Muita gente pensa que viajar pela Europa é caro. Mas isso acontece por conta do planejamento que se faz para uma viagem desse porte. Quando dedicamos tempo ao planejamento da viagem e abrimos mão de muitos luxos em prol das experiências, a história é outra. Descobrimos então que conhecer o continente europeu é perfeitamente possível mesmo um orçamento de até 5 mil reais.

Nos parágrafos abaixo você tem acesso a três roteiros distintos pela Europa gastando menos de 5 mil reais. O primeiro é para a Europa clássica, com os países mais “badalados”, digamos assim. O segundo é para o leste europeu, conhecido por ser o destino de mochileiros, estudantes e de pessoas que buscam destinos que caibam no bolso. Por fim, montamos também um roteiro pelos bálticos.

Sumário

1 A primeira eurotrip – Inglaterra, França, Holanda e Itália

Voltar para o sumário

Viajar para as capitais mais turísticas da Europa com apenas 5 mil reais no bolso é uma tarefa dificílima e só será possível se você souber gerenciar os seus gastos, trabalhando o autocontrole para resistir à tentação de ir às compras. Este é um roteiro para 15 dias de mochilão barato pela Europa Ocidental, indicado para quem nunca esteve no continente e quer conhecer as cidades mais badaladas.

Em frente ao Coliseu de Roma durante o meu primeiro mochilão barato pela Europa

Em frente ao Coliseu de Roma durante o meu primeiro mochilão barato pela Europa. Créditos: Viajei Bonito

Passagens aéreas

Voltar para o sumário

Para conseguir fazer um mochilão barato pela Europa visitando as cidades mais clássicas, é preciso ter paciência e flexibilidade de datas para aproveitar as melhores promoções das companhias aéreas. Em outubro de 2016, a American Airlines vendeu passagens de São Paulo com destino a Londres por R$2.159,13, já com as taxas e encargos. Para melhorar, era possível fazer stopover e ficar uns dias em Nova York (mas para isso é necessário ter o visto de turismo dos Estados Unidos).

Dica importante: voos de longas distâncias costumam fazer conexões, às vezes em cidades bem interessantes. Quando for comprar as passagens, escolha as pausas maiores, para que você possa sair do aeroporto e conhecer ao menos alguns pontos turísticos. Foi o que fizemos em Milão, Roma e Paris, dentre outras cidades que viemos a conhecer melhor em diferentes viagens.

Hospedagens

Voltar para o sumário

Para economizar em hospedagem, recomendo que você busque por hostels no Booking ou no HostelWorld, sempre atento àqueles que tenham boa localização, próximos aos pontos turísticos que você queira visitar. Na Europa Airbnb não é uma opção muito vantajosa para quem viaja sozinho (mas você pode se cadastrar no nosso link e ganhar R$100 de desconto na primeira hospedagem).

Outra dica importante é fazer os deslocamentos à noite. Na maioria das empresas, as poltronas são minimamente confortáveis, o suficiente para você reclinar um pouco as costas, colocar fones de ouvidos e tapa-olhos para recarregar as energias para o próximo dia de passeios.

Cidade Albergue Diárias Valor € ValorR$
Londres SoHostel (86) 4 €51,30 R$235,64
Paris Vintage hostel Gare du Nord (82) 3 €48,98 R$225
Amsterdã ClinkNOORD (89) 2 €23,51 R$108
Roma The Yellow (85) 4 €59,21 R$272
Total €183,01 R$840,64

Observação: Note que em Londres e Paris eu consegui economizar uma diária de hostel, já que dormi no ônibus a caminho da próxima cidade.

Alimentação

Voltar para o sumário

Se o hostel não oferecer café da manhã gratuito, lembre-se de passar no mercado para estocar lanches. As geladeiras são comunitárias e você pode guardar a sua comida durante todo o tempo da sua estadia, basta identificá-las com etiquetas.

Em Londres comer bem não sai barato se você não souber aonde ir. Então guarde com carinho a nossa lista com 15 restaurantes onde as refeições custam menos de 9 libras.

O mesmo é válido para Paris. Achar restaurantes baratos não é tarefa simples, mas aqui no Viajei Bonito nós já listamos algumas opções nas quais as refeições não saem por mais de €10. Na Itália os preços são um pouco mais baixos e a dica para economizar com alimentação é apelar para a apericena, onde você paga apenas um drink e come até não aguentar mais.

Em média, gastei €30 com alimentação por dia. No final de 15 dias, foram €450 ou R$R$2.067,26.

Atrações turísticas

Voltar para o sumário

Gastos com atrações turísticas são muito difíceis de prever, pois vão de acordo com interesses pessoais de cada viajante. Nós, particularmente, procuramos atrações gratuitas em todos os lugares que vamos. Londres, por exemplo, tem centenas de museus, galerias, teatros e até shows com entrada grátis, então para nós atrações como London Eye e Museu de Cera são completamente dispensáveis. Amsterdã também oferece uma inúmeras atrações gratuitas.

Por outro lado, é impossível passar por Roma sem visitar o Coliseu, o Palatino e a Basílica de São Pedro, no Vaticano. O mesmo vale para Paris, não dá para passar pela cidade sem visitar o Louvre, por exemplo.

Na Inglaterra não gastei nada com atrações turísticas. Em Paris, subi ao topo do Arco do Triunfo pagando €9 (preço para pessoas de até 25 anos), depois fui ao Louvre, onde o ingresso custou €17.

Já em Amsterdã, paguei €9 para entrar na Casa de Anne Frank. Por fim, em Roma desembolsei €11,50 no combo Coliseu + Palatino + Foro Romano (tarifa reduzida para jovens de até 25 anos) e no Vaticano foram mais €6 para subir a pé os 551 degraus até a cúpula.

No total, gastei €52,50 com passeios e atrações turísticas, valor correspondente a R$241,18. Você pode montar um orçamento para as atrações que deseja incluir em seu roteiro a partir dos links abaixo:

Transporte urbano

Voltar para o sumário

Estamos falando de cidades grandes, com atrações turísticas espalhadas por todo o território, então o melhor a se fazer é comprar cartões que ofereçam viagens ilimitadas durante o período da sua estadia, assim você não precisa se preocupar com o que vai gastar e pode se deslocar com facilidade. Acredite, você nunca usará apenas uma passagem de ida e de volta por dia, por isso os passes ilimitados são tão vantajosos.

Acrescente também o valor do deslocamento até os aeroportos e programe-se para sair cedo usando o transporte público. Taxis são caríssimos e vão comprometer o seu orçamento de 5 mil reais para o mochilão.

Londres: £33

Em Londres, vale mais a pena pagar pelos bilhetes diários com viagens ilimitadas que custam 6,70 libras se você for ficar até 4 dias. A partir do quinto dia, vale mais a pena pagar pelo passe semanal, que custa 33 libras. O que sobrar, você pode deixar para alguém no hostel e fazer um amigo mochileiro feliz.

Paris: €14,50

Para 3 dias em Paris, vale a pena comprar o carnet 10 voyages, que custa €14,50 e abrange além do metrô, ônibus, tram e RER zona 1. O bilhete unitário custa €1,90.

O Viaje na Viagem tem um guia esclarecedor sobre como usar o transporte público na cidade.

Amsterdã: €17

Em Amsterdã também existem cartões com viagens ilimitadas por diferentes períodos, variando entre €7,50 para um único dia, até €34 para uma semana. Eu fiquei 3 dias na cidade e comprei o cartão de €17 que vale por 36 horas a partir do momento da primeira validação (sim, tem que validar os bilhetes quando entrar no transporte público, senão você toma multa).

O site Ducs Amsterdam ensina passo a passo como usar o transporte público na cidade.

Roma: €14

Para conhecer Roma, é necessário ter disposição para caminhar. Os pontos importantes ficam muito próximos e você perderia muita coisa se decidisse se deslocar apenas de metrô. Entretanto, é válido usá-lo até a Villa Borghese e o Vaticano, que são muito afastados do Centro.

Aqui não vale a pena comprar o bilhete ilimitado para ficar 5 dias, pois ele custa €24, enquanto a corrida simples custa €1,50 e é válida por 100 minutos (1 hora e 40 minutos).

O ônibus que vai da estação Roma Termini até os aeroportos de Fiumicino e Ciampino custa €5 comprando aqui.

Em 15 dias de mochilão pela Europa Ocidental, foram gastos €83,50 com transporte público, quantia equivalente a R$383,59.

Transporte entre países

Voltar para o sumário

Na Europa, é fácil e barato se deslocar entre países. As passagens aéreas são baratas, mas nem sempre são vantajosas. As melhores opções para curtas distâncias são trens, ônibus e para os mais aventureiros, o BlaBlaCar, aplicativo de caronas.

As tarifas são muito variáveis, por isso, quanto mais cedo você comprar as suas passagens, mais barato vai pagar por elas. O site que sempre uso para consultar preços de qualquer meio de transporte é o Omio, com ele é possível economizar uma grana considerável.

Origem Destino Transporte Empresa Duração Valor € ValorR$
Londres Paris Ônibus OuiBus 9h €19 R$87,28
Paris Amsterdã Ônibus FlixBus 7h10 €19 R$87,28
Amsterdã Roma Avião Ryanair 2h €28 R$128,63
Roma Londres Avião Ryanair 2h45 €28,56 R$131,20
Total €94,56 R$434,40

Seguro viagem

Voltar para o sumário

Todos os países que fazem parte do Tratado de Schengen exigem o seguro viagem. Um mochilão de 15 dias, o serviço custa em média R$192,94. Faça uma cotação e use o código abaixo para ter acesso ao valor promocional:

Seguros Promo
VIAJEIBONITO5

Cupom que dá direito a 5% de desconto

Ver todos os cupons

Como utilizar este cupom

  1. Acesse a página da Seguros Promo
  2. Preencha as datas de sua viagem e escolha um destino
  3. Selecione a apólice
  4. Utilize o cupom na etapa de pagamento
Seguros Promo
SEGURA

Cupom que dá direito a 10% de desconto

Ver todos os cupons

Cupom temporário válido entre 18/10/2019 e 21/10/2019

Os passos são os mesmos do nosso cupom

Total estimado

Voltar para o sumário

Despesa Valor € ValorR$
Passagens aéreas €470 R$2.159,13
Hospedagens €252 R$1.157,66
Alimentação €450 R$2.067,26
Atrações turísticas €52,50 R$241,18
Transporte urbano €83,50 R$383,59
T. entre países €94,56 R$434,40
Seguro viagem €42 R$229,70
Total €1444,56 R$6.636,16

*Os valores em Reais são atualizados automaticamente de acordo com a variação cambial do dia.

2 Mochilão barato pelo leste europeu Alemanha, Polônia, República Tcheca, Áustria e Hungria

Voltar para o sumário

O leste europeu se firmou como destino favorito de mochileiros e nômades digitais não só pelo baixo custo de vida, mas pelas belezas naturais e fascinantes construções que contam capítulos importantes da história mundial em cada detalhe. As ruas exalam arte e é comum ver artistas se apresentando nos parques, nas praças e até nos metrôs. Se nada disso te convenceu, pense na vida noturna agitada e nas cervejas extremamente baratas. Ali é possível viajar com apenas 5 mil reais tranquilamente!

Adriano diante do Muro de Berlim, um dos pontos mais visitados da capital alemã

Adriano diante do Muro de Berlim, um dos pontos mais visitados da capital alemã. Créditos: Adriano Castro

Passagens aéreas

Voltar para o sumário

Infelizmente, os voos que saem do Brasil com destino ao leste europeu não são baratos. Mas um mochileiro safo é capaz de contornar essa situação com maestria e ainda tirar proveito dela.

Comprando as passagens para Berlim ou Frankfurt, você paga menos e ainda ganha um destino a mais para conhecer. Em tempos de promoção, encontramos passagens de ida e volta para Frankfurt saindo de São Paulo por R$2.228,04, incluindo taxas e encargos. Consulte preços atualizados aqui.

Hospedagens

Voltar para o sumário
Cidade Albergue Diárias Valor € ValorR$
Frankfurt United Hostel Frankfurt City Center* 1 €13,06 R$60
Praga Travellers Hostel (78) 3 €21,55 R$99
Cracóvia Hostel Submarine (80) 2 €8,71 R$40
Viena Wombats City Hostel (84) 3 €33,96 R$156
Bratislava Patio Hostel (76) 1 €6,53 R$30
Budapeste Full Moon Design (80) 3 €20,25 R$93
Berlim Baxpax Downtown (82) 4 €36,57 R$168
Total €140,77 R$646

* Atualização: em 15 de outubro de 2018 identificamos que o United Hostel Frankfurt City Center não estava mais disponível no Booking. Você pode ver outras opções de hospedagem em Frankfurt aqui.

Alimentação

Voltar para o sumário

Com €20 por dia é possível manter uma alimentação saudável em restaurantes frequentados por moradores locais. As cervejas são absurdamente baratas, coisa de €2 o LITRO. Temos dicas sobre pratos típicos de Praga e da Bratislava, caso você queira experimentá-los.

Em 20 dias de mochilão foram gastos €380 em alimentação e (muita) bebida, o equivalente a R$1.745,68.

Atrações turísticas

Voltar para o sumário

Durante um mochilão pelo leste europeu, praticamente não se gasta com atrações turísticas. Berlim, Praga, Viena, Bratislava, Budapeste, Cracóvia e Frankfurt são cidades ricas em patrimônios históricos de grande beleza arquitetônica, muitos deles abertos para o público de forma gratuita.

Em Praga existem inúmeras opções de passeios, se você tiver pouco tempo, faça ao menos o roteiro do Lesser Quarter. Na Cracóvia faça o tour pelo Castelo e pela Catedral de Wawel, cujos ingressos somados custam zł45 (€10,60 R$48,70). Programe-se também para fazer um bate-e-volta até o Museu do antigo Campo de Concentração de Auschwitz.

Estando em Viena, vá ao Palácio de Hofburg e não deixe de visitar o Museu Sisi, os Apartamentos Imperiais e a Prataria da Corte. Todos eles estão embutidos em um mesmo ingresso, que atualmente custa €13,90.

Já em Budapeste , vale a pena investir 800 ft (€2,7 ou R$12,40) para visitar o belíssimo Bastião do Pescador. Para fechar o mochilão barato pelo leste europeu, aproveite as atrações gratuitas de Berlim.

Fazendo um planejamento antecipado para escolher as atrações de acordo com o meu interesse, gastei apenas €27,2 em ingressos, que convertidos em Reais correspondem a R$124,95. Seguem alguns links que vão ajudar no planejamento do orçamento de seu roteiro, considerando as atrações e cidades mencionadas até aqui. Através deles, você poderá fazer pré-reservas, especialmente pelos pacotes que esgotam rápido.

Transporte urbano

Voltar para o sumário

Frankfurt: €15,40

Em Frankfurt a passagem única custa €2,90, enquanto bilhete diário sai por €7,20. Para sair ou voltar ao aeroporto, o preço da passagem é €4,80. Crianças de até 5 anos não pagam.

Praga: €5,40

Na segunda parada, em Praga, o transporte público é composto por metrô e tram, cujas passagens custam 24 CZK (R$3,19) com validade de 30 minutos e 32 CZK para 90 minutos (R$4,26). O ticket de 72 horas (3 dias) sai por 310 CZK (R$41,23). Crianças entre 6 e 15 anos pagam metade, menores de 5 anos têm direito a gratuidade. No blog Sundaycooks existe um guia minucioso sobre como se deslocar na cidade.

Cracóvia: €8,40

Na Cracóvia, por sua vez, o transporte público é composto por ônibus e bondes, cujas passagens custam zł2,80 (R$2,28) com validade de 20 minutos zł3,80 (R$3,10) para 40 minutos ou zł36 (R$29,36) para 72 horas.

Viena: €13,20

Já em Viena, os turistas podem se deslocar através de metrôs, ônibus e bondes elétricos. Cada passagem custa €2,20, mas é possível comprar um cartão com viagens ilimitadas para 24, 48 e 72 horas, que custam €7,60, €13,30 e €16,50, respectivamente. Para cartões semanais ou mensais, consulte os preços aqui.

Bratislava: sem gastos com transporte urbano

Budapeste: €6,70

Em Budapeste também é possível e preferível conhecer os principais pontos turísticos caminhando. Para os lugares mais afastados, você pode usar os ônibus, trolleys, bondes elétricos ou metrôs, com bilhetes unitários por Ft350 (R$3,99) ou uma dezena por Ft3000 (R$34,20).

Berlim: €19,60

Por fim, em Berlim a passagem simples (Einzelfahrschein) custa €2,80, o bilhete de 24 horas (Tageskarte) sai por €7 e o semanal (7-Tage-Karte) fica em €30, mas só vale a pena para quem fica mais de 5 dias na cidade.

Tomando como base esses valores, o gasto com transporte durante 20 dias será de aproximadamente €68,70 ou (R$320,19).

Transporte entre países

Voltar para o sumário
Origem Destino Transporte Empresa Duração Valor € ValorR$
Frankfurt Praga Ônibus RegioJet 7h15 €25 R$114,85
Praga Cracóvia Ônibus FlixBus 7h20 €19 R$87,28
Cracóvia Viena Ônibus Ecolines 7h25 €20 R$91,88
Viena Bratislava Ônibus FlixBus 1h €5 R$22,97
Bratislava Budapeste Ônibus FlixBus 1h €8 R$36,75
Budapeste Berlim Avião Ryanair 1h30 €23 R$105,66
Berlim Frankfurt Avião Ryanair 1h15 €13 R$59,72
Total €113 R$519,11

Observação: Repare que em Frankfurt e Praga nós conseguimos economizar com diárias de hostels viajando em ônibus noturnos.

Seguro viagem

Voltar para o sumário

O seguro viagem é obrigatório em todos os países da Europa. Para 20 dias de viagem, gastei R$257,26. Faça a cotação e use o código abaixo para pagar mais barato:

Total estimado

Voltar para o sumário

Despesa Valor € ValorR$
Passagens aéreas €485 R$2.228,04
Hospedagens €194 R$891,22
Alimentação €380 R$1.745,68
Atrações turísticas €27,02 R$124,13
Transporte urbano €68,70 R$315,60
T. entre países €113 R$519,11
Seguro viagem €56 R$257,26
Total €1323,72 R$6.081,04

*Os valores em Reais são atualizados automaticamente de acordo com a variação cambial do dia.

Continua após a publicidade

3 Roteiro alternativo e supereconômico – Países bálticos, Rússia e Finlândia

Voltar para o sumário

No final de 2015, fizemos uma viagem para Moscou, São Petersburgo, Vilnius, Riga, Tallinn e Helsinque. De quebra, paramos por algumas horas em Roma e Milão, aproveitando todo o tempo que tínhamos em cada um desses lugares. Com exceção da Finlândia, todos esses países fizeram parte da União Soviética e passaram por drásticas mudanças nos últimos anos, então vale a pena fazer walking tours para ter uma experiência mais completa. Aconselhamos este roteiro para quem se interessa por história, arquitetura e gastronomia (isso inclui biritas típicas, que vão da vodka russa ao hidromel da Lituânia, sem deixar passar o marcante bálsamo negro de Riga).

Como sempre, priorizamos hostels, atrações gratuitas e restaurantes populares frequentados por moradores locais, o que barateou os custos da nossa viagem. Nos permitimos algumas extravagâncias no dia do nosso casamento na Lituânia, mas nada que comprometesse o orçamento do resto da viagem.

Passagens aéreas

Voltar para o sumário

€108,85 por pessoa do Rio de Janeiro para Moscou (consulte preços atualizados aqui).

Hospedagens

Voltar para o sumário
Cidade Albergue Diárias Valor € ValorR$
Vilnius B&B&B&B&B (76) 3 €4,35 R$20
Riga Central Hostel Riga (88) 1 €4,35 R$20
Tallinn Kohver (76) 1 €5,88 R$27
São Petersburgo Homely Apartments on Gromovoy (82) 3 €14,37 R$66
Moscou Godzillas Hostel (90) 4 €9,58 R$44
Total €38,53 R$177

Obs: Nós não pernoitamos em Helsinque, passamos a noite no trem rumo a São Petersburgo. Confira também nosso guia completo de hotéis e albergues em São Petersburgo.

Alimentação

Voltar para o sumário

Gastamos muito pouco com alimentação, algo em torno de €15 por dia, incluindo café da manhã, lanche, almoço, café da tarde, jantar e compras no supermercado. Em 17 dias foram €255, equivalente a R$1.171,44.

Atrações turísticas

Voltar para o sumário

Como de praxe, priorizamos atrações gratuitas e free tours, mas em Moscou era imprescindível ir ao Kremlim, que custou 500 rublos (R$32,20 e ao Bunker 42, que nos causou arrependimento e nos tomou 2200 rublos (R$141,68).

Em Vilnius, subimos a Gediminas Tower. Pela economia de tempo e esforço físico, cada um desembolsou €2, mas era possível ter ido a pé gratuitamente. Faça também um tour por Uzupis, é imperdível e gratuito.

Em Riga e Tallinn, cada um gastou €5 com gorjetas no walking tour, apenas. Em Helsinque não gastamos nada.

No total, gastamos €57,21 com atrações turísticas, quantia que equivale a R$262,82. Assim como nas seções anteriores, disponibilizamos abaixo links para reservas de atrações turísticas nas cidades deste roteiro.

Transporte público

Voltar para o sumário

Todo o nosso roteiro nos países bálticos e em Helsinque foi feito a pé. Apenas em Moscou e São Petersburgo usamos o metrô, cujas estações parecem palácios da realeza. As passagens unitárias custam 32 rublos (R$2,06) na capital e 45 rublos em São Petersburgo (R$2,90).

Ao todo, cada um gastou míseros 372 rublos em transporte público, o equivalente a R$23,96. 

Transporte entre países

Voltar para o sumário

A dica é comprar as passagens com 2 meses de antecedência para aproveitar as promoções. Em trechos longos, prefira viajar à noite para economizar em hospedagem e não perder nenhum dia de passeio. Veja os preços praticados em 2017:

Origem Destino Transporte Empresa Duração Valor € ValorR$
Moscou Vilnius Ônibus LUX Express 18h20 €65 R$298,60
Vilnius Riga Ônibus LUX Express 4h30 €10 R$45,94
Riga Tallinn Ônibus LUX Express 4h15 €10 R$45,94
Tallinn Helsinque Barca Eckerö Line 2h15 €19 R$87,28
Helsinque São Petersburgo Ônibus LUX Express 7h30 €15 R$68,91
São Petersburgo Moscou Trem Express to Russia 9h40 €46 R$211,32
Total €165 R$757,99

Seguro viagem

Voltar para o sumário

O seguro viagem é obrigatório em todos esses países. Para 18 dias de viagem, cada um pagou R$229,70Faça a sua cotação e use o código abaixo para conseguir um desconto camarada.

Seguros Promo
VIAJEIBONITO5

Cupom que dá direito a 5% de desconto

Ver todos os cupons

Como utilizar este cupom

  1. Acesse a página da Seguros Promo
  2. Preencha as datas de sua viagem e escolha um destino
  3. Selecione a apólice
  4. Utilize o cupom na etapa de pagamento
Seguros Promo
SEGURA

Cupom que dá direito a 10% de desconto

Ver todos os cupons

Cupom temporário válido entre 18/10/2019 e 21/10/2019

Os passos são os mesmos do nosso cupom

Total estimado

Voltar para o sumário

Despesa Valor € ValorR$
Passagens aéreas €500 R$2.296,95
Hospedagens €53 R$243,48
Alimentação €255 R$1.171,44
Atrações turísticas €57,21 R$262,82
Transporte urbano €6,20 R$28,48
T. entre países €165 R$757,99
Seguro viagem €50 R$229,70
Total €1086,41 R$4.990,86

*Os valores em Reais são atualizados automaticamente de acordo com a variação cambial do dia.

Vale lembrar que o artigo foi concebido em abril de 2017, e por conta da inflação e das constantes mudanças do câmbio, o que hoje custa R$ 5.000,00 pode custar um pouquinho mais no futuro. Entretanto, se você quiser saber quanto custa viajar por cada país europeu com informações atualizadas, acesse nossa página de quanto custa.

Prepare-se para sua viagem

Voltar para o sumário

Quer economizar em sua viagem? Conheça então os cupons de desconto oferecidos pelo Viajei Bonito.

Os países europeus exigem que os viajantes tenham contratado seguro viagem, geralmente com valores mínimos estabelecidos para garantir assistência médica em acidentes ou doenças. Leia também o que escrevemos sobre seguro viagem para a Europa. Você pode fazer sua cotação clicando aqui e utilizando o cupom de desconto VIAJEIBONITO5. Aprenda a contratar um seguro viagem e conheça também o seguro viagem que vale por um ano inteiroE se liga que tá rolando promoção! Até o dia 21/10/19 você pode usar o cupom SEGURA para garantir 10% de desconto em sua apólice! Aproveite esse descontão porque ele é por tempo limitado! Como alternativa, nós sugerimos que você também faça uma cotação na Real Seguro Viagem.

Viajar pela Europa de trem é uma experiência que serve bem a qualquer tipo de viajante, é fácil e em muitos casos mais barato até mesmo que os voos low cost. Você pode pesquisar preços para uma infinidade de destinos na Omio. Aprenda aqui a comprar passagens de trem na Europa pela internet.

testamos o chip internacional da Easysim4u e aprovamos tanto o serviço quanto a qualidade da internet no exterior. Clique aqui para ver todas as opções de coberturas disponíveis nos EUA e em mais de 210 países! Ainda, utilize o cupom VIAJEIBONITO10 para garantir 10% de desconto em seu pedido! Recomendamos que você dê uma olhada nos planos Dados Mundi e 4G Europa que saem a partir de R$213,75 e R$226,08 respectivamente. O Viajei Bonito indica também como alternativa o chip da Yes Brasil.

Pesquise por preços de passagens aéreas para destinos nacionais e internacionais na plataforma da Kayak. Aprenda a criar um alerta de passagens aéreas em promoção.

Se você teve algum voo cancelado, atrasado, perda de conexão, overbooking, extravio de bagagem ou outros tipos de imprevisto com companhias aéreas, faça aqui uma consulta e descubra se você tem direito a indenizações. A Resolvvi cuida de toda a burocracia e você recebe o valor sem sair de casa, além de pagar apenas se ganhar.

Receba um desconto em sua primeira viagem com a Uber ao utilizar o cupom adrianoc135ue durante o cadastro pelo aplicativo ou então através deste link.

Adicione ao Pinterest

Clique na imagem para adicionar este artigo em seu Pinterest e veja também nossos painéis. Foto por: Unsplash

Gisele Rocha

Formada em Comunicação Social pela UFJF. Andou meio mundo tentando descobrir o que queria fazer, até descobrir que queria mesmo era andar pelo mundo.

Ver mais artigos de Gisele Rocha

Créditos da imagem de capa: Luc Mercelis / Fonte: Flickr. Imagem utilizada nas redes sociais: Stuart Monk, AlexDrop e JoneyBrain.

103 comentários em “Mochilão pela Europa com até 5 mil reais: 3 opções de roteiros”

  1. Em Paris, aos finais de semana e feriados, existe a opção de comprar um bilhete do metrô que serve para o dia todo por aproximadamente 4 euros para os menores de 26 anos. Tem que procurar bem na máquina eletrônica, já que não é uma opção super à mostra e as pessoas que trabalham nos caixas não costumam falar inglês… Mas vale muito a pena!

  2. Um dos posts mais completos sobre o assunto!!! A Europa assusta um pouco, e todo mundo acha que é super caro. Com estas opções de roteiro, dá para fazer muita coisa legal gastando pouco. Adorei!!!

    1. Com o orçamento limitado, fica mais complicado “improvisar” no roteiro, mas ainda assim vale muito a pena, mesmo tende de fazer um planejamento e segui-lo a risca.

  3. Adorei o post, super detalhado e com ótimas informações, adoro quando têm gastos detalhados porque nos ajuda a ter base de como começar um planejamento.
    E com certeza já me animou pra ir a Europa, não tô achando mais tão impossível rsrs.
    Beijos.

  4. Sempre falei para os meus amigos que viajar para Europa pode ser mais tranquilo do que imaginam…o nome é planejamento e muita pesquisa!!! Ótimas dicas!

      1. Olá Gisele, adorei o seu post. Estou querendo fzr um mochilao pela Europa, mas não tenho noção de onde começar, ql roteiro fzr, onde começar primeiro, como pesquisar onde ficar. Queria umas dicas ?
        Desde já obrigada

  5. Adorei as dicas! Como estou morando na Europa tenho feitos viagens singulares de um país por vez rs, o próximo que quero ir é Holanda e vou usar tuas dicas rs. Uma dúvida, por que se arrependeram de ir ao Bunker 42?

    1. Ei, Allef. A gente chegou a detalhar a nossa experiência em outro post, mas resumindo, eles incitavam a violência em crianças bem pequenas e em pré-adolescentes que estão na fase de formação de caráter e personalidade. Ficamos extremamente chocados com o que vimos. Se te interessar ler os detalhes, estão aqui: https://goo.gl/eNPXMU

  6. Acabei de voltar da França já me programando para fazer um mochilão pela europa ano q vem e preocupada com quanto iria gastar. Como esse texto acho que consigo fazer 2 roteiros em um mês <3 até fiquei empolgada kkkkkk

    1. Emendando dois roteiros acaba saindo até mais barato, porque não vai precisar comprar 2 passagens saindo do Brasil.
      Depois que fizer a viagem, volte e me conte o que achou. Abraços!

  7. olá, primeiramente, agradeço as dicas do blog, as dicas tem me ajudado muito a lapidar a ideia de fazer mochilão!! nunca viajei e estou um pouco perdida e insegura no planejamento,eu e meu namorado estamos planejando de ir para a Europa, nosso roteiro seria: Paris 5 dias, Bruxelas 2 dias, Amsterdã 3 dias e Londres 5 dias, navegando nos sites conseguimos uma média de hostel de 15 euros e estamos pensando em levar 1800 euros para os 15 dias na Europa, gostaria de saber o que você acha sobre o roteiro, se tem alguma dica e se você acha que é o suficiente esse valor elencado? muito obrigada!!

    1. Amanda, achei o roteiro mto bem distribuído, dá pra ver as principais atrações sem correria. 1800 euros atualmente correspondem a mais de 6500 reais, então acho que dá para vc aproveitar bem. Eu costumo estipular uma média de gastos por dia, vou anotando na planilha o quanto gastei e automaticamente ela recalcula quanto tenho para os próximos dias. Deixe sempre uma margem para imprevistos, assim vc viaja mais tranquila.
      Se tiver mais alguma dúvida, é só chamar.
      Abraços!

  8. Olá Gisele, Adorei o seu post, parabéns… estou pensando em planejar a minha viagem a partir das suas dicas.
    Só uma dúvida: nunca fiz mochilão. O que você recomenda para bagagens? pode deixar no hostel? é seguro?
    Sei que existem aquelas mochilas proprias para esse tipo de viagem, entretanto, vejo muita gente fazendo esse tipo de viagem sem utiliza-las….
    Existem lavaderias na europa para lavar roupas rapidamente, assim como nos EUA?

    1. Ei, Ingrid! Nunca tive problemas ficando em hostel, até desenvolvi alguns truques para esconder a grana. Você pode vê-los aqui: https://viajeibonito.com.br/onde-esconder-dinheiro-durante-uma-viagem/

      Já fiz mochilão carregando apenas uma mochila pequena, aquelas próprias para guardar computador; já fiz mochilas de 75 litros e também já fiz com malas de rodinhas. Se a viagem ocorrer durante o verão fica mais fácil levar poucas coisas, o inverno vai exigir ao menos um casacão pesado, que ocupa muito espaço na bagagem.

      A vantagem da mala é que você não precisa carregá-la o tempo todo nas costas, mas se precisar subir escadas, é mais trabalhoso. Independentemente do que você escolher, leve sempre 2 cadeados: um para a bagagem e outro para o locker do hostel.

      Aqui tem algumas dicas para quem vai se hospedar em hostel pela primeira vez: https://viajeibonito.com.br/macetes-para-quem-vai-se-hospedar-em-hostel-pela-primeira-vez/

      Se precisar de mais alguma dica ou informação, sinta-se livre para nos contactar.

      Abração,

      Gisele

  9. Olá Gisele, tudo bem ? Amei o seu post, mostra que quando bem organizado um mochilão na Europa é mais do que viavel. Mas tenho uma dúvida, você fez esses roteiro para 15 dias, mas planejo ficar 30 dias. Você acha possivel juntar os dois primeiros roteiros ? se sim a distribuição de dias e os gastos seriam os mesmo ? Obrigada 🙂

    1. Oi, Rafaella! Que bom que gostou do post.
      Então, o segundo roteiro tem 20 dias de duração e acho que ficaria mto apertado condensar o primeiro em apenas 10 dias, tendo em vista que ele já está bem corrido. Talvez tirando algumas cidades você consiga curtir com mais tranquilidade.
      Quanto à grana, desde que haja planejamento e controle, acho que você conseguiria gastar menos que R$8.900, que é a soma dos dois primeiros itinerários.
      Qualquer dúvida, estamos aqui. Abraços!

      1. Obrigada pela resposta ! Como nunca fui na Europa, não sei quais cidades desses roteiros valem mais a pena visitar. Vocês teriam alguma sugestâo de roteiro com duração de 30 dias ?

  10. Olá Gisele! Obrigada pelas ótimas dicas. Fiquei com uma dúvida.. Quais os trechos devo comprar ida e volta? Indo e voltando pela mesmo país? Essa primeira eurotrip – Inglaterra, França, Holanda e Itália você foi e voltou por qual cidade?

    1. Oi, Janaina. Fico feliz que o post esteja sendo útil para o seu planejamento.
      Costuma ser mais barato comprar ida e volta no mesmo trecho. No caso, as passagens que mencionei foram de uma superpromoção para Londres, mas você pode tentar para Roma e Paris também, que costumam ser mais em conta.

  11. Estou planejando meu mochilão pela Europa e queria gastar no máximo 6 mil, achei que era maluca! ahhah MUITO OBRIGADA por esse post, agora sei que é possível. As dicas me ajudaram muito, gratidão!!!

  12. Amei o post!!! super atual, muito legal isso, mas isso foi por conta? Eu não entendi. Eu entrei em contato com a CI e eles me passaram este site https://www.topdeck.travel/sa/tours/european-wonder (essa é a viagem que quero fazer). Não sei se fica mais barato ir com eles ou eu compro tudo por conta. Pretendo ir em julho/18 nas férias. Não sei quase nada de inglês, começo minhas aulas agora em setembro.
    help: na.rios@hotmail.com

    Obrigada

    1. Ei, Natalia! Essas viagens foram todas por conta. O segredo é ficar sempre de olho em promoções de passagens aéreas, depois você desembola o restante com bastante pesquisas.
      Quanto a não saber falar inglês, é sempre tempo de aprender! E a melhor forma de fazer isso é viajando e praticando. Para as horas de aperto, use o Google Tradutor. Escreve o que você precisa em português, traduz para o inglês e mostre para a pessoa. Fizemos isso na Tailândia, traduzindo do português para o tailandês e deu certo.

  13. Parabéns por ser você. De verdade, to lendo teu blog há algumas horas e to encantada, muito feliz de saber que existe gente de tão bom coração.
    Tenho 17 anos e vou seguir uma vida viajando, porque acho que só assim alcançaria a felicidade verdadeira. Obrigada pelo compartilhamento de informações e conhecimentos?

  14. Adorando seus relatos! Acabei de voltar da Europa e fiz só dois países e acabei gastando muito! Nunca mais vou em alta temporada, mas fica o aprendizado! Bjs Gisele!

    1. Que bom que está gostando, Ana Beatriz!
      Alta temporada é furada mesmo: cidades lotadas, preços altíssimos, serviços precários. Mas isso a gente só aprende na prática mesmo. Qual será o próximo destino?

      1. To querendo Grecia e Turquia e tentar incluir a Croacia no meio disso, o problema é o tempo né… pq os 3 países têm muita coisa pra fazer e só tenho 20 dias de férias! Vamos ver se consigo concluir isso! Temos dicas? Rs Bjssssss

  15. Oi, estou querendo fazer um mochilao no inverno europeu mesmo, em janeiro, será que vale a pena? Isso inclui alta temporada e os preços altos? Queria gastar max 6 mil, porém já tenho a passagem do Brasil para Portugal paga..

    1. Julia, a alta temporada lá é no meio do ano, durante o verão. Janeiro e fevereiro não é período de férias por lá, embora haja recesso de Natal e Ano Novo, então os preços não tendem a ser tão altos. No entanto, é conveniente reservar os hotéis com antecedência, já que as cidades mais badaladas ficam cheias o ano inteiro.

  16. Ola.
    Minha duvida é compro a passagem para londres chegando lá vou comprando para os demais destinos? Parece ser tao complexo. Enquanto aos hoteis tambem?

    Obrigada.

    1. @disqus_HgkdzHN2DE:disqus, é extremamente aconselhável reservar tudo com antecedência. Os melhores hostels, aqueles que possuem boa localização, são limpos e baratos, esgotam rápido. Aconselho que reserve com 3 ou 4 meses de antecedência.
      Já as passagens para deslocamentos internos, o ideal é comprar com 1 ou 2 meses de antecedência, pois em cima da hora acabam ficando mais caros.

  17. Oi! Estou querendo fazer um mochilão com meu marido. Onde vocês compraram a passagem de avião de vocês? Esse preço que vocês colocaram aqui, como gastos com passagens de avião, foi ida e volta? Como foi essa experiência?

  18. Olá Boa noite

    Vcs poderiam me dar um help com o planejamento de um roteiro, vi acima umas dicas para Praga, no entanto não estou co seguindo um valor bacana nas passagens de São Paulo até lá, gostaria de fazer uma surpresa a um amigo que mora lá tem um tempo. As passagens não consegui um valor abaixo de R $ 4.000, 00 ? vcs acham q indo p Frankfurt e saindo de lá para Praga seria uma melhor alternativa?
    Desde já obrigada

    1. Oi, Daiana! As passagens para Praga geralmente são caras mesmo. Procure voos para outras cidades de países vizinhos, como Frankfurt e Berlim. Frankfurt fica mais longe, são 7 horas de trem e 11 de ônibus. De Berlim são 5 horas tanto de ônibus quanto de trem e as passagens custam 30 euros.

      Eu costumo usar o site da GoEuro (http://www.tkqlhce.com/click-8441780-12985513) para buscar o melhor preço e comprar antecipado, já que em cima da hora sai bem mais caro. Comprando por esse link que te mostrei, vc paga mais barato e ainda nos ajuda a manter o blog funcionando.

      Espero ter te ajudado. Se precisar de mais alguma informação, estamos aqui. 😀

  19. que post maravilhoso! também salvei nos favoritos… vocês não tem noção do quanto fiquei feliz em ler este relato sobre valores ahahahah

    parabens pelo trabalho!

  20. Muito bom o Post, estou partindo para Londres- Paris-Amsterdam em novembro 2017.
    Tenho uma duvida. Vc comprou as hospedagens e passagens pela internet ou foi tudo na hora que chegou nos paises?
    Não sei se de fato qual opção sera mais barato.

    Obrigado !
    Fabio M.

  21. Parabéns pelo post! Mas preciso da ajuda de vocês, pretendo arrumar minha mochila e partir em fevereiro para fazer o roteiro 2 mas fico preocupado com as condições climáticas. Será que vale a pena partir nesta época do ano? Obrigado!

    1. eu fiz um roteiro bem próximo desse que vc pretende fazer ,porém no final de janeiro. Nada que uma jaqueta bem quente e impermeável não te ajude… não me arrependo, e iria de novo. A paisagem gelada também é encantadora.

    2. @yanpettersen:disqus, ainda faz bastante frio nessa época, mas é bonito demais. Eu não deixaria de viajar por causa disso. Vá na fé!!! Depois me conte de qual lugar vc gostou mais.

  22. Muito bom o post, bastante útil, thanksss! minha dúvida é, dá para fazer um mochilão em toda europa falando somente inglês e um pouquinho de espanhol? vou conseguir me comunicar bem com muitas pessoas? desde já, obrigado!

    1. Dá tranquilo, Matt. O inglês é meio que a língua universal dos viajantes, né? E nessas áreas você encontra muita gente que domina o idioma, principalmente os mais jovens.
      Depois volte aqui pra nos contar como foi a viagem. Se precisar de mais alguma informação, estamos à disposição.

  23. Olá ! Primeiiro parabéns pelo Post está muito completo !!
    Como foi a viagem de Riga para Tallin ? A estrada é segura ? Vou fazer um intercâmbio para Estonia em julho e uma das opções seria fazer essa parte da viagem de ônibus mas como estarei sozinha fico receosa.
    Obrigada 🙂

  24. Olá Gisele,
    Eu amei as suas dicas! Estou procurando um mochilão de 20 dias para Algarve-Portugal, Barcelona, Italia, Grécia e Amsterdam, mas não sei muito bem como planejar isso tudo. Você já fez mochilão pra Italia ou para Grécia ? Gostaria de saber se esses países são muito caros. Obrigada 🙂

    1. OI, xará. Morei em Florença e posso dizer que a cidade é super cara sim, bem como todas as cidades mais turísticas da Itália. Já na Grécia os custos são mais baixos, mas não deixe para reservar hospedagem em cima da hora, principalmente no verão, senão acabam sobrando só os piores e mais caros mesmo.

      Se você quiser ter uma noção de quanto vai gastar em cada lugar, dê uma olhada na nossa seção de quanto custa viajar. Listamos centenas de cidades e esses valores são atualizados constantemente: https://viajeibonito.com.br/quanto-custa-viajar-para/

  25. Eu simplesmente AMEI esse post. Estou com expectativa de fazer um mochilão em Agosto/2018 no trecho 1, com algumas alterações, e não fazia a mínima ideia de valores a serem gastos e muito menos aonde ficar. Obrigado pelo post 🙂

  26. Que post sensacional…!!!!
    Parabéns e muito obrigado.
    Estou começando meu planejamento e com esse post já deu pra tirar um monte de duvidas…
    Com todas essas informações já da pra se ter uma ideia melhor do custo geral.
    Estou compartilhando com amigos.

    Duvida:
    Planejo ir em Julho de 2018 e fazer: Roma, Amsterdã, Londres, Paris e Barcelona em media 4 a 5 dias em cada lugar.
    O que acha?

    1. Fico feliz que o post esteja ajudando no seu planejamento, Rodrigo. Para Amsterdã, Paris e Barcelona 4 dias é um tempo legal para conhecer os principais pontos turísticos sem correria. Para Roma 5 também pode ser um bom começo, principalmente se você quiser visitar Herculano e Pompéia. Para Londres, não recomendo menos que 5 dias mesmo, pois a cidade é muito grande e há muitas coisas para ver e conhecer. Se puder ficar mais tempo, melhor ainda!

  27. Olá Gisele! Excelente matéria e parabéns pelas suas viagens!!! Se possível, gostaria que você me tirasse duas dúvidas: Por que Airbnb não é uma boa opção para a Europa? E, qual o melhor mês (para segundo semestre do ano) para viajar para Europa? PS.: Não ligo se estiver frio desde que não tenha chuvas intensas.

    1. Oi, Raquel! Fico contente em poder ajudar.
      Sobre o Airbnb, não achei tão vantajoso em relação aos hostels, mas se você encontrar alguma oferta legal, vale a tentativa.
      Sobre a melhor época para viajar no segundo semestre, recomendo os meses de setembro, outubro e começo de novembro. A alta temporada já terá terminado, os preços estarão mais baixos e você não pegará chuvas torrenciais (embora seja difícil de prever com exatidão, já que as condições climáticas variam).
      Quando definir o seu roteiro, faça uma pesquisa pelo índice pluviométrico de cada lugar, assim você poderá ter uma noção de como foram os últimos anos.

      Abraços!

      1. Obrigada por responder Gisele! Vi seu post no grupo do facebook hoje de manhã e ja li pelo menos umas 10 matérias do Viajei Bonito até o agora haha maravilhoso seu blog, o mais completo que vi até o momento! 😀 O roteiro que eu e meu namorado queremos é Berlim -> Londres -> Paris -> Amsterdã (3, 4 ou 5 dias) e se tudo der certo e o orçamento permitir uma semaninha em NY rsrs, daria aprox. 25 dias viajando do meio de outubro ao meio de novembro. Vai ser pegada mochilão, uma mala cada um e zero compras, a intenção é conhecer os lugares e não ficar trazendo lembrancinhas (tivemos uma experiência ruim para o bolso em junho/2016 indo para Bariloche, acabamos gastando mais do que estava no orçamento, para no fim algumas pessoas reclamarem das lembrancinhas que trouxemos para elas ‘-‘). Enfim, muito obrigada pelas dicas! 🙂 <3

  28. Gente, eu não acredito que achei um blog tão sensacional como o de vocês! Estou encantada.. obrigada por compartilhar todas as dicas de transportes, comidas e hostels! Vou em Setembro pro leste europeu e todas as dicas serão muito válidas! Grande abraço!!

  29. Parabéns pelo texto e por todo o conteúdo do blog!
    Estou montando um trajeto para viajar com minha esposa e as dicas estão sendo muito úteis!

    Por curiosidade o que houve no Bunker 42 que fez vocês se arrependerem??

  30. Cara que INCRÍVEL a experiência de vocês. Quero muito ir pra Europa em outubro, eu e meu namorado trabalhamos na Azul e temos parceria com muitas companhias no mundo todo! Vou seguir as dicas de vocês, e amei sua frase “andou meio mundo tentando descobrir o que queria fazer, até descobrir que queria mesmo é andar pelo mundo”
    Só tenho uma dúvida Gisele, esses 5 mil foi o valor total do casal?
    bjs

    1. Oi, Janine! Que bom que a nossa experiência inspirou vocês a viajar. Seu comentário nos deixou muito feliz.
      O valor de R$5 foi estimado por pessoa, já com as passagens aéreas, hospedagens, alimentação, passeios, etc.

      Se pintar mais alguma dúvida, estaremos à disposição. Abraços!

  31. Quero agradecer de todo o coração <3 fiz todo primeiro roteiro e deu tudo certo <3 Obrigado pelas dicas estava tudo bem esclarecido parabéns por divulgarem . Realizei um sonho. Motivei também muitas pessoas e agora só ajudar <3

  32. Boa noite Gisele! Em primeiro lugar parabéns pela matéria. Suas dicas são muito boas. Eu e meu namorada vamos ir de férias pra Europa e eu queria saber mais um pouquinho sobre o transporte entre países. Vamos ir com mochilas e com duas malas grandes. Eles cobram pelas malas? Pode levar? Como funciona? Obrigada desde já

  33. Primeiramente gostaria de parabenizar pela qualidade do post.
    Gostaria de saber se vocês levaram apenas mochila/ bagagem de mão de 10kg, ou se estavam com alguma mala maior e deixaram em algum local durante a mudança de cidades, ou ate mesmo pagaram a diferença em aviões para carregar bagagem extra.

    1. Oi, Maria Luiza! Que alegria saber que gostou do nosso post!

      À época as companhias ainda permitiam 2 bagagens de 23kg, então fomos com nossas mochilas normais + 1 bagagem maior com equipamentos de trabalho.
      Durante as mudanças de cidades levávamos as malas conosco, uma vez que não tínhamos uma cidade para ir e voltar. De qualquer maneira, nas estações de trem, terminais de ônibus e aeroportos você encontra lockers. Alguns hostels e hotéis também permitem que você deixe sua mala antes do horário de check-in ou após o check-out.

      Se precisar de outras informações, estou à disposição.

      Um abraço e boa viagem!
      Gisele

    1. Aqui no Brasil mesmo, Sabrina. Reservando em cima da hora os preços são muito mais elevados!
      Para facilitar, deixei os links de todas as hospedagens e empresas de ônibus ao longo do texto, mas se precisar de ajuda, conte com a gente.

      Abraços e boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *