo para enviar e receber dinheiro do exterior durante uma viagem.

Gisele Rocha

Formada em Comunicação Social pela UFJF. Andou meio mundo tentando descobrir o que queria fazer, até descobrir que queria mesmo era andar pelo mundo. Créditos da imagem de capa: adrianpua / Fonte: Flickr