Quando juntei minhas malinhas, a cara e a coragem para viajar para o Chile, tinha uma coisa em mente desde o início: queria fazer a melhor viagem possível com o mínimo possível de dinheiro.

Para isso, uma série de pequenos detalhes foram adicionados à lista de planejamento da viagem, de forma que eu conseguisse realizar todos os meus sonhos turísticos e curtir ao máximo sem voltar pra casa com aquela sensação de rombo na conta bancária.

Compartilho com vocês neste post quanto custa viajar para Santiago, além de dicas, conselhos e pontos importantes a se considerar para viabilizar uma viagem inesquecível, porém acessível.

Quanto custa viajar para Santiago?

Quanto custa viajar para Santiago? Créditos: Roney Gonçalves / Viajei Bonito

Definindo o estilo de viagem

Antes de partir para a prática, dediquei um tempo para avaliar que tipo de experiência eu gostaria de ter. Existem muitas maneiras de se viajar, e é importante ter em mente de que maneira você está disposto a fazer isso. No Chile, não é diferente. É possível fazer viagens luxuosas, com gastos extraordinários, investir num roteiro alternativo (como fez a Livinha), ou turistar pelos muitíssimos pontos da capital chilena usufruindo ao máximo do que a cidade oferece a seus moradores. E foi essa a opção escolhida.

Para ler em seguida

Passagens aéreas

É possível dizer que encontrar a passagem perfeita com a data, preço e condição exata desejada por você exige um tanto de boa sorte. Por isso, é importante ter em mente que, muito possivelmente, você terá que flexibilizar algum desses três pontos. Passagens promocionais (que podem ser conseguidas por meio de alertas em sites de viagem), em geral, possuem intervalos de datas pré-definidos, e isso pode ser visto como um delimitador do seu prazo de viagem. Para mim, foi o pontapé inicial para definir, de fato, quantos dias duraria o roteiro e quanto tempo teríamos para aproveitar a cidade. Além disso, podem ser acrescidas ao roteiro conexões ligeiramente longas (no nosso caso, 4h15 na ida e 8h na volta), mas nada que atrapalhe ou seja um real empecilho para a curtição.

No nosso caso, as passagens de ida e volta saíram a R$1.485,04 (R$742,52 por pessoa, saindo do Aeroporto Santos Dumont com escala em Guarulhos)

Hospedagem

Graças a uma rápida busca pela internet, conclui que na ocasião, alugar um apartamento seria mais vantajoso do que partir para hotéis ou até mesmo alguns hostels mais conhecidos na cidade. Me aventurei, pela primeira vez, no Airbnb (cadastre-se pelo link do Viajei Bonito para ganhar desconto), e recomendo altamente a experiência. Você pode também consultar nosso guia de hospedagem em Santiago.

Buscamos por um apê bem localizado (o site te dá a localização de todos os apartamentos que ele oferece), próximo a estações de metrô e equipado com o suficiente para nos fornecer conforto e praticidade. De brinde, levamos a vista mais do que encantadora da Cordilheira dos Andes bem da nossa janela (que era, também, um encanto à parte), e um terraço com uma panorâmica de Santiago de tirar o fôlego.

Conseguimos tudo isso, por 10 dias, a R$1.279,00.

Apartamento alugado pelo AirBnb em San Isidro, Centro de Santiago: bom, bonito e barato

Apartamento alugado pelo AirBnb em San Isidro, Centro de Santiago: bom, bonito e barato. Créditos: AirBnb

Alimentação

Por termos à nossa disposição a cozinha do apartamento (buscamos por um apê completo, não apenas o quarto – que é uma das opções dadas pelo Airbnb para quem deseja economizar um pouquinho mais), uma das primeiras informações que buscamos foi sobre supermercados. Em Santiago, existem “categorias” de mercados, que vão desde os ‘minimarkets’, que se aproximam bastante das nossas mercearias, os mercados ‘express’, que são versões menos variadas dos supermercados, com promoções para compras em grande escala, até os supermarkets, que são gigantescos estabelecimentos equipados com múltiplas variedades de cada produto. Vale a pena perder algumas horas “turistando” num supermarket. Ainda que seja apenas para olhar, é um lugar bastante rico para se absorver a cultura local.

Pertinho de onde ficamos, encontramos um Express, nosso porto seguro nas horas de fome. Priorizamos nas compras alimentos e temperos locais, dicas vindas de informações que pedíamos aos funcionários e clientes do mercado. Em média, uma compra no mercado (nos atendia em duas refeições grandes, como almoços ou jantares, dois cafés da manhã e um tira-gosto), saía a $10.000, ou algo como R$56,00. Em 10 dias, fizemos 3 compras, o que totalizou R$ 167,00

Cozinhar em casa é uma alternativa barata, além de ser uma forma de se integrar à cultura culinária do local

Cozinhar em casa é uma alternativa barata, além de ser uma forma de se integrar à cultura culinária do local. Créditos: Roney Gonçalves / Viajei Bonito

Além do que comprávamos no Express, nos demos ao luxo de experimentar algumas das iguarias locais. No Mercado Central, comemos um marinado e o famoso “A lo pobre” (carne ou peixe com ovo) + 2 chopps por aproximadamente $18.000, ou R$100,00, uma refeição considerada cara para padrões econômicos de viagem, mas extremamente compensatória no paladar.

Em Santiago, é possível encontrar muitos lanches “de rua”, como cachorro quente (lá chamado de Completo), Empanadas fritas ou assadas e sanduíches, a preços muito satisfatórios. Por menos de R$10, come-se uma boa refeição no estilo “podrão” por lá. Mas se você prefere restaurantes mais sofisticados, leia as sugestões do blog Vivi na Viagem.

Transporte

Andar por Santiago também é uma experiência à parte. Podendo, faça o trajeto entre os pontos turísticos a pé para apreciar melhor a harmonia entre a cidade e seus moradores. Caso não seja possível, o metrô estará lá para lhe servir muito bem.

A linha de metrô de Santiago funciona perfeitamente bem. Existe um aplicativo que orienta ao usuário sobre eventuais atrasos, desvios ou mudanças nas estações, o que nos dá uma tranquilidade a mais para trafegar. Em geral, os grandes pontos turísticos da cidade são todos alcançáveis de metrô, e o ticket custa em torno de $660, ou R$3,60.

Caso seu voo chegue ou saia de Santiago em horários fora do funcionamento do metrô, também vale planejar o custo do táxi. Com companhias seguras e empresas confiáveis, o translado aeroporto-centro sai entre $18.000 e $20.000 (entre R$100 e R$110).

O didático aplicativo mostra o mapa do metrô de Santiago, alternativa barata para se locomover na cidade

O didático aplicativo mostra o mapa do metrô de Santiago, alternativa barata para se locomover na cidade. Créditos: Metro de Santiago

Passeios em Santiago

No nosso roteiro turístico por Santiago e arredores, levamos em conta cada um dos lugares que sempre desejamos conhecer, somados àqueles que nos foram indicados em decorrência da estação do ano que escolhemos para viajar. A dica que damos é: no caso de passeios fretados (van ou transfer), pechinche! Nossos valores caíam exponencialmente quando pedíamos um descontinho aos organizadores dos passeios.

A planilha de gastos ficou mais ou menos assim:

Passeio Preço (em pesos)
Vinícola Concha Y Toro 12.000
La Chascona (casa de Pablo Neruda em Santiago) 6.000
Valparaíso e Viña Del Mar (com alimentação, van e passeios pagos) 30.000
Neve (Farellones +Valle Nevado, com alimentação, transporte e aluguel de roupas especiais) 36.000

Dicas importantes

A Vinícola Concha Y Toro possui sua própria lojinha de souvenirs e vinhos produzidos por lá. Vale a pena consultar o preço dos seus vinhos preferidos também nos mercados da cidade! Geralmente, valem mais a pena.

Para economizar na neve, uma dica de ouro é levar de casa lanchinhos prontos e seguir as dicas do post sobre lanches práticos e baratos para viajantes.

Souvenirs

Em Santiago, tirando o que se compra em lojas do comércio local (dica: procure os brechós Santiaguenses. São muitos e com preço e qualidade incríveis!) ou nos supermercados (já pensou que algumas comidas e bebidas típicas, como o doce de leite, alfajor e vinhos ou pisco servem como excelentes presentinhos?), os souvenirs tem preços de adereços turísticos.

Ímãs de geladeira a quase R$10, canecas a R$20 e itens como bolsas e ponchos beiravam os R$200. Se você quiser mesmo investir nos presentes, vale separar uma grana para esse momento da viagem, além de colocar em prática aquele dom da pechincha já treinado nas negociações de passeios!

Afinal, quanto custa viajar para Santiago?

Somando tudo, os gastos para uma pessoa numa viagem a Santiago nesses moldes ficam por volta de R$2.200,00, sem contar os presentinhos.

Dá pra juntar e se jogar nessa, não dá?

Se tiver dúvidas sobre o roteiro ou quiser detalhes sobre quaisquer gastos mencionados aqui, é só entrar em contato através da caixa de comentários!

Prepare-se para sua viagem

Em Santiago, nossa sugestão de hospedagem é o Rado Boutique Hostel (94, diárias a partir de R$77,00). Aprenda a reservar um hotel pela internet aqui. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, casas e quartos no Airbnb ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostelworld.

Quer economizar em sua viagem? Conheça então os cupons de desconto oferecidos pelo Viajei Bonito.

Veja o motivo pelo qual recomendamos o seguro viagem para quem viaja pela América do Sul. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiroE se liga que tá rolando promoção! Até o dia 28/11/19 você pode usar o cupom BLACKWEEK para garantir 17% de desconto em sua apólice! Aproveite esse descontão porque ele é por tempo limitado! Como alternativa, nós sugerimos que você também faça uma cotação na Real Seguro Viagem.

Vai alugar um carro? O preço do aluguel de veículos na categoria Standard em Santiago é de aproximadamente R$100,00 por diária (confira mais preços aqui). Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF. Tem cupom de desconto rolando! Até o dia 30/11/2019 você garante 5% de desconto ao utilizar o cupom ESQUENTA5OFF (confira as condições aqui). Veja como é simples fazer sua cotação e reservar um carro pela internet.

testamos o chip internacional da Easysim4u e aprovamos tanto o serviço quanto a qualidade da internet no exterior. Clique aqui para ver todas as opções de coberturas disponíveis nos EUA e em mais de 210 países! Ainda, utilize o cupom VIAJEIBONITO10 para garantir 10% de desconto em seu pedido! Recomendamos que você dê uma olhada no plano Dados Mundi que sai a partir de R$218,03. O Viajei Bonito indica também como alternativa o chip da Yes Brasil.

A GetYourGuide oferece passeios, tours, visitas a atrações turísticas e guias para vários destinos no mundo! Descubra o que ela tem a oferecer para Santiago. Você pode conferir também o nosso passo-a-passo sobre como reservar tours e guias pela internet.

Descubra quando viajar para Santiago, ou então pesquise por preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais na plataforma da Kayak. Aprenda a criar um alerta de passagens aéreas em promoção.

Se você teve algum voo cancelado, atrasado, perda de conexão, overbooking, extravio de bagagem ou outros tipos de imprevisto com companhias aéreas, faça aqui uma consulta e descubra se você tem direito a indenizações. A Resolvvi cuida de toda a burocracia e você recebe o valor sem sair de casa, além de pagar apenas se ganhar.

TransferWise é o serviço de transferência de moedas para dentro e para fora do Brasil que utilizamos sempre que precisamos efetuar ou receber pagamentos internacionais. De todos no mercado, ele é o que garante até o momento a taxa de câmbio mais próxima da conversão atual.

Receba um desconto em sua primeira viagem com a Uber ao utilizar o cupom 9udns9 durante o cadastro pelo aplicativo ou então através deste link.

Em Santiago, o almoço simples sai por volta de R$34,14, já o fast-food sairá por mais ou menos R$25,60. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$10,78. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$3,84, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$4,58 e o pint de cerveja R$14,22. Descubra quanto custa viajar para Santiago.

Adicione ao Pinterest

Clique na imagem para adicionar este artigo em seu Pinterest e veja também nossos painéis. Foto por: Roney Gonçalves

Isabella Brando

Jornalista por paixão e curiosa por natureza, aposta na simplicidade para fazer grandes descobertas. Divide as horas do dia entre o trabalho, numa agência de comunicação, e constantes pesquisas sobre possíveis-próximos-destinos para desbravar.

Ver mais artigos de Isabella Brando

Créditos da imagem de capa: Roney Gonçalves

8 comentários em “Quanto custa viajar para Santiago”

    1. Oi, Romario! Não me lembro exatamente o nome da agência (você vai ver que, em Santiago, pipocam representantes de agências te oferecendo serviços), mas eles nos abordaram em frente à La Chascona, casa-museu do Neruda. Pesquise com dois ou três representantes antes de fechar; provavelmente você vai perceber uma diferença de preço que fará toda a diferença! 🙂

    1. Oi, Mayara! Existem alguns sites, como o Melhores Destinos, nos quais você programa alertas com o preço máximo que deseja pagar pelas passagens, e o site te avisa por e-mail quando as passagens chegarem ao limite definido por você! Assim, você não precisa ficar condicionada a horários para a compra! Qualquer outra dúvida, estou à disposição, ok?

  1. Ola Isabella! Já tem HORAS que estou pesquisando sobre essa viagem e até agora o seu post foi disparado o melhor e mais detalhado. O que certamente mais me ajudou. Tenho uma dúvida, devo fechar esses passeios já aqui no Brasil por internet ou melhor chegar em Santiago para fechar tudo?
    Se puder me passe as agências que fecharam os passeios para Valle Nevado e Valparaiso e Vina del Mar? E também se tiver indicação de cambio para trocar pesos…
    Muito brigada e sucesso!

  2. Olá Isabella, adorei seu post, eu e meu esposo iremos pra Santiago em novembro e pensamos nestes moldes de viagem também. Você poderia me passar o link do apartamento que ficou? gostaria de uma indicação.
    Ah, pensei em ir pra Mendoza também, mas ficaremos 7 dias, você indicaria? ou seria pouco tempo pra ficar em Santiago (4 dias). Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *