Bangkok é tida como um dos destinos mais loucos do planeta e essa fama se deve à Khao San Road, uma rua que nunca dorme, que se transforma ao longo do dia e onde acontece de tudo.

Se você assistiu ao filme A Praia, com o Leonardo DiCaprio, ou “Se Beber Não Case 2”, vai se lembrar que a rua foi locação de algumas cenas desses dois longas-metragens. Sim, toda aquela zoeira é real, mas não vá esperando encontrar sangue de cobra para tomar assim tão fácil. Pra falar a verdade, tem muitas coisas melhores para se fazer por lá.

Anote tudo aí!

Para ler em seguida

1 Tomar o café-da-manhã na 7 Eleven

A maioria dos hostels não inclui café-da-manhã no preço da diária. A refeição é cobrada à parte e custa 100 bath por pessoa, em média. Na nossa opinião, não vale a pena pagar esse valor. Nós comprávamos leite ou suco na 7 Eleven e mais um sanduíche, que era esquentado lá na hora mesmo. Ao todo, pagávamos em torno de 70 bath, o que dava aproximadamente R$3,50 por pessoa.

2 Fazer compras e barganhar

Tudo – tudo mesmo – que você quiser comprar, vai encontrar nas lojas e barraquinhas da Khao San Road. Se precisar de uma calça para ir ao templo, vai achar lá. Camisas, biquínis, vestidos, bermudas, chapéus, short de muai thai, sandálias, bolsas de tecido e de couro, mochilas, mala com ou sem rodinhas, pashiminas, tapetes de meditação, quadros, desenhos, artigos para casa, produtos de beleza… enfim, qualquer coisa possível e imaginável.

Sempre negocie o preço. Comece jogando o preço muito para baixo, tendo em vista que o (a) vendedor (a) não vai aceitar e que aos poucos vocês chegarão a um preço conveniente para ambos. Negócio fechado, agradeça no idioma local: “Khop Khun Kah” (pronuncia-se “có cum cá”) se você for mulher e “Khop Khun Krap” (pronuncia-se “có cum cáp”) se for homem.

3 Pegar um tuk tuk a algum lugar

Antes de partimos para a Tailândia, lemos e ouvimos muitas coisas negativas a respeito dos tuk tuks. Diziam que era arriscado, que o preço não compensava, que os motoristas iam nos levar a lojas em que ganhariam comissão, entre outros horrores.

Sinceramente, tuk tuk foi o melhor meio de transporte que usamos por lá. Fechávamos um preço (sempre negociando), falávamos o nome do lugar e mostrávamos exatamente pra onde queríamos ir e não tivemos nenhum problema na dezena de vezes em que utilizamos esse serviço.

Dica: Nunca deixe que os motoristas te abordem, oferecendo um passeio muito barato (tipo 15 bath por pessoa). Isso sim é cilada, pois nesse caso eles podem mesmo te levar a lojinhas em que te empurrarão coisas e ganharão comissão. Fique esperto!

4 Ver o Ronald McDonald em pose de agradecimento

Em 2002, o McDonald’s criou uma campanha chamada “McThai no espírito Thai”. Seja por sinal de respeito ou apenas para ganhar a simpatia dos locais, o Ronald McDonald’s fica na porta de cada estabelecimento agradecendo a presença dos clientes e a colaboração dos funcionários na posição que os tailandeses conhecem como “wai”, com as mãos postas na altura do peito.

Ronald McDonald na posição "wai" de agradecimento em uma das filiais da Khao San Road, em Bangkok.
Ronald McDonald na posição “wai” de agradecimento em uma das filiais da Khao San Road, em Bangkok. Créditos: Gisele Rocha

5 Comer comidas típicas

Pad Thai, Kapow, Spring Rolls, Roti e espetinhos. Tudo sendo vendido o dia inteiro em diversas barraquinhas ao longo da rua. Os preços são fixos em cada uma delas, mas podem variar de uma para outra. De qualquer forma, os tudo é muito barato, como já comentamos no post sobre os custos de uma viagem a Bangkok.

Gisele devorando um Pad Thai de camarão e frutos do mar na Khao San Road, em Bangkok.
Gisele devorando um Pad Thai de camarão e frutos do mar na Khao San Road, em Bangkok. Créditos: Adriano Castro

6 Fazer um terno sob medida

Se por algum motivo nessa vida você precisar de um terno em Bangkok, saiba que na Khao San Road dá pra fazer um sob medida. Vários homens bem vestidos abordam as pessoas, mostram os modelos e prometem entregar bem rápido.

Adriano até perguntou pra um vendedor se alguém fecha negócio, já que a rua da zoeira não é o melhor ponto para vender uma peça tão formal. O cara disse que sim e que nos mostraria o site dele. Jogou umas palavras no Google e mostrou uns ternos pra gente. Hahahahaha.

7 Relaxar com massagem tailandesa

Depois de um dia inteirinho andando a pé pela cidade sob o sol escaldante, nada mais merecido do que uma massagem nos pés, nas costas, nos ombros ou até mesmo na cabeça. Alguns spas colocam as cadeiras na calçada mesmo e alguns massagistas ficam na rua segurando as placas com os valores, então fica fácil de achar. Os preços são cobrados por 15 minutos, meia hora ou 1 hora e variam de acordo com a parte do corpo a ser massageada. Em dezembro de 2015, os valores começavam em 150 bath, o equivalente a mais ou menos 15 reais. Vale cada centavo!

Continua após a publicidade

8 Spa com peixinhos

Peixinhos mordicando os nossos pés para tirarem a carne morta foi uma experiência interessante. Nunca tínhamos feito, então resolvemos experimentar.

Primeiro os nossos pés foram lavados, depois colocados dentro de um aquário cheio de peixes pequenos. Nos primeiros minutos só dá pra sentir cosquinha, mas aos poucos fomos relaxando e aproveitando. Os peixinhos estimulam pontos estratégicos, fazendo um tratamento parecido com a acupuntura, aumentando o fluxo sanguíneo e facilitando a circulação, o que dá a sensação de relaxamento.

O preço por 15 minutos é de 150 bath.

Virar comida de peixe está entre as melhores coisas para fazer na Khao San.
Virar comida de peixe está entre as melhores coisas para fazer na Khao San. Raod. Créditos: stefan klocek / Fonte: Flickr

9 Comer bichos exóticos

O lugar também é famoso pelos invertebrados que são vendidos nas barraquinhas à noite. Eu não sei se isso deveria entrar na lista de coisas para fazer na Khao San Road ou na lista do que NÃO fazer, uma vez que a procedência dos bichos, o preparo e o armazenamento são muito duvidosos.

Se você for corajoso, mete bronca! A Gisele se aventurou, mas teve intoxicação alimentar poucos dias depois. Como estávamos comendo muita comida de rua, não sabemos se o culpado foi o pobre do escorpião.

Sobre os preços: o bicho mais barato é a larva, que custa 30 bath. O mais caro é a aranha, que custa 600 bath.

10 Beber drinks no balde

Pisamos na Khao San Road vislumbrando o momento de encher a cara e chutar o balde. A segunda parte não aconteceu pra evitarmos prejuízos ao dono do bar e confusão com a polícia. De resto, foi tudo como imaginávamos.

Os buckets são vendidos pelos ambulantes e nos barzinhos. Em alguns, você compra a comida e ganha a bebida, em outros, você compra um e ganha outro. Vale a pena conferir os preços. Não se esqueça do Engov!

À época nós fizemos vários vídeos e fotos passando vergonha no nosso Snapchat (viajeibonito). Como o material some após 24 horas, recomendo que você nos adicione lá para não perder o melhor da próxima empreitada.

11 Conhecer gente do mundo todo

Khao San Road é o gueto dos turistas. Por causa de sua fama de doidona, jovens do mundo inteiro se concentram ali e estão sempre receptivos a uma zoeira global. Melhor ainda para quem está viajando sozinho, porque ali é o lugar certo para encontrar companhia para os passeios ou até mesmo para outras viagens pelo continente.

Não é raro começar um papo com alguém em inglês e depois descobrir que a pessoa é brasileira. Estamos por todas as partes!

12 Radicalizar no penteado

Se você quer dar uma repaginada no visual, a Khao San Road é o lugar certo. Durante o dia e principalmente à noite, dá para ver vários manequins com dreads, tranças e tererês. A galera já tem a manha, então fica pronto bem rápido. Se por algum motivo você precisar voltar para a casa com o seu penteado habitual, fique tranquilo, pois eles também fazem fake dreads.

Mudar o visual é uma boa pedida para quem procura coisas para fazer na Khao San Road
Mudar o visual é uma boa pedida para quem procura coisas para fazer na Khao San Road. Créditos: Gisele Rocha

13 Assistir a um show de “ping pong”

Você não leu errado, mas pode ter entendido errado. Estávamos bebendo em um bar na Khao San Road quando encontramos um grupo de brasileiros que nos convidaram para assistir a este “espetáculo”, que consiste em moças que jogam bolinhas de ping pong com uma parte do corpo que não é a mão.

Show de pompoarismo não é o melhor programa para pessoas casadas, como nós dois, mas há quem vá movido pela curiosidade. As moças fazem outras coisas com suas partes íntimas, como: fumar cigarros, furar balões, escrever, entre outras atividades que vão depender das habilidades de cada uma e quanto o freguês está disposto a pagar.

Apesar de o Ping Pong Show ser muito conhecido entre os visitantes da Khao San Road, esse programa é um tanto controverso, uma vez que contribui para o turismo e comércio sexual na Tailândia, que hoje vem sendo combatido (ou ao menos escondido). Só para pisar no recinto, cada um paga em torno de 500 bath. Pelo que os brasileiros disseram, o show é curioso, mas chega a dar pena das mulheres que se sujeitam àquilo.

14 Fazer uma tatuagem na cara

Depois de cumprir todos os itens anteriores e secar o baldinho, é hora de fechar com chave de ouro no melhor estilo “Hangover“. Adriano que o diga, pois ele teve a brilhante ideia de fazer uma tatuagem igual a do Mike Tyson. Virou a sensação da Khao San Road, arrumou inúmeros amigos, ganhou um fã que era garçom no restaurante que frequentávamos naquela rua.

Foi tudo lindo até o dia seguinte, quando ele se lembrou que em poucos dias partiríamos para o Vietnã e que no aeroporto poderiam impedi-lo de entrar no país, já que a foto do cadastro do visto era diferente da realidade. Acho que isso era pra ficar em segredo, mas preciso contar que ele até comprou bucha de arear panela para remover o desenho. E deu certo, quatro dias depois não se via quase nada.

Depois de muitos drinks no balde, fazer uma tatuagem no rosto parece uma ótima ideia.
Depois de muitos drinks no balde, fazer uma tatuagem no rosto parece uma ótima ideia. Créditos: Gisele Rocha

Observação: Se sua intenção for fazer uma tatuagem definitiva, poderá agendar em um dos muitos estúdios da Khao San Road. Certifique-se de que o lugar segue as normas de higiene, com agulhas descartáveis e tatuador usando luvas. Ah! Espere o dia seguinte, após a ressaca, para ter certeza de que a ideia da tattoo é realmente genial, como você tinha pensado quando estava bêbado.

15 Hospedar-se na Khao San Road

Se depois de ler essa lista de coisas para fazer na Khao San Road você percebeu que este é o seu lugar na Terra, por que não se hospedar ali mesmo? Nossa indicação é o Buddy Boutique Inn (78). Já para Bangkok, indicamos o Nitan Hostel Khaosan (89). Leia também um guia completo de resorts na Tailândia.

Ficou surpreso com a quantidade de coisas que se pode fazer por lá? Conhece outras? Escreva aqui nos comentários.

Nos vemos por aí!

Ler mais sobre o nosso Mochilão Asiático

Se você gostou deste artigo e gostaria de ler outros sobre o nosso mochilão pela Ásia, veja abaixo por onde passamos e boa leitura.

Estados Unidos

Tailândia

Outras notícias sobre a Tailândia

Vietnã

Malásia

Singapura

Prepare-se para sua viagem

Em Bangkok, nossa sugestão de hospedagem é o Nitan Hostel Khaosan (89, diárias a partir de R$41,00). Aprenda a reservar um hotel pela internet aqui. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, casas e quartos no Airbnb ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostelworld.

Quer economizar em sua viagem? Conheça então os cupons de desconto oferecidos pelo Viajei Bonito.

Comidas exóticas, fenômenos climáticos e furtos: veja alguns dos motivos pelos quais recomendamos o seguro viagem para os países da Ásia. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiroE se liga que tá rolando promoção! Até o dia 24/10/19 você pode usar o cupom SEGURA para garantir 15% de desconto em sua apólice! Aproveite esse descontão porque ele é por tempo limitado! Como alternativa, nós sugerimos que você também faça uma cotação na Real Seguro Viagem.

testamos o chip internacional da Easysim4u e aprovamos tanto o serviço quanto a qualidade da internet no exterior. Clique aqui para ver todas as opções de coberturas disponíveis nos EUA e em mais de 210 países! Ainda, utilize o cupom VIAJEIBONITO10 para garantir 10% de desconto em seu pedido! Recomendamos que você dê uma olhada no plano Dados Mundi que sai a partir de R$214,66. O Viajei Bonito indica também como alternativa o chip da Yes Brasil.

A GetYourGuide oferece passeios, tours, visitas a atrações turísticas e guias para vários destinos no mundo! Descubra o que ela tem a oferecer para Bangkok. Você pode conferir também o nosso passo-a-passo sobre como reservar tours e guias pela internet.

Descubra quando viajar para Bangkok, ou então pesquise por preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais na plataforma da Kayak. Aprenda a criar um alerta de passagens aéreas em promoção.

Se você teve algum voo cancelado, atrasado, perda de conexão, overbooking, extravio de bagagem ou outros tipos de imprevisto com companhias aéreas, faça aqui uma consulta e descubra se você tem direito a indenizações. A Resolvvi cuida de toda a burocracia e você recebe o valor sem sair de casa, além de pagar apenas se ganhar.

Receba um desconto em sua primeira viagem com a Uber ao utilizar o cupom adrianoc135ue durante o cadastro pelo aplicativo ou então através deste link.

Em Bangkok, o almoço simples sai por volta de R$8,05, já o fast-food sairá por mais ou menos R$23,13. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$9,94. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$1,28, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$2,33 e o pint de cerveja R$10,73. Descubra quanto custa viajar para Bangkok.

Adicione ao Pinterest

Clique na imagem para adicionar este artigo em seu Pinterest e veja também nossos painéis. Foto por: Gisele Rocha

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!

Ver mais artigos de Viajei Bonito

Créditos da imagem de capa: Gisele Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *