Vale a pena ir a Valparaíso?

A resposta divide opiniões. Há quem ame e quem tenha se decepcionado com o jeito “meio abandonado de ser” de Valparaíso. Na minha opinião vale a pena não só ir, como ficar ao menos uma noite – de preferência no fim de semana. Eu fiquei duas e ficaria mais se pudesse. A cidade portuária está a 120 km de Santiago e me surpreendeu muito mais que Viña del Mar, o balneário vizinho bam bam bam.

Vale a pena ir a Valparaíso? O que fazer em Valparaiso. Bate e volta de Santiago a Valparaiso. Valparaiso em 1 dia. La Sebastiana, casa de Pablo Neruda em Valparaíso. Créditos: sebasu / Fonte: Pixabay

Clique na imagem acima para adicionar este artigo em seu Pinterest e veja também nossos painéis. Foto por: sebasu / Fonte: Pixabay

Sabe aquela pessoa que nada tem de bonita, mas tem qualquer coisa de atraente e interessante que não sabemos explicar? Assim é Valparaíso.

Mas não parece uma favelinha? Até parece, numa mistura com o Pelourinho ou bairro Santa Teresa, talvez. Mas até mesmo por isso vale a pena visitar. As ruelas e ladeiras coloridas da área histórica são consideradas Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Não tem como não se apaixonar. Só é preciso paciência e espírito de viajante (que é diferente de turista) para garimpar e descobrir o que cada cantinho ou esquina tem a oferecer.

Casas coloridas e desenhos nos muros compõem o belo cenário de Valparaíso, no Chile

Casas coloridas e desenhos nos muros compõem o belo cenário de Valparaíso, no Chile. Créditos: Ronald Woan / Fonte: Flickr

Os pontos turísticos nem são tantos assim. Mas é o conjunto da obra que dá o tom à cidade. Em cada cerro, os muros ganham cor por conta da arte em grafite. Assim como as escadas, postes… É uma verdadeira galeria ao ar livre e se perder pelas ruas enquanto observa cada pintura é muito fácil. Para contribuir com a “bateção” de perna, Valparaíso conta com quase 30 ascensores que sobem as ladeiras em diversas direções (mas é possível ir a pé e, em alguns casos, de carro). É o transporte público local e, até mesmo por isso, é um tanto quanto precário – são de madeira e rangem, o que não deixa de ser interessante de ver e usar. O pagamento de 100 a 250 pesos (R$0,50 a R$1,25) é feito só na saída.

Dois deles levam a pontos interessantes. O Ascensor Artilleria para no passeo 21 de Mayo, ponto que vale a visita pela vista e pela feirinha que se forma no entorno. É lá também que está o Museu Naval e Marítimo, mas estava fechado durante a minha visita. Já o funicular Concepción leva ao bairro de mesmo nome, o mais completo em termos de arte e casinhas coloridas. É também onde estão, junto ao Cerro Alegre, os melhores restaurantes, bares e lojinhas.

Mas os restaurantes mais em conta ficam mesmo na parte baixa da cidade, onde estão os prédios históricos e o porto, e justamente por isso concentra uma grande quantidade de trabalhadores que precisam almoçar sem gastar muito dinheiro. É na parte plana também que está a Plaza Sotomayor e o monumento aos mártires navais chilenos – com direito a mausoléu visitável gratuitamente no subsolo.

Plaza Sotomayor em Valparaíso, Chile

Plaza Sotomayor em Valparaíso, Chile. Créditos: Brigitte Djajasasmita / Fonte: Flickr

Um pouco mais isolada, mas não menos importante, está La Sebastiana. Tão excêntrica quanto a cidade, a casa do escritor Pablo Neruda em formato de embarcação é um passeio a parte. Hoje museu, reúne um acervo (porque não dizer bizarro) de objetos do poeta. Para entender melhor como cada um deles foi parar lá, acho válido contratar o áudio-guia em português. O preço para entrar é salgadinho, 6 mil pesos (R$30,00), mas vai ser seu único gasto com turismo em Valparaíso. A casa ainda está na região conhecida como “museu a céu aberto”. Não dá pra perder.

Se você está gostando do artigo até o momento, que tal curtir nossa página no Facebook?

Se decidiu que vale a pena ir a Valparaíso, tenha em mente só mais um detalhe: aprenda a conviver com gatos e cachorros. Eles estão por toda parte, ou passeando com seus donos ou, na maioria das vezes, são de rua mesmo.

Então não se esqueça: se vai a Santiago em breve, reserve ao menos uma noite na cidade. Não vale a pena ir a Valparaíso apenas por uma manhã. “Valpo” tem mais a oferecer do que você imagina.

Como chegar a Valparaíso?

De Santiago, é possível contratar agências de turismo que fazem a dobradinha Valparaíso/Viña del mar. Mas o tempo é curto para ver muita coisa e é absolutamente possível evitar esse gasto desnecessário indo de ônibus de linha. As viações Pullman e Turbus saem a cada 15 minutos da rodoviária de Alameda e o trajeto dura 1h30. As passagens custam entre 2 e 3 mil pesos (10 e 15 reais), dependendo do horário. Em um grupo maior, alugar um carro pode ficar ainda mais em conta.

Se quiser dar um pulo em Viña del Mar nos dias que estiver em Valparaíso (estamos contando que não vai fazer bate e volta, hein?), basta pegar o metrô. São apenas 9km.

Onde ficar em Valparaíso?

Se a arte está por todos os lados nas ruas de Valpo, ela também chega às opções de hospedagem. Boa parte dos hotéis e hostels optaram pela arquitetura e decoração colorida e fofa, como o Hostal Cerro Alegre. Dê preferência aos que estão localizados no centro ou nos cerros mais movimentados, a exemplo de Concepción e Alegre, para circular com mais segurança à noite.

Prepare-se para sua viagem

Hostal Cerro Alegre

Urriola 562

Descrição obtida de Booking

Situado apenas a 2 km de La Sebastiana, a antiga residência do poeta Pablo Neruda, o Hostal Cerro Alegre dispõe de quartos com acesso Wi-Fi gratuito e televisão por cabo. Providencia um pequeno-almoço e um local para armazenar bagagens.

Quando você utiliza o botão abaixo para procurar sua hospedagem, o Viajei Bonito ganha uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar nosso blog a continuar vivo, trazendo informações valiosas para sua viagem.

Verificar disponibilidade

Em Valparaíso, nossa sugestão de hospedagem é o Hostal Cerro Alegre. Você pode procurar outros hotéis através do Booking, ou então se sua preferência é por albergues, acesse o Hostel World.

Vai alugar um carro? Na Rentcars você compara preços em diversas locadoras no mundo todo com muita segurança, sem taxas no cartão de crédito, 5% de desconto no boleto, parcelamento em até 12 vezes e isenção de IOF.

Veja o motivo pelo qual recomendamos o seguro viagem para quem viaja pela América do Sul. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiro.

Em Valparaíso, o almoço simples sai por volta de R$20,94, já o fast-food sairá por mais ou menos R$18,59. Considerando o cappuccino, podemos dizer que o cafezinho da tarde custa R$7,79. Em restaurantes, a garrafa d'água de 330ml custa R$3,12, o refrigerante - considerando também o de 330ml - custa R$3,83 e o pint de cerveja R$6,98.

Descubra quanto custa viajar para Valparaíso.

Com base em cotações atualizadas do Yahoo Finance a cada duas horas, a proporção entre o Peso chileno e o Real é de 1 CLP para 0,0050 BRL. Você pode simular o valor que deseja converter com os preços das casas de câmbio clicando aqui.

Juliana Xavier

Formada em Comunicação Social, após 10 anos empreendendo seus conhecimentos em grandes empresas, decidiu que era hora de empreender em si mesma e ser livre para criar o que quiser. Créditos da imagem de capa: Ronald Woan / Fonte: Flickr