Wat Arun, um templo completo com a cara Bangkok

Na semana passada fizemos um artigo sobre o Wat Pho, o Templo do Buda Reclinado, em Bangkok. Já sabíamos que a capital tailandesa é rica em termos de templos budistas, mas não imaginamos que seria tanto assim. A alguns metros de sua entrada principal o Rio Chao Phraya corta a cidade em um verdadeiro zigue-zague. Atravessando-o você desembarca logo na entrada de um templo enorme: o Wat Arun, o Templo do Amanhecer.

Mas como assim do outro lado do rio? Significa que eu preciso ir nadando? Você pode optar por nadar, mas provavelmente será atropelado por um barco no caminho ou então chegará completamente doente do outro lado. Por isso recomendamos seguir as nossas dicas sobre como ir do Wat Pho ao Wat Arun em questão de minutos.

Atravessando o Rio Chao Phraya até Wat Arun

Bangkok tem um verdadeiro sistema de transportes fluviais distribuído ao longo do Rio Chao Phraya. São várias estações espalhadas por onde passa ele passa e o custo de uma passagem não faz nem cosquinha na carteira. Além disso, há também os barcos que fazem a travessia simples do rio, isto é, vão de uma borda à outra. Felizmente, Wat Pho tem sua estação de travessia, digamos assim, na qual barcos saem a todo momento levando pessoas de um lado ao outro.

Pra que você tenha uma noção melhor do trajeto, veja o mapa abaixo, que mostra a localização do Wat Pho e do Wat Arun, juntamente com uma linha vermelha indicando onde é feita a travessia.

O custo da passagem foi de 3 Bahts, o equivalente a R$ 0,32 e durou menos do que 10 minutos, já contando com o tempo em que ficamos esperando depois de passar a catraca. Não podemos dizer que a travessia do rio é um passeio de barco. Na verdade o cheiro não é agradável, a água é marrom e a quantidade de barcos passando em volta torna tudo muito barulhento. Mas como foi rápido, isso não incomodou. Você verá melhor no vídeo que está no final do artigo.

Nos arredores de Wat Arun

O interessante é que logo após a travessia do rio você não tem apenas o templo em si pra visitar. Existe um grande jardim, pequenas construções simbólicas do budismo, templos menores, estátuas de Buda e muitas árvores. Tudo isso aberto ao público e de graça, com exceção do templo principal.

Antes mesmo de nos dirigir até a entrada do templo, como fazia muito calor, ficamos sentados em uma das barraquinhas logo abaixo das árvores. Tudo ali é muito agradável, por isso recomendamos que você tire algumas horas pra visitar o Wat Arun como um todo. Ir até lá pra visitar somente o templo e ir embora em seguida seria um desperdício.

Wat Arun

Se você nos acompanha pelo Facebook, terá visto que há alguns dias fizemos uma pequena galeria de fotos juntamente com algumas curiosidades sobre o Wat Arun. Como prometido, aqui vão algumas outras palavras sobre um dos templos mais belos de Bangkok.

O nome do templo vem do deus Hindu Aruna, personificado como a radiação do sol nascente. Vale registrar que os primeiros raios de sol que chegam à Bangkok pela manhã refletem em sua torre! Interessante, não? Diz-se que o templo existe desde a época do Reino de Ayutthaya, que durou de 1351 a 1767. Visitamos Ayutthaya também, mas isso é assunto pra outro artigo.

O estilo arquitetônico do templo é muito peculiar. Seu ponto mais alto é uma prang – torre em espiral característica dos templos hindus que foi adotada pelos templos budistas. A riqueza de detalhes em porcelana também é vista de longe. Infelizmente, no dia em que estivemos por lá o templo estava sendo restaurado, e os andaimes tomaram conta da vista.

Dizer que a quantidade de templos em Bangkok beira o enjoo é uma gafe enorme. Um templo é mais bonito que o outro, e o Wat Arun foi uma visita que valeu a pena ter sido feita. Esperamos que as poucas palavras que escrevemos aqui sejam suficientes pra que você considere visitar a atração quando estiver por Bangkok.

Wat Arun, Bangkok

Wat Arun, Bangkok. Créditos: Mark Fischer

Aqui você confere várias dicas de hospedagem em Bangkok. É possível ir a pé de todas elas até o Wat Arun, por isso considere dar uma lida também neste artigo. E como dito, aqui vai um vídeo curto com algumas das imagens que fizemos da travessia do Rio Chao Phraya e um pouquinho do que há nos arredores.

Nos vemos na próxima atração!

Ler mais sobre o nosso Mochilão Asiático

Se você gostou deste artigo e gostaria de ler outros sobre o nosso mochilão pela Ásia, veja abaixo por onde passamos e boa leitura.

Estados Unidos

Tailândia

Outras notícias sobre a Tailândia

Vietnã

Malásia

Singapura

Wat Arun, um templo completo com a cara Bangkok

Prepare-se para viajar

Ícone seguro viagem

Use o cupom CRIANCA para adquirir o seguro viagem com até 20% de desconto, pagando via PIX ou boleto bancário. Além da cobertura médico-hospitalar, você também estará protegido em casos de cancelamento de viagem, extravio ou danos à bagagem.

Ícone hotel

Reserve hospedagem com antecedência através do Booking e Hostelworld para garantir preços promocionais. Parcelamento sem juros no cartão de crédito e possibilidade de cancelamento reembolsável.

Garanta internet em mais de 210 países utilizando o chip da Easysim4u, que nós já testamos na Europa e do norte ao extremo sul das Américas. Use o cupom SPRING e garanta 50% de desconto.

Compre passagens aéreas com até 35% de desconto usando o comparador de preços ou utilize a ferramenta quando viajar, um calendário que mostra as tarifas mais baixas para o destino que você escolher.

Tenha liberdade para ir aonde quiser alugando um carro através da Rentcars, que atua em parceria com locadoras renomadas do mundo todo. Parcele sem IOF em até 12x ou cancele sem custos.

Pague menos comprando suas passagens de ônibus com a ClickBus, a empresa líder em vendas online de passagens rodoviárias, trabalhando em parceria com mais de 140 empresas em mais de 4 mil destinos!

Faça passeios guiados em qualquer lugar do mundo e fure a fila comprando ingressos com antecedência através da GetYourGuide. Cancele sua reserva até 24 horas antes do início de sua atividade e obtenha reembolso integral.

Viajei Bonito

Somos duas pessoas apaixonadas por movimento. Para nós, cair na estrada é mais importante do que um projeto futuro de estabilidade e quaisquer oportunidades de novas viagens, por mais remotas e loucas que pareçam ser, a gente tá pegando!

2 pensou em “Wat Arun, um templo completo com a cara Bangkok

  1. Que post irado, fui a Bangkok mas não visitei o Wat Arun. Infelizmente. Vai ser meu motivo pra voltar hehehe.
    Achei fantástico a forma de andar pela cidade usando barcos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo